Terremoto de Asgabade de 1948

O terremoto de Asgabade de 1948 ocorreu em 6 de outubro com uma magnitude de onda superficial de 7.3 e uma intensidade máxima de Mercalli de X (Extremo), no Turquemenistão perto de Asgabade. Devido à censura do governo soviético, o evento não foi amplamente divulgado na mídia da URSS. Historiadores tendem a concordar que a proibição de relatar a extensão das baixas e danos não permitiu que o governo soviético alocasse recursos financeiros suficientes para responder adequadamente.

Terremoto de Asgabade de 1948
Epicentro Gara-Gaudan
37° 57′ N, 58° 19′ L
Profundidade 15.0 Km
Magnitude 7,3 MW
Data 6 de outubro de 1948
Zonas atingidas  RSS Turcomena
 Irão
Vítimas 10.000 - 110.000

DetalhesEditar

 
Estátua de Gurbansoltan Eje morta no terremoto e seu filho Saparmyrat Nyýazow em Asgabade

O terremoto de Asgabade atingiu à 01:00-02:00 da manhã de 6 de outubro de 1948. O epicentro do terremoto foi perto da pequena vila de Gara-Gaudan, 25 quilômetros a sudoeste de Asgabte. O terremoto causou danos extremos em Asgabade e aldeias próximas, onde quase todos os edifícios de tijolos desabaram, estruturas de concreto foram fortemente danificadas e trens de carga foram descarrilados. Houve danos e baixas em Darreh Gaz, no Irã. A ruptura da superfície foi observada a noroeste e sudeste de Asgabade. As fontes de mídia variam em relação ao número de vítimas, de 10.000 a 110.000, o equivalente a quase 10% da população da RSS Turquemena na época.

De acordo com memórias de sobreviventes, a infraestrutura da cidade foi seriamente danificada, com exceção dos canos de água. A eletricidade foi restaurada seis dias após o terremoto. A estação ferroviária começou a funcionar no terceiro dia.

Este terremoto matou a mãe do futuro presidente turcomeno Saparmurat Niyazov, Gurbansoltan Eje (seu pai tendo morrido durante a Segunda Guerra Mundial) e o resto de sua família, deixando-o órfão. A ajuda às vítimas, bem como a restauração das necessidades básicas e da infraestrutura, foi fornecida pelo Exército Soviético.[1][2]

Ver tambémEditar

Referências

  1. «"Lista da literatura principal sobre o terremoto de Asgabade"». Herald of the DGGGMS RAS. 31 de agosto de 2003. Consultado em 18 de maio de 2021 
  2. «CATÁLOGO DE TERREMOTOS PAGER-CAT». Serviço Geológico dos Estados Unidos. 1 de junho de 2008. Consultado em 18 de maio de 2021