Abrir menu principal

Tributo ao Inédito é o nome de um projeto musical que surgiu da iniciativa de bandas e artistas cariocas do cenário independente, em junho de 2002. O objetivo do projeto foi o de vencer as barreiras dos grandes veículos de comunicação e divulgar nacionalmente os nomes de cada um dos envolvidos.[1]

Deste projeto, foram lançados 3 CD's e o 4º foi um albúm virtual.


Índice

Prêmios e IndicaçõesEditar

  • Em 2003, o volume 2 foi eleito pelo jornal "O Globo", como o melhor disco do ano.[2]
  • Em 2006, o volume 3 foi o vencedor do "Prêmio London Burning", que é uma das principais premiações voltadas à música independente do Brasil.[3]

CDsEditar

Nos álbuns, cada uma das 10 bandas toca duas músicas.

Tributo ao Inédito - Uma Compilação com 10 Bandas CariocasEditar

Também conhecido por Tributo Ao Inédito Vol. 1 foi lançado em 2002 com o selo Tamborete,[4] e vendeu 3.000 cópias.[5]

Uma curiosidade deste álbum é que o músico Vital, vocalista da banda Jason, tem 4 músicas na coletânea, pois além do Jason, ele está na banda Jimi James que é totalmente oposta à primeira, portanto bem mais leve.

FaixasEditar

1.Nem Santo Nem Reza (Jimi James)
2.Dias de Paz (Jimi James)
3.O Espírito do Rato (Zumbi do Mato)
4.Efeito Moral (Zumbi do Mato)
5.Vai Por Mim (Mandril)
6.Deixa Pra Lá (Mandril)
7.Dança das Cadeiras (Brasov)
8.Sereias (Brasov)
9.Hoje (Mim)
10.A Mancha (Mim)
11.Prato Principal (Leela)
12.Qualquer Um (Leela)
13.Segunda-feira (Rogério Skylab)
14.É Tudo Falso (Rogério Skylab)
15.El Miedo (Bia Grabois)
16.O Homem (Bia Grabois)
17.Quando A Bomba Bater Na Janela do Seu Quarto (Jason)
18.Mascarado (Jason)
19.Vozes (Vulgue Tostoi)
20.Piercing (Vulgue Tostoi)

Tributo ao Inédito 2Editar

Mais conhecido por Tributo Ao Inédito Vol. 2, foi lançado no dia 08 de Setembro de 2003. Foi eleito pelo jornal "O Globo", como o melhor disco de 2003[2]

FaixasEditar

[6][5] 01.Mantra (Djangos)
02.Onda e Concreto (Djangos)
03.A Balada da Pistoleira (Nelson e os Gonçalves)
04.O Sombrero (Nelson e os Gonçalves)
05.Pegar ou Largar (Jimi James)
06.Um Dia de Cada Vez (Jimi James)
07.Samba Dia (Gabriel Muzak)
08.Rude Boy (Gabriel Muzak)
09.Se For Me Leva (Mandril)
10.Nós Estamos Aqui (Mandril)
11.Transparência do Mal (Jason)
12.Verbo (Jason)
13.Enquanto (MarthaV)
14.Não Quero Não Dizer (MarthaV)
15.Minha Sanfona Tornou-se Um Pestanão Cheio de Amigo... (Zumbi do Mato)
16.Estamos em Breve (Zumbi do Mato)
17.Trilha Sonora (Grave!)
18.O Equilíbrio e o Caos (Grave!)
19.Como Quiser (Cabeçudoss)
20.Posso Dizer (Cabeçudoss)

Tributo Ao Inédito 3Editar

O terceiro volume foi lanádo em 2004.[7] Em 2006, foi o vencedor do "Prêmio London Burning"[3]

FaixasEditar

01. Clube dos 5 (MarthaV)
02. Tema Livre (MarthaV)
03. Fale Com Ela (Rabú Gonzalez)
04. Vou Me Dar Bem (Rabú Gonzalez)
05. Olhos a Mirar (Paredevinil)
06. Ser Persistente (Paredevinil)
07. Menina Popular (Nelson e os Gonçalves)
08. O Que Sei (Nelson e os Gonçalves)
09. Matriz (Ramirez)
10. Me Diz (Ramirez)
11. O Segredo (Uzômi)
12. Me Chamo Calado (Uzômi)
13. 20 Bus K (Löis Lancaster e Grupo Século)
14. Sol de Inverno (Löis Lancaster e Grupo Século)
15. Franzino Costela II (Sex Noise)
16. I Come Out of Space (Sex Noise])
17. A Fábrica de Ídolos (Cris Lobo)
18. Memórias (Cris Lobo)
19. No Carnaval (Seres)
20. Ela (Seres)

Tributo Ao Inédito 4

O quarto volume foi lançado em novembro de 2006 em formato digital.[8]

Os nomes selecionados para essa edição foram a cantora Kátia Dotto e os grupos Lasciva Lula, Stellabella, MC's HC, Lunar 4, Noitibó, Dínamo e Habitantes.



Referências

  1. rockemgeral.com.br/ Tributo ao inédito: muito mais que um pau-de-sebo
  2. a b dicionariompb.com.br/
  3. a b dynamiteinfo.com.br/ Conheça os vencedores do London Burning
  4. cliquemusic.uol.com.br/ Tributo ao Inédito - Uma Compilação com 10 Bandas Cariocas
  5. a b universomusical.com.br/ Roqueiros cariocas se unem contra a crise
  6. tratore.com.br/
  7. territoriodamusica.com/ Vários Artistas: Tributo ao Inédito 3
  8. «Notas Musicais: 'Tributo ao Inédito' chega ao volume 4 e à rede». Consultado em 6 de setembro de 2016 

Links ExternosEditar