Tom e Jerry: O Filme

(Redirecionado de Tom and Jerry: The Movie)
Tom e Jerry: O Filme
Tom and Jerry — The Movie.png
Pôster original de lançamento.
 Estados Unidos Alemanha
1992 •  cor •  84 min 
Direção Phil Roman
Produção Phil Roman
Produção executiva Roger Mayer
Jack Petrik
Hans Brockmann
Justin Ackerman
Roteiro Dennis Marks
Baseado em Tom & Jerry de
William Hanna e
Joseph Barbera
Elenco Richard Kind
Dana Hill
Anndi McAfee
Sydney Lassick
Henry Gibson
Michael Bell
Rip Taylor
Tony Jay
Ed Gilbert
David L. Lander
Tino Insana
Charlotte Rae
Género animação, comédia, musical, aventura, drama
Música Henry Mancini
(instrumental e canções)
Leslie Bricusse
(co-escritor das canções)
Companhia(s) produtora(s) Turner Entertainment
Film Roman
Live Entertainment
WMG Film
Distribuição Alemanha Turner Pictures
Estados Unidos Miramax Films
Brasil Video Arte do Brasil
Lançamento Alemanha 1 de outubro de 1992
Estados Unidos 30 de julho de 1993[1]
Idioma inglês
Orçamento US$ 3,5 milhões
Receita US$ 3.560.469[2]
Página no IMDb (em inglês)

Tom e Jerry: O Filme (em inglês: Tom and Jerry: The Movie) é um filme de animação germânico-americano dos gêneros musical, comédia, buddy e drama lançado em 1992. O filme é baseado na aclamada série de animação Tom & Jerry criada por William Hanna e Joseph Barbera, sendo o primeiro longa teatral dos personagens, bem como seu retorno ao cinema depois de vinte e cinco anos.[3]

Produzido e dirigido por Phil Roman, o filme conta com as vozes de Richard Kind, Dana Hill (em sua última atuação antes de sua morte), Anndi McAfee, Tony Jay, Rip Taylor, Henry Gibson, Michael Bell, Ed Gilbert, David L. Lander, Howard Morris e Charlotte Rae. O filme segue a história de Tom e Jerry, um gato e um rato que, após ficarem desabrigados depois de sua casa ser destruída, conhecem e ajudam uma garotinha a escapar de sua tia abusiva que odeia crianças a fim de encontrar seu perdido pai, que está presumido morto depois de desaparecer durante uma escalada nas montanhas do Tibete. Quebrando uma tradição dos desenhos originais, onde os curtas retratavam Tom e Jerry predominantemente mudos, a dupla protagonista mostrou-se bastante falante neste filme.

Depois de ser lançado na Alemanha em 1º de outubro de 1992 pela Turner Pictures, Tom & Jerry: The Movie estreou nos cinemas norte-americanos em 30 de julho de 1993 sendo distribuído pela Miramax Films, uma subsidiária da Disney. O filme tornou-se uma bomba de bilheteria, faturando um pouco menos de US$ 3,6 milhões em todo o mundo, contra um orçamento de US$ 3,5 milhões, e recebeu críticas predominantemente negativas dos fãs e críticos de cinema pelo uso do diálogo dos personagens centrais, pelas canções apresentadas, seu conteúdo sombrio, falta de foco nos personagens-título e suas piadas sem originalidade copiadas de elementos de alguns vilões de clássicos da Disney como A Pequena Sereia (1989) e The Rescuers (1977), embora a animação tenha sido elogiada.

EnredoEditar

Enquanto se mudam para uma nova casa com sua dona, Tom persegue Jerry como de costume, resultando com o gato prendendo Jerry dentro de seu buraco de rato na parede pregando tábuas de madeira nela. Contudo, após perder a van de sua dona, que sai rumo ao novo endereço para se mudar, Tom é forçado a ficar em casa depois de inadvertidamente irritar um buldogue na rua; a casa é demolida na manhã seguinte, com Tom salvando Jerry no último instante antes da destruição completa da casa, deixando os dois sem-teto.

Vagando pela cidade em busca de abrigo, a dupla conhece um cachorro chamado Puggsy e seu amigo pulga chamado Frankie, e ao se apresentarem, falam normalmente pela primeira vez; após Tom e Jerry discutirem, Puggsy e Frankie convencem a dupla a serem amigos. Enquanto encontram comida em algumas latas de lixo próximas, Puggsy e Frankie são capturados por dois caçadores de cães, enquanto Tom acaba se envolvendo em uma briga com outros gatos de rua, mas Jerry o salva abrindo uma tampa de bueiro, fazendo o bando cair dentro dele.

Um pouco depois à noite, enquanto perambulam novamente pelas ruas da cidade, a dupla se encontra com uma garota de oito anos chamada Robyn Starling, que sempre vive fugindo de casa desde que sua mãe morreu quando ela ainda era bebê e seu pai foi dado como morto depois de sofrer uma avalanche durante uma expedição de escalada nas montanhas do Tibete; Robyn conta aos dois que, desde então, passou a morar com sua tia malvada Pristine Figg e seu cão Ferdinand, um animal obeso que usa um skate para se movimentar. Apesar das apreensões de Robyn, Tom e Jerry convencem-na a voltar para casa, após serem encontrados por um policial acionado por Figg.

Após serem levados para casa junto com Robyn, Tom e Jerry se envolvem em uma enorme briga por comida com Ferdinand na cozinha, causando fúria em Figg; Jerry, mais tarde, ouve escondido uma conversa entre Figg e seu advogado Lickboot onde eles descobrem que o pai de Robyn sobreviveu à avalanche, fazendo com que o plano deles de ficar com a herança da família Starling no lugar de Robyn falhe. Para isso, Figg e Lickboot decidem esconder de Robyn a notícia de que seu pai está vivo e jogam o telegrama da notícia na lareira, mas Jerry resgata o papel para mostrar à garotinha. Jerry encontra Tom e conta a novidade para ele, a qual também se anima para falar para Robyn; contudo, Figg acaba encontrando a dupla com o papel do telegrama e os envia para um abrigo de animais administrado pelo Dr. Applecheek, que é um cruel sequestrador de animais e o chefe dos dois caçadores de cães que pegaram Puggsy e Frankie anteriormente.

Reunindo-se com Puggsy e Frankie nas celas, Tom e Jerry planejam uma fuga, libertam todos os animais capturados por Applecheek e seus capangas (entre eles Droopy) e correm de volta para a mansão de Robyn para lhe contar as novidades. Animada com a notícia, Robyn fica determinada a encontrar seu pai no Tibete e eles fogem novamente da casa escapando da cidade em uma jangada no rio, mas eles são subitamente atingidos por um navio, com Robyn separando-se de Tom e Jerry. Figg estipula uma falsa recompensa de um milhão de dólares para quem encontrar Robyn enquanto o pai da menina é alertado sobre a situação de sua filha e voa de volta para a América para encontrá-la.

Robyn é então encontrada pelo capitão Kiddie, que é dono de um parque de diversões onde ele a acolhe amigavelmente até ver um anúncio da recompensa pela garota em uma caixa de leite com a ajuda de seu boneco ventríloquo Squawk; ele então prende Robyn no topo de uma roda-gigante e entra em contato com Figg para pegar a recompensa. Tom e Jerry surgem e encontram Robyn na roda gigante e a liberam do topo do brinquedo enquanto Kiddie dorme próximo do painel de controle da atração esperando a chegada de Figg. Tom, Jerry e Robyn fogem em um barco a vapor com rodas de pás de Kiddie pelo rio quando Figg, Lickboot, Applecheek e seus capangas chegam, resultando em uma longa perseguição que termina com os caçadores de cães acabando presos na roda gigante e Kiddie e Applecheek sendo deixados afundando no rio após um evitável acidente, sendo despistados pelo trio fugitivo.

Tom, Jerry e Robyn chegam à cabana de verão de Robyn, construída por seu pai, para se esconderem, mas Figg, Lickboot e Ferdinand chegam lá primeiro. Num conflito que se segue, um lâmpada de querosene é acidentalmente derrubada, iniciando um incêndio que consome toda a cabana; Figg, Lickboot e Ferdinand fogem do imóvel em chamas com Figg arrombando a porta, mas Lickboot inadvertidamente tropeça no skate de Ferdinand, no qual caem no barco de Kiddie usado por Robyn, que é ligado acidentalmente depois que Ferdinand move o leme do navio inadvertidamente e navega fora de controle pelo rio, afastando-os do trio. Tom e Jerry conseguem levar Robyn para o telhado enquanto as chamas destroem a cabana quando o pai da garota chega em um helicóptero; Robyn é resgatada, mas seu pai não consegue salvar Tom e Jerry a tempo antes da cabana finalmente desabar. Por sorte, a dupla consegue sobreviver.

Depois disso, Robyn finalmente se reúne com o seu pai e adota Tom e Jerry como seus animais de estimação e os levam para sua nova casa. Em um momento onde parece que eles reataram uma amizade, Tom retoma suas travessuras contra Jerry quando Robyn e seu pai estão fora de vista, para os quais o filme termina com a dupla se perseguindo mais uma vez.

Elenco originalEditar

MúsicaEditar

Canções originaisEditar

  1. "Friends to the End" – Pugsy, Frankie, Tom, Jerry
  2. "What Do We Care? (The Alley Cats' Song)" – Gangue dos gatos
  3. "Money Is Such a Beautiful Word" – Pristine Figg, Lickboot
  4. "God's Little Creatures" – Dr. Applecheek
  5. "I Miss You (Robyn's Song)" – Robyn
  6. "I've Done It All" – Capitão Kiddie, Squawk
  7. "Finale (Friends to the End)"
  8. "I Miss You" (End Title) – Stephanie Mills
  9. "All in How Much We Give" – Stephanie Mills

Trilha sonoraEditar

Tom and Jerry: The Movie – Original Motion Picture Soundtrack
Trilha sonora de Henry Mancini
Lançamento 20 de julho de 1993
Gravação 1991
Gênero(s) Orquestra
Pop
Gravadora(s) MCA Records (lançamento original)
Geffen Records (relançamento em 2005)
Produção Henry Mancini, Leslie Bricusse
Cronologia de Henry Mancini
 
Married to It
(1991)
Son of the Pink Panther
(1993)
 

Um álbum da trilha sonora foi lançado pela MCA Records em 1993 (relançado pela Geffen Records em 2005) e incluiu tanto as canções (compostas por Henry Mancini com letras de Leslie Bricusse) quanto a partitura do filme, composta por Henry Mancini.[4] A música pop dos créditos finais "All in How Much We Give" foi escrita por Jody Davidson.

Todas as canções escritas e compostas por Henry Mancini. 

N.º Título Duração
1. "All in How Much We Give" (Stephanie Mills)  
2. "Friends to the End" (Ed Gilbert, David Lander, Richard Kind, Dana Hill)  
3. "What Do We Care? (The Alley Cats' song)" (Raymond McLeod, Michael D. Moore, Scott Wojahn)  
4. "God's Little Creatures" (Henry Gibson)  
5. "(Money is Such) A Beautiful Word" (Charlotte Rae, Tony Jay)  
6. "I Miss You (Robyn's Song)" (Anndi McAfee)  
7. "I've Done It All" (Rip Taylor, Howard Morris)  
8. "Theme from Tom and Jerry (Main title)"    
9. "Homeless"    
10. "We Meet Robyn"    
11. "Food Fight Polka"    
12. "Meet Dr. Applecheek"    
13. "Chase"    
14. "Escape from the Fire"    
15. "Finale (Friends to the End)"    
16. "Tom and Jerry Theme (Pop Version)"    

Lançamento e recepçãoEditar

ComercialEditar

Tom e Jerry: O Filme estreou nos cinemas dos Estados Unidos e do Canadá em 30 de julho de 1993, ao lado de Sol Nascente, Robin Hood: Men in Tights e So I Married an Axe Murderer;[2] no ranking doméstico, o filme amargou a décima quarta posição nas bilheterias norte-americanas. No mundo, o filme arrecadou apenas US$ 3.560.469, tornando-o financeiramente mal sucedido, considerando seu orçamento de cerca de US$ 3,5 milhões.

CríticaEditar

O filme foi mal recebido pela crítica especializada em geral. Joseph McBride, da revista Variety, fez uma crítica negativa ao filme, dizendo que as falas de Tom e Jerry no filme "não entrarão para a história do cinema assim como as primeiras falas da atriz Greta Garbo em Anna Christie".[5] Charles Solomon, do jornal Los Angeles Times, analisou as músicas do filme e a direção de Phil Roman.[6] Hal Hinson, do Washington Post, criticou os diálogos entre o gato e o rato e disse que as vozes "não se encaixam nos personagens"; Hinson também reclamou que as faixas musicais são "tão esquecíveis quanto são intoleravelmente saltitantes e otimistas".[7]

Gene Siskel e Roger Ebert deram ao filme a classificação "Two Thumbs Down" (dois polegares abaixo) em seu programa Siskel & Ebert. Embora tenham elogiado a animação, a aparência e o design artístico verdadeiro dos curtas animados, eles não pensaram que foi uma boa ideia introduzir diálogos nos dois personagens principais, bem como sentiram falta de mais piadas bobas como na época das clássicas animações antigas e acharem que a personagem Robyn Starling chamou mais atenção no filme do que os próprios Tom e Jerry. Por outro lado, Vincent Canby, do The New York Times, deu uma crítica mais positiva, elogiando a partitura instrumental de Mancini e as faixas musicais apresentadas no filme.[8]

No agregador de críticas Rotten Tomatoes, Tom e Jerry: O Filme possui 14% de críticas positivas com base em catorze resenhas.[9]

Lançamento em outras mídiasEditar

Home videoEditar

O filme foi lançado em VHS e Laserdisc em 26 de outubro de 1993 pela Family Home Entertainment.[10] Foi relançado em VHS em 2 de março de 1999 e lançado em DVD em 26 de março de 2002 nos Estados Unidos e em 26 de setembro de 2008 na Alemanha[11] pela Warner Home Video. Apesar do filme ter sido lançado em VHS no Reino Unido pela First Independent Films, Tom and Jerry: The Movie jamais foi lançado em DVD naquele país até agora.[12]

No Brasil, o filme foi lançado em VHS pela Vídeo Arte do Brasil, que também havia feito a distribuição do filme nos cinemas. Já no lançamento em DVD, a Warner Home Video ficou responsável pela comercialização do mesmo.[carece de fontes?]

VideogamesEditar

Um videogame homônimo baseado no filme foi lançado para o Sega Master System em 1 de outubro de 1992 e Sega Game Gear em julho de 1993,[13] seguido por um jogo portátil da Tiger Electronics lançado no mesmo ano.

Posteriormente um outro videojogo do filme chamado Tom and Jerry: Frantic Antics foi lançado para as plataformas Game Boy em 2 de outubro de 1993[14] e Sega Genesis em dezembro de 1993[15] pela Hi-Tech Expressions e Altron, respectivamente.

Ligações externasEditar

Referências

  1. Solomon, Charles (30 de julho de 1993). «Movie Review: Tom and Jerry': A Bland Cat-and-Mouse Chase : The formulaic story feels like a rerun and borrows characters from many other classics.». Los Angeles Times. Consultado em 7 de outubro de 2011 
  2. a b «Tom and Jerry: The Movie». Box Office Mojo. Amazon.com. Consultado em 22 de novembro de 2008 
  3. Barbera, Joe (1992). My Life in 'Toons: From Flatbush to Bedrock in Under a Century. Atlanta, GA: Turner Publishing. pp. 234–239. ISBN 1-57036-042-1  Verifique o valor de |url-access=registration (ajuda)
  4. «Tom and Jerry: The Movie [Original Soundtrack] - Henry Mancini - Songs, Reviews, Credits - AllMusic». AllMusic 
  5. McBride, Joseph (1 de outubro de 1992). «Review of Tom and Jerry: The Movie». Variety. Reed Business Information. Consultado em 11 de setembro de 2011 
  6. Solomon, Charles (30 de julho de 1993). «Movie Review: Tom and Jerry': A Bland Cat-and-Mouse Chase : The formulaic story feels like a rerun and borrows characters from many other classics.». Los Angeles Times. Consultado em 7 de outubro de 2011 
  7. Hinson, Hal (30 de julho de 1993). «Tom and Jerry». The Washington Post. Consultado em 7 de outubro de 2011. Cópia arquivada em 1 de dezembro de 2017 
  8. Canby, Vincent (30 de julho de 1993). «Movie Review – Tom & Jerry: The Movie». The New York Times. Consultado em 7 de outubro de 2011 
  9. «Tom and Jerry – The Movie». Rotten Tomatoes. Flixster. Consultado em 11 de setembro de 2017 
  10. «Tom and Jerry the Movie [VHS] (1993)». amazon.com. Consultado em 25 de janeiro de 2012 
  11. «Tom und Jerry - Der Film: Amazon.de: Phil Roman, Janet Hirshenson, Richard Kind, Dennis Marks, Justin Ackerman, Bill Schultz, Jane Jenkins, Hans Brockmann, Dana Hill, Roger Mussenden, Anndi McAfee, Jack Petrik, Tony Jay, Rip Taylor, Henry Gibson, Michael Bell, Don Messick, David L. Lander, Charlotte Rae, Howard Morris, Henry Mancini: Amazon.de». www.amazon.de. Consultado em 28 de setembro de 2019 
  12. «Tom and Jerry – The Movie (1992)». amazon.com. Consultado em 25 de janeiro de 2012 
  13. August/September 1993 (PDF). United States: Sega Visions. 1993. p. 104. Consultado em 6 de setembro de 2019 
  14. «Tom and Jerry: Frantic Antics (Game)». Giant Bomb (em inglês). Consultado em 6 de setembro de 2019 
  15. January 1994 (PDF). United States: GamePro. 199x. p. 64. Consultado em 6 de setembro de 2019