Thomas Wyatt

Poeta inglês

Sir Thomas Wyatt (1503 - 11 de outubro de 1542) foi um poeta inglês que viveu no século XVI.

Thomas Wyatt
Nascimento 1503
Maidstone
Morte 11 de outubro de 1542
Londres
Sepultamento Sherborne Abbey
Cidadania Reino da Inglaterra
Progenitores
  • Henry Wyatt
  • Anne Skinner
Cônjuge Elizabeth Brooke, Elizabeth Brooke
Filho(s) Frances Wyatt, Thomas Wyatt
Alma mater
Ocupação poeta, diplomata, escritor, político, tradutor
Thomas Wyatt

VidaEditar

Thomas nasceu no castelo de Alligton, no norte de Maidstone, em Kent, apesar da sua família ser original de Yorkshire.[1] Thomas foi um dos 5 filhos de Henry Wyatt.[2] Sir Thomas estudou no St John's Colledge, em Cambridge. Depois de acabar os estudos, foi para a corte do rei Henrique VIII de Inglaterra, onde o pai tinha um cargo de confiança.

Em 1521, Sir Thomas casou-se com Elizabeth Brooke (1503 – 1560), irmã do 9.º Barão de Cabham, George Brooke (c. 1497-1558).[1] Um ano depois Thomas Wyatt teve o seu primeiro filho Thomas Wyatt, o filho, mais conhecido por ter sido o líder rebelde durante o reinado da rainha Maria I, e mais tarde também tiveram uma filha chamada Anne.

Thomas Wyatt separou-se da esposa, por causa da mulher o trair com outros homens.[1] Depois de ter conhecido Ana Bolena antes de ela ter a sua relação com o rei Henrique VIII e, segundo alguns dizem, de se ter apaixonado por ela, ele também conheceu a sua amante e musa Elizabeth Durrell. Elizabeth Durrel deu a Thomas Wyatt três filhos Henry (que morreu ainda na infância), Francis e Edward.

Sir Thomas acompanhou Sir John Russel a Roma para ajudar com o pedido de anulamento do casamento do rei Henrique VIII com Catarina de Aragão, que foi feito ao Papa Clemente VII, para que assim o rei pudesse casar livremente com Ana Bolena.[3] De acordo com algumas fontes, Thomas Wyatt foi capturado pelo exército do imperador Carlos V da Alemanha, quando estes invadiram Roma e fizeram prisioneiro o Papa em 1527. Mas Thomas Wyatt conseguiu fugir e voltou para Inglaterra.

Sir Thomas também acompanhou o rei e Ana Bolena a Calais onde passariam algum tempo juntos. Em janeiro de 1533, Ana Bolena disse a Thomas que tinha um desejo repentino por maçãs e foi então que o rei pensou que Ana estaria grávida. E foi assim que a corte descobriu que Ana bolena e Henrique já estavam casados. Na coroação de Ana Bolena, Thomas fez o papel de Chefe Ewer.[3] Thomas e Ana tinham uma grande relação de amizade.

Em 1535, Sir Thomas foi condecorado cavaleiro. Em Maio de 1536 foi preso na Torre de Londres, por ter tido uma discussão com o cunhado do rei, Charles Brandon, e principalmente por ser considerado um dos 7 suspeitos de ser amante de Ana Bolena. Na sua estadia na Torre, Thomas assistiu da janela da cela à execução dos 5 homens condenados por serem amantes de Ana Bolena, e da própria Ana Bolena, em 19 de maio de 1536. Foi libertado mais tarde nesse ano devido à sua amizade, ou à amizade do pai, com Thomas Cromwell e retornou aos seus deveres. Thomas escreveu um poema sobre a experiência que teve na Torre de Londres e declarou que na sua opinião Ana era inocente.

Em 1540, Thomas foi de novo acusado de traição, mas graças à quinta esposa do rei Henrique VIII, Catarina Howard, foi-lhe concedido o perdão completo e Thomas continuou com as suas funções de embaixador que já anteriormente tivera. E também, em 1540, o rei Henrique VIII obrigou Thomas Wyatt e Elizabeth Brooke a reconciliarem-se. Em 1542 pensa-se que Elizabeth Brooke teve um caso com o próprio rei.

Nove dos seus poema foram publicados durante a sua vida. Ele e Henry Howard foram os primeiros a usar a forma do soneto em Inglaterra.[3] Thomas escreveu vários poemas de amor e acredita-se que muitos deles foram sobre Ana Bolena como o poema "Whoso list to hunt" e também sobre Elizabeth Darrell, sua amante.

Thomas Wyatt está supultado na Abadia de Sherborne, em Dorset.[3]

Referências

  1. a b c «Sir Thomas Wyatt Facts». Your Dictionary. Consultado em 5 de dezembro de 2019 
  2. Robinson, Mr Jon (2013). Court Politics, Culture and Literature in Scotland and England, 1500-1540 (em inglês). Farnham: Ashgate Publishing, Ltd. pp. 75–76. ISBN 978-1-4094-7503-3 
  3. a b c d «WYATT, Sir Thomas I (by 1504-42), of Allington Castle, Kent.». History of Parliament Online. Consultado em 5 de dezembro de 2019 


  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.