Abrir menu principal
R-11
Motor de avião
Tumansky R-11 turbojato no Museu de Aviação Polonês
Informações básicas
Tipo Turbojato
Fabricante Tumansky
Origem  União Soviética
Quantidade
produzida
20900
Especificações
Comprimento 4 600 milímetros (180 in)
Peso 1 124 quilogramas (2 500 lb)
Potência
* 38,7 kilonewtons (8 700 lbf) empuxo seco
  • 60,6 kilonewtons (13 600 lbf) pós-combustão
Consumo
* 97 kg/(h·kN) (0.95 lb/(h·lbf)) condições normais
  • 242 kg/(h·kN) (2.37 lb/(h·lbf)) com pós-combustão

O Tumansky R-11 (inicialmente designado como AM-11) é um motor turbojato de origem soviética desenvolvido pela Tumansky.

Design e desenvolvimentoEditar

O Tumansky R-11 foi desenvolvido por A.A. Mikulin, S.K. Tumansky, e B.S. Stechkin como as a um turbojato twin-spool, de compressor axial, para alta altitude e sem pós-combustão para a aeronave de reconhecimento e interceptador Yakovlev Yak-25. Foi o primeiro motor soviético de twin-spool, com o primeiro voo ocorrendo no início de 1956.[1] O designe básico foi bem sucedido decorrendo em evoluções, caso do Tumansky R-13 e Tumansky R-25. O motor experimental Tumansky R-21 também foi uma evolução do R-11. No total 20900 R-11 foram construídos.

VariantesEditar

  • R-11V-300 - Primeira versão produzida, caracterizada para alta altitude e sem pós-combustão
  • R-11F-300 (R-37F) - versão com pós-combustão, entrou em produção em 1956, sendo usado no MiG-21F, P e U.
  • R-11AF-300 - variante melhorada para o Yakovlev Yak-28B, L e U.
  • R-11F2-300 - com novo compressor, pós-combustão e bocal. Usado no MiG-21P, PF e FL.
  • R-11AF2-300 - R-11F2-300 admitido para o Yakovlev Yak-28I, R e P.
  • R-11F2S-300 - versão atualizada para o MiG-21PFM, PFS, S, U e UM, além do Sukhoi Su-15, UT e UM.
  • Shenyang WP-7 - Licença Chinesa para construção de copias do R-11.

Referências

  1. Gunston 1989, p.167.

BibliografiaEditar

Ver TambémEditar

Ligações externasEditar


  Este artigo sobre aviação, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.