The Four Feathers (1939)

filme de 1939 dirigido por Zoltan Korda

The Four Feathers é um filme épico britânico de 1939, dirigido por Zoltan Korda para a United Artists e London Films. Ambientado no final do século XIX, durante o reinado da Rainha Vitória, é uma adaptação para o cinema do livro de A.E.W. Mason de 1902. Filmado em Technicolor e com locações no Sudão.[3]

The Four Feathers
As Quatro Plumas[1], ou
As Quatro Penas Brancas[2]
 (BRA)
John Clements e Ralph Richardson em cena do filme
 Reino Unido
1939 •  technicolor •  130 min 
Direção Zoltan Korda
Produção Alexander Korda
Roteiro R. C. Sherriff(roteiro)
Lajos Bíró(roteiro)
Arthur Wimperis(roteiro)
A.E.W. Mason (livro de 1902)
Elenco John Clements
June Duprez
Ralph Richardson
Gênero épico
guerra
Música Miklós Rózsa
Idioma inglês
árabe

ElencoEditar

SinopseEditar

Segundo os letreiros iniciais, em 1885 as forças britânicas colonialistas do General Gordom são cercadas em Cartum e o líder militar é morto, o que causa a expulsão dos europeus do Sudão. Nessa época, Harry Faversham é o sensível filho pequeno de um rigoroso ex-general da Guerra da Crimeia que teme que ele se torne um covarde e pede aos amigos soldados veteranos que ajudem o menino a seguir a carreira militar. Dez anos depois, Harry é oficial do Regimento Royal North Surrey que é chamado para se juntar ao exército de Sir Herbert Kitchener durante a Guerra Mahdista. Os britânicos são aliados do Egito e tentam reconquistar o Sudão governado pelo califa (referência a Abdallahi ibn Muhammad). Harry está convencido que se acovardará na batalha como temia seu pai e antes da partida, resolve sair do exército, uma vez que o pai está morto e a jovem esposa Ethne Burroughs aparentemente o apoia. Seus três amigos, os oficiais Capitão John Durrance e os Tenentes Burroughs e Willoughby, não o perdoam e lhes enviam um pequeno estojo com três penas brancas (sinal que o consideram um covarde). A quarta pena Harry atribui à esposa, que também se envergonha de seu ato. Harry confidencia seus temores a um velho amigo de seu pai, o ex-cirurgião militar Dr. Sutton, que assegura ao rapaz não ser ele um covarde. Arrependido e decidido a recuperar sua honra, Harry quer voltar ao seu antigo regimento mas é avisado que as tropas estão rodeadas de inimigos no deserto. Ele então vai ao Egito, onde, com a ajuda do médico local Dr. Harraz, amigo do Dr. Sutton, se disfarça de nativo. Com muitas dificuldades ele se encontra com seu regimento em Ondurmã ainda disfarçado, mas não consegue livrá-los da derrota. Após a batalha, Durrance fica cego e os outros dois amigos são feitos prisioneiros do califa. A única esperança deles é Harry que tentará salvá-los e devolver-lhes as penas brancas, recuperando sua honra.

Outras adaptaçõesEditar

RecepçãoEditar

A versão de 1939 é amplamente considerada como a melhor das numerosas adaptações do livro.[4][5][6] O crítico Michael Sragow elogia "a corajosa magia do filme", considerando-lhe e ao posterior Lawrence of Arabia (1962), como (tradução livre) "os mais dolorosamente belos de todos os espetáculos do deserto".[4] "Eles [equipe técnica] e elenco fazem tão bem seus trabalhos que a ação se torna poética".[4] A resenha de Time Out cita a "excelente filmagem em Technicolor... e as consistentes performances ao redor".[6] Foi classificado com 100% freshness pelo site Rotten Tomatoes.[7]

Indicações a prêmiosEditar

Veja tambémEditar

  • Khartoum, filme de 1966 que trata do eventos da morte do General Gordon.

Referências

  1. As Quatro Plumas no CinePlayers (Brasil)
  2. Azeredo, Ely (9 de março de 1953). «As Quatro Penas Brancas». Tribuna da Imprensa (Rio de Janeiro), p. 2. Consultado em 22 de janeiro de 2018 
  3. «The Four Feathers - The 1939 Epic on DVD». Turner Classic Movies. Consultado em 5 de setembro de 2013 
  4. a b c Michael Sragow (11 de outubro de 2011). «The Four Feathers: Breaking the British Square». The Criterion Collection. Consultado em 5 de setembro de 2013 
  5. Dennis Schwartz (2 de novembro de 2011). «Four Feathers, The». Consultado em 5 de setembro de 2013 
  6. a b «The Four Feathers». Time Out. Consultado em 5 de setembro de 2013 
  7. «The Four Feathers (1939)». Rotten Tomatoes. Consultado em 5 de setembro de 2013 

Ligações externasEditar