Comarca da Terra de Lemos

comarca da Galiza, Espanha
(Redirecionado de Terra de Lemos)
Espanha Terra de Lemos 
  Comarca  
Localização da comarca
Localização da comarca
Localização
Terra de Lemos está localizado em: Espanha
Terra de Lemos
Localização de Terra de Lemos na Espanha
Coordenadas 42° 33' N 7° 33' O
País Espanha
Comunidade autónoma Galiza
Província Lugo
Administração
Capital Monforte de Lemos
Características geográficas
Área total 940,5 km²
População total (2014) [1] 31 876 hab.
Densidade 33,9 hab./km²

Terra de Lemos é uma comarca da Galiza situada ao sul da província de Lugo cuja capital é Monforte de Lemos, que também é o concelho mais povoado da comarca. A maior parte da área (toda exceto o concelho de Bóveda) forma parte da Ribeira Sacra, da que Monforte também é a sua capital.

Pertencem à comarca da Terra de Lemos os seguintes concelhos: Bóveda, Monforte de Lemos, Pantón, A Pobra do Brollón, O Saviñao e Sober.

A comarca faz fronteira ao norte com a comarca de Sarria, ao oeste com a comarca de Chantada, ao leste com a comarca de Quiroga e, ao sul com as comarcas ourenses de Ourense e Terra de Caldelas.

GeografiaEditar

A Terra de Lemos situa-se geograficamente no sul da província de Lugo. Caracteriza-se pelo grande vale situado no centro da mesma, o Vale de Lemos. Este vale contrasta com as altas montanhas situadas ao leste da comarca pertencentes à Serra do Courel e que servem de fronteira com a comarca de Quiroga junto com o rio Lor. No sul, o rio Sil marca a fronteira com a província de Ourense, igual a que o rio Minho no oeste com a comarca de Chantada.

RiosEditar

Os rios da comarca pertencem às bacias (cuncas) hidrográficas dos dois rios limítrofes da comarca e por sua vez os mais importantes, às bacias do Minho e do Sil. O rio mais importante da comarca é o rio Cabe, que nasce no concelho do Incio. Este rio que desemboca no Sil era muito importante já na época romana, quando se abasteciam e removiam ouro deste rio. Em Monforte conserva-se a Ponte Velha sobre este rio, um dos monumentos característicos da vila. Também são importantes os rios Mao, principal afluente do Cabe, e o rio Lor, que faz de fronteira entre as comarcas de Quiroga e Terra de Lemos, afluente do Sil.

MontanhasEditar

Os principais sistemas montanhosos situam-se no leste, na Serra do Courel, entre Bóveda e O Saviñao, no suroeste de Pantón e no sul. Cabe destacar as seguintes montanhas que superam os mil metros de altitude e estão situadas na Serra do Courel, no concelho da Pobra do Brollón:

  • Alto da Veneira (1.164 m.)
  • Alto da Serra (1.137 m.)
  • Chao das Lagas (1.060 m.)
  • Alto da Chá (1.021 m.)

ClimaEditar

O clima desta comarca é oceânico com tendências continentais e fortes contrastes. Os invernos são longos, úmidos e com geadas moderadas. As temperaturas chegam a valores à baixo dos -5º e as névoas esão presentes regularmente. Os verões são calorosos e secos, com noites frescas. No verão chega-se pontualmente a superar temperaturas máximas de 40º; e algumas noites ficam perto dos 5º.

PopulaçãoEditar

A população era, em 2014, de 31.876 habitantes distribuídos assim:

Concelho Habitantes
  Monforte de Lemos 19.201
  O Saviñao 4.113
  Pantón 2.708
  Sober 2.453
  A Pobra do Brollón 1.830
  Bóveda 1.571
Censo total 2014 31.876 habitantes
Menores de 15 anos 2.864 (8.98 %)
Entre 15 e 64 anos 17.983 (56.42 %)
Maiores de 65 anos 11.029 (34.6 %)

Localidades mais povoadasEditar

Em 2014 as entidades mais povoadas segundo o INE eram[2]:

  • Monforte de Lemos: 16.500 hab.
  • Escairón: 872 hab.
  • O Castro de Ferreira: 409 hab.
  • Bóveda: 359 hab.
  • Sober: 339 hab.
  • Rubián: 300 hab.
  • A Pobra do Brollón: 250 hab.
  • Toiriz: 179 hab.

Galeria de imagensEditar

ComunicaçõesEditar

Na comarca da Terra de Lemos unem-se as estradas e linhas das ferrovias procedentes da Corunha e Lugo, Ourense e Vigo, e Ponferrada, sendo um grande centro de comunicações. A Estação da ferrovia de Monforte de Lemos é a mais importante da província.

Principais estradasEditar

Está em projeto a autoestrada A-76, que corre paralela à N-120 e unirá Ourense com Ponferrada passando por Monforte e dando acesso ao porto seco, atualmente em construção.

FerroviaEditar

Na comarca confluem duas linhas ferroviárias:

Há sete estações na comarca: Monforte de Lemos (presta serviço para passageiros de viagem longa e meia distância, e mercadorias), A Pobra do Brollón, Canaval, Areas, Santo Estevo do Sil e San Pedro do Sil (prestam serviço para passageiros de meia distância) e Rubián (só para mercadorias).

Referências

  Este artigo sobre Comarcas da Galiza é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.