Abrir menu principal

Travessia Régis Bittencourt

conjunto de quatro pontes entre o Rio Jacuí e o Lago Guaíba, na entrada de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde maio de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Nota: Não confundir com Rodovia Régis Bittencourt

A Travessia Régis Bitencourt é um conjunto de quatro pontes entre o Rio Jacuí e o Lago Guaíba, na entrada de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. A travessia tem um total de 7,7 km de extensão e é integrada pela Ponte do Guaíba (1.100 m), pela Ponte do Canal Furado Grande (344 m), pela Ponte do Saco da Alemoa (774 m) e, finalmente, pela Ponte do Rio Jacuí (1.760 m), na intersecção da BR-116 com a BR-290. É chamada por muitas pessoas de "Travessia Getúlio Vargas", mas este não é seu nome oficial. A confusão ocorre devido a episódio acontecido no final da década de 1950, alguns meses após sua inauguração, em dezembro de 1958. Ao assumir o governo do Rio Grande do Sul em 1959, Leonel Brizola realizou uma solenidade para a troca de nome, visando homenagear seu mentor político Getúlio Vargas. No entanto, a troca nunca foi homologada por parte do governo federal.[1] Seu trajeto é praticamente o mesmo da rota de aproximação para a cabeceira 11 do Aeroporto Internacional Salgado Filho, então, às vezes, é possível ver aviões preparando-se para pousar no aeroporto. Seu nome é em homenagem a Régis Bittencourt, engenheiro e ex-presidente do Departamento Nacional de Estradas de Rodagem (DNER).

Ponte do Guaíba
Nome oficial 1ª Ponte da Travessia Régis Bittencourt (Getulio Vargas)
Data de abertura 28 de dezembro de 1958
Dimensões e tráfego
Comprimento total 1,100 km
Altura máxima 24 m
Maior pilar 43 m
Tráfego 30 mil carros/dia
Geografia
Via 2 faixas da BR-290
Cruza Lago Guaíba
Localização Porto Alegre,  Rio Grande do Sul,  Brasil
Coordenadas 29° 59′ 51,71″ S, 51° 12′ 28,1″ O
Ponte do Canal Furado Grande
Nome oficial 2ª Ponte da Travessia Régis Bittencourt
Data de abertura 28 de dezembro de 1958
Dimensões e tráfego
Comprimento total 344 m
Altura máxima ?
Maior pilar ?
Tráfego 30 mil carros/dia
Geografia
Via 2 faixas da BR-290
Cruza Rio Jacuí
Localização Porto Alegre,  Rio Grande do Sul,  Brasil
Coordenadas 29° 59′ 34,41″ S, 51° 13′ 22,36″ O
Ponte do Saco da Alemoa
Nome oficial 3ª Ponte da Travessia Régis Bittencourt
Data de abertura 28 de dezembro de 1958
Dimensões e tráfego
Comprimento total 774 m
Altura máxima ?
Maior pilar ?
Tráfego 30 mil carros/dia
Geografia
Via 2 faixas da BR-290
Cruza Rio Jacuí
Localização Porto Alegre,  Rio Grande do Sul,  Brasil
Coordenadas 29° 59′ 17,95″ S, 51° 14′ 13,35″ O
Ponte do Rio Jacuí
Nome oficial 4ª Ponte da Travessia Régis Bittencourt
Data de abertura 28 de dezembro de 1958
Dimensões e tráfego
Comprimento total 1,760 km
Altura máxima ?
Maior pilar ?
Tráfego 30 mil carros/dia
Geografia
Via 2 faixas da BR-290
Cruza Rio Jacuí
Localização Porto Alegre,  Rio Grande do Sul,  Brasil
Coordenadas 29° 59′ 29,05″ S, 51° 16′ 13,63″ O

Referências

  1. Freitas, Eduardo Pacheco (1 de agosto de 2016). «Travessia Régis Bittencourt ou Travessia Getúlio Vargas?: Lutas simbólicas em torno da denominação oficial da Ponte do Guaíba». Semina - Revista dos Pós-Graduandos em História da UPF. 15 (1). ISSN 1677-1001