Abrir menu principal
Touro I
Estátua de Mim, um dos dois Colossos de Copto, no qual há um grafite com o nome Touro
Faraó no Alto Egito
Antecessor(a) Elefante?
Sucessor(a) Boi I?
 
Dinastia 00
Religião Politeísmo egípcio

Touro I era um faraó (rei) do Antigo Egito, que reinou em data incerta em algum momento entre o final de Nacada IIc e começo de Nacada IIIa (3500–3220/3200 a.C.).[1] Seu nome foi achado num grafite nos Colossos de Copto encontrados no templo do deus Mim em Copto e cerâmicas do Túmulo U-j de Abidos de Escorpião I. Em sua reconstrução, Günter Dreyer estipulou que reinou após Elefante e antes de Boi I. Touro, e demais, são historiograficamente agrupados na dinastia 00. Outros estudiosos, como Francesco Raffaele, trabalham com a hipótese de que, na verdade, Touro pode ser o nome de um lugar ou outra coisa.[2]

Em Gebel Tjauti, há um grafite de Escorpião I capturando um indivíduo, talvez um rei local, atrás do qual aparece um suposto estandarte de touro. Talvez seja uma referência à captura desse faraó, cuja sede de poder poderia ter sido Nacada (segundo sugestão de Francesco Raffaele), mas todas essas associações são mera suposição.[2]

Referências

BibliografiaEditar