Abrir menu principal
Clóvis II
Rei da Nêustria e Borgonha
Reinado 639657
Consorte Batilda
Dinastia Merovíngia
  633
Morte 31 de outubro de 657 (24 anos)
Enterro Basílica de Saint-Denis, Paris, França
Pai Dagoberto I
Mãe Nantilda
Assinatura Assinatura de Clóvis II

Clóvis II (também Chlodowech ou Chlodwig, em francês moderno: Louis, em alemão moderno: Ludwig; c. 633[1]31 de outubro de 657) sucedeu seu pai Dagoberto I em 639 como rei da Nêustria e da Borgonha.

BiografiaEditar

Seu irmão Sigeberto III já era rei da Austrásia desde 634. Ele esteve inicialmente sob a regência de sua mãe Nantilda até ela morrer com pouco mais de 32 anos em 642. Esta morte o levou a cair sob a influência da velha nobreza, que reduziu o poder real em seu próprio favor.

Sua esposa, Santa Batilda, era uma aristocrata anglo-saxã vendida como escrava na França. Ela lhe deu três filhos e todos se tornaram reis após sua morte. O mais velho, Clotário, o sucedeu, e o segundo, Quilderico, foi finalmente colocado no trono austrasiano por Ebroíno, prefeito do palácio da Nêustria. O mais jovem, Teodorico, sucedeu Quilderico na Nêustria e finalmente se tornou rei de todos os francos.

Ele foi menor de idade durante quase todo seu reinado. Ele é às vezes mencionado como rei da Austrásia durante o intervalo de 656-657 quando Quildeberto, o Adotado havia usurpado o trono.

PaisEditar

Dagoberto I (606 — 639)

♀ Nantilda (c. 608 — 642)

Casamentos e filhosEditar

Em c. 649 com Santa Batilda:

Possivelmente foi o pai de Clóvis III, rei da Austrásia.

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Clóvis II


 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Clóvis II
  1. McConville 2018, p. 362.