Teodorico III da Nêustria

Teodorico III
Rei de todos os francos (679-691)
Rei da Nêustria (673, 675-691)
Rei da Borgonha (673, 675-691)
Rei da Austrásia (679-691)
Nascimento 654
Morte 691 (37 anos)
Sepultura Basílica de Saint-Vaast, Arras

Teodorico III (654691) foi rei da Nêustria (incluindo a Borgonha) em duas ocasiões (673 e 675-691) e rei da Austrásia de 679 até sua morte em 691.[1] Dessa forma, foi rei de todos os francos a partir de 679.[1] Filho de Clóvis II e Batilda, é descrito como um rei fantoche - roi fainéant - do prefeito do palácio da Nêustria, Ebroíno, que o indicou mesmo sem o apoio da nobreza.[1] Ele sucedeu seu irmão Clotário III na Nêustria em 673, mas Quilderico II da Austrásia tomou seu lugar logo em seguida até morrer em 675, quando Teodorico retomou seu trono.[1] Quando Dagoberto II morreu em 679, ele recebeu a Austrásia e se tornou rei de todos os francos.[1]

Ele e o prefeito do palácio da Nêustria, Varatão, celebraram a paz com Pepino de Herstal, prefeito do palácio da Austrásia, em 681. No entanto, quando Varatão morreu em 686, o novo prefeito, Bertário, entrou em guerra com a Austrásia e Pepino venceu o exército burgundo-neustriano sob o comando de Bertário e Teodorico (um neustriano) na Batalha de Tertry, em 687, pavimentando o caminho para a dominação austrasiana do estado franco.

PaisEditar

Clóvis II (◊ c. 633 † 657)[1]

Batilda (◊ c. 626 † 680)[1]

Casamentos e filhosEditar

  1. Berta de Prüm (◊ c.676 † 740)
  2. Clóvis IV (◊ c. 677 c. † 694)
  3. Quildeberto III (◊ c.678 † 711)
  4. Clotário IV (?) († 719)

Referências

  1. a b c d e f g Nicholson, Oliver (2018). The Oxford Dictionary of Late Antiquity (em inglês). Oxford: Oxford University Press. p. 1494