Tablatura

Tablatura (ou tabulatura) é uma forma de notação musical, que diz ao intérprete onde colocar os dedos em um determinado instrumento, em vez de informar quais notas tocar.

Exemplo de tablatura numérica para vihuela do livro "Orphenica Lyra" de Miguel de Fuenllana (1554). Números em vermelho (no original) indicam a parte vocal.

A tablatura é, na maior parte da vezes (mas não exclusivamente), encontrada para instrumentos de cordas trasteados, em cujo contexto é geralmente chamada, no universo anglo-saxão, pela forma reduzida tab (exceto para alaúde). É frequentemente usada para violão, guitarra elétrica, baixo elétrico, alaúde, arqui-alaúde, teorba, angélique, mandora e vihuela, mas em princípio pode ser usada para qualquer instrumento de cordas trasteados, inclusive o ukulele, o bandolim, o banjo e a viola da gamba - assim como muitos aerofones de palheta livre como a harmônica. Enquanto atualmente a tablatura é mais usada para notar música rock e pop, é frequentemente vista na música tradicional e era muito comum na Europa durante os períodos da renascença e do barroco. (No contexto da tablatura moderna para guitarra ou violão, a notação musical padrão é geralmente chamada de 'notação na pauta' — apesar das tablaturas também serem escritas em uma 'pauta').

Três tipos de tablatura para órgão também foram usadas na Europa: a alemã, a espanhola e a italiana. Existem também vários tipos de tablatura para ocarina.[1] Tablatura para harpa também foi usada na Espanha e no País de Gales. Um uso alternativo (alguns diriam incorreto) da expressão inglesa tab é comum na Internet, e se refere às chamadas cifras (para a harmonia), ou às notas (para a melodia).

EtimologiaEditar

A palavra tablatura remete ao latim: tabulatura. Tabula é uma tábua, prancha ou lousa em latim. Tabular alguma coisa significa colocá-la em uma tábua, prancha ou lousa.

OrtografiaEditar

Há duas ortografias frequentes, com (tabulatura) e sem "u" (tablatura). Enquanto tabulatura é mais próxima da palavra original em latim, e assim mais correta etimologicamente, a versão adaptada tablatura parece estar mais espalhada, ao menos no inglês moderno. Tabulatura é considerada a ortografia "clássica" e é usada com mais frequência em círculos acadêmicos, particularmente em relação ao alaúde, enquanto tablatura é mais encontrada no contexto da música popular.

E como são palavras relativamente longas (para os padrões da língua inglesa), são com frequência substituídas pela contração tab no inglês coloquial. Para ser menos ambíguo, é precedida pelo nome do instrumento (i.e. guitar tab, bass tab, organ tab) quando necessário.

OrigemEditar

O primeiro registro que se tem de sua existência na Europa é por volta de 1300. Na Ásia existem tablaturas muito mais antigas.

Tablaturas para alaúde eram de três principais variedades: francesa, italiana (também bastante usada na Espanha, Baviera e sul da França) e a alemã. Uma variedade especial de tablatura italiana, chamada "napolitana" esteve em uso no sul da Itália, e uma variedade polonesa da tablatura francesa aperece em um único manuscrito. A tablatura francesa gradualmente passou a ser a mais usada. Tablaturas para outros instrumentos também eram usadas desde a Renascença. Tablaturas para teclado floresceram na Alemanha entre 1450 e 1750 e na Espanha entre 1550 e 1680. Muito da música para alaúde e outros instrumentos históricos de cordas pinçadas durante a renascença e o barroco eram originalmente escritas em tablatura, e muitos intérpretes modernos desses instrumento ainda preferem esse tipo de notação, muitas vezes usando facsímiles das impressões originais ou manuscritos, cópias manuscritas, edições modernas em tablatura ou versões feitas com o auxílio de programas de computador.

ConceitosEditar

Enquanto notação musical padrão representa o ritmo e a duração de cada nota e a sua altura relativa à escala baseada em uma divisão em doze partes (tons) da oitava, a tablatura é mais 'operacional', indicando quando e onde colocar os dedos para gerar uma nota, de forma que a altura é denotada implicitamente. Os símbolos rítmicos da tablatura dizem quando iniciar uma nota, mas quase nunca há uma indicação precisa de quanto tempo ela deve durar, então, a duração fica muito mais a critério do intérprete do que na notação convencional. Por isso é comum dizer que a tablatura é uma notação prescritiva e a notação convencional (em pauta), descritiva.

A tablatura para cordas pinçadas é baseada sobre uma representação em diagrama das cordas e trastes do instrumento. A de teclado mostra as teclas do instrumento e a de flautas mostram que furos devem ser mantidos abertos ou fechados.

ExemploEditar

Neste esquema, as linhas representam as cordas (da mais aguda para a mais grave) e os números representam a casa em que a corda deve ser pressionada e ferida. Quando o número 0 (zero) é escrito, significa que a corda deve ser tocada solta (sem ser pressionada em nenhuma casa).

Os acordes são representados na tablatura por meio da escrita vertical, utilizando a mesma lógica da partitura, ou seja, os números que aparecem em uma mesma coluna vertical devem ser tocados ao mesmo tempo. Dessa forma, a escrita horizontal faz referência à melodia, enquanto a escrita vertical faz referência à harmonia.

Exemplo: (introdução de "Stairway to Heaven", do Led Zeppelin)
e|-------5-7-----7-8-----8-2-----2-0---------0--------------|
B|-----5-----5-------5-------3-------1---1-----1-----0-1-1--|
G|---5---------5-------5-------2-------2---------2---0-2-2--|
D|-7-------6-------5-------4-------3-----------------2-2-2--|
A|---------------------------------------------------2-0-0--|
E|----------------------------------------------------------|

As técnicas utilizadas nos instrumentos de corda, como ligados e bends, são representadas por meio de símbolos específicos. Apesar de existir certo conceso sobre a representação das técnicas mais comuns, muitas técnicas não são universalmente padronizadas na sua simbologia, recebendo diferentes notações conforme o autor da tablatura. Com alguns sinais mais sofisticados, a tablatura pode ainda denotar o tempo das notas e as articulações.

Referências

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre música é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.