Abrir menu principal
Sylvia Amelia Carneiro da Cunha
Nascimento 3 de novembro de 1914
Rio de Janeiro
Morte 2012 (98 anos)
Florianópolis
Nacionalidade  Brasileira
Ocupação Jornalismo

Sylvia Amelia Carneiro da Cunha (Rio de Janeiro, 3 de novembro de 1914Florianópolis, 2012[1]) foi uma advogada e jornalista brasileira.

CarreiraEditar

Foi empossada na cadeira 26 da Academia Catarinense de Letras, sendo membro efetivo do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina até o seu falecimento.

PublicaçõesEditar

  • A Taquigrafia em Santa Catarina, 1939
  • A Técnica Comercial e Processos de Propaganda, 1942
  • A Natureza Jurídica da Convenção Coletiva do Trabalho, 1955
  • Livros de Ajebiana, 1979
  • Ajebianas de Sul a Norte, 1988
  • Poemas do meu Caminho, 1993
  • Gustavo Richard - um republicano histórico em Santa Catarina. Brasília : Editora do Senado, 1995.

Ligações externasEditar

Referências

  1. «Morre a jornalista Sylvia Amélia, da Academia Catarinense de Letras». Notícias do Dia. 10 de abril de 2012. Consultado em 23 de maio de 2013 


Precedido por
Adolfo Konder
  ACL - cadeira 26
? — atualidade
Sucedido por
Lélia Pereira da Silva Nunes


  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.