Abrir menu principal

Um tubo de fluxo é uma área do espaço com um forte campo magnético e um formato tubular. São encontrados geralmente em torno de grandes corpos celestes tais como estrelas. O Sol possui muitos tubos de fluxo, com cerca de 300 km de diâmetro. Tubos de fluxo maiores, com 2500 km de diâmetro são conhecidos como manchas solares.[1]

Alguns planetas possuem tubos de fluxo: há um bem conhecido entre Júpiter e sua lua Io.[2]

Referências

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre astronomia é um esboço relacionado ao Projeto Astronomia. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.