TV Liberal Parauapebas

emissora de televisão brasileira de Parauapebas, PA

TV Liberal Parauapebas é uma microgeradora de televisão brasileira com sede em Parauapebas, PA. Opera no canal 12 VHF e é afiliada à Rede Globo. As matérias feitas na emissora são enviadas para a TV Liberal de Belém, porém a emissora não produz programas locais desde 2014.

TV Liberal Parauapebas
Televisão Liberal Ltda.
Parauapebas, PA
Brasil
Tipo Comercial
Cidade de concessão Parauapebas, PA
Canais Digital: 21 UHF (12.1 PSIP) (em implantação)

Analógico: 12 VHF

Rede TV Globo
Pertence a Grupo Liberal
Proprietário(s) Lucidéa Maiorana
Presidente Ronaldo Maiorana
Fundação 14 de abril de 1996 (26 anos)
Nome(s) anterior(es) TV Carajás (1996-1999)
Cobertura Parauapebas e Serra dos Carajás
Página oficial TV Liberal

HistóriaEditar

A emissora foi inaugurada em 14 de abril de 1996, com o nome de TV Carajás, e tinha associação com a TV Liberal.[1]

Em 17 de abril, três dias depois de ser inaugurada,[1] a emissora se torna conhecida no Brasil e no exterior, por ter sido a única a filmar (o câmera era Jonias Cardoso[1]) os eventos que levaram o Massacre de Eldorado dos Carajás.[2]

Em 1999, a emissora é vendida por completo para as Organizações Rômulo Maiorana e vira TV Liberal Parauapebas.

Em 2006, a emissora completa 7 anos e alguns institucionais locais são produzidos. [3]

Produzia blocos locais do Jornal Liberal e o Liberal Comunidade Parauapebas até 2006, quando a programação local foi extinta nas emissoras da TV Liberal em todo o estado. Porém, seguiu a produzir o Liberal Comunidade Parauapebas, com apresentação de José Neves.

A partir de 2008, passou a produzir o Lib Cidade, um bloco local do Bom Dia Pará, também com apresentação de José Neves. Em 2010, o Lib Cidade foi cancelado, e a única produção local da emissora era o Liberal Comunidade Parauapebas. Porém, em 30 de novembro de 2014, a emissora exibe o último programa e se restringe a exibir apenas comerciais e patrocínios locais, porém segue com seu departamento de jornalismo, que produz reportagens para os telejornais exibidos direto da TV Liberal Belém. José Neves foi correspondente local durante 14 anos até seu falecimento. Atualmente o correspondente local é Thiago Barros.

Referências

  1. a b c Lúcio Flávio Pinto (Quinzena de Abril de 1996). «A Tragédia dos Erros». Jornal Pessoal. Consultado em 4 de março de 2012  Verifique data em: |data= (ajuda)
  2. «Pena dura sem cadeia». Isto É. 22 de Maio de 2002. Consultado em 4 de março de 2012 
  3. Mychell Alencar (24 de novembro de 2006), 7 Anos de TV Liberal Parauapebas, consultado em 16 de junho de 2018 

Ver tambémEditar