Theodolinda Hahnsson

escritora finlandesa

Sofia Theodolinda Hahnsson (nascida Limón; 1838 - 1919) foi uma escritora e tradutora finlandesa.[1][2] Ela foi a primeira autora conhecida a escrever em finlandês.[3][4][5] Uma figura significativa na sociedade literária de Hämeenlinna, ela publicou vários contos populares, romances e peças sociais, alguns dos quais apareceram em jornais.[6]

EscritaEditar

A escrita de Theodolinda representava um idealismo romântico matizado com cristianismo e patriotismo. Os seus escritos também levantaram questões sociais, como pobreza e o poder do pai em decidir o casamento da filha.[7] Ela é mais conhecida pelo seu romance Huutolaiset de 1887, onde retrata as duas fases huutolaissus da sua vida. Ela foi mais activa durante as décadas de 1870 e 1880 com a sua escrita. Após o seu segundo casamento, ela passou a fazer traduções.[7]

Referências

  1. Robinson, Douglas (6 de março de 2017). Aleksis Kivi and/as World Literature (em inglês). [S.l.]: Brill Publishers. ISBN 978-90-04-34026-8 
  2. Kotilainen, Sofia (27 de março de 2019). Literacy Skills as Local Intangible Capital: The History of a Rural Lending Library c. 1860 - 1920 (em inglês). [S.l.]: BoD - Books on Demand. ISBN 978-952-222-739-3 
  3. «Naiset vaikuttivat suomen kielen kehittymiseen hellan ja koulun välissä». yle.fi (em finlandês). Consultado em 7 de junho de 2021 
  4. Ahokas, Jaakko; Ahokas, Jaakko A. (1973). A History of Finnish Literature (em inglês). [S.l.]: Taylor & Francis. ISBN 978-0-87750-172-5 
  5. «Paljon ennen Aleksis Kiveä Suomessa oli naisten kirjoittamia romaaneja naisista – Miksi Suomen ensimmäiset romaanit ja romaanikirjailijat on unohdettu?». Helsingin Sanomat (em finlandês). 4 de novembro de 2018. Consultado em 2 de junho de 2021 
  6. Edelfelt, Albert; Estlander, Carl Gustaf (1894). Finland in the Nineteenth Century (em inglês). [S.l.]: F. Tilgmann 
  7. a b Temair, Ishbel Gordon Marchioness of Aberdeen and (1900). The International Congress of Women of 1899 (em inglês). [S.l.]: T. Fisher Unwin