Unidos de Vila Isabel (Viamão)

Disambig grey.svg Nota: Para outros significados de Vila Isabel, veja Vila Isabel (desambiguação).

A Sociedade Recreativa Cultural e Carnavalesca Academia de Samba Unidos de Vila Isabel[5] é uma escola de samba da cidade de Viamão,[6] região metropolitana de Porto Alegre.

Unidos de Vila Isabel
Fundação 7 de abril de 1979 (42 anos)[1]
Cores [1]
Símbolo Mãos unidas junto à Pomba da Paz[2]
Bairro Vila Santa Isabel[3]
Presidente Jorge Corrêa[4]
Desfile de 2020
Enredo Yabás! As Glórias da Vila

HistóriaEditar

A Unidos de Vila Isabel foi fundada em 7 de abril de 1979. Até 1982 a entidade participava do desfile em Porto Alegre como uma banda. É a entidade fora da capital que mais vezes participou da categoria especial, embora nunca tenha sido campeã da mesma. Sua melhor colocação ocorreu em 2002 quando ficou em segundo lugar apresentado o enredo: Tarô, a viagem mística da Vila Isabel.

PersonalidadesEditar

  • Marino dos Santos: Fez parte do grupo de amigos que fundaram a Vila Isabel, foi presidente da entidade, presidente do conselho e atualmente desfila na velha guarda.
  • Ari da Silva Rodrigues (Aryzinho): Começou na Vila Isabel em 1982, quando a entidade desfilava como banda em Porto Alegre. Foi passista no primeiro desfile da entidade no extinto grupo cordões de sociedade do interior. Autor de mais de 25 sambas enredo para Vila Isabel, hoje é o intérprete que mais vezes defendeu uma mesma escola nos desfiles do carnaval de Porto Alegre.

SegmentosEditar

PresidentesEditar

Nome Mandato Ref.
Marino dos Santos (Tio Marino) 1979–1984 [7]
João Gomes 1985–1986 [7]
Marino dos Santos (Tio Marino) 1987–1988 [7]
Rogério Sampaio 1989 [7]
Fineu Porto Alegre (Zeca) 1990 [8]
Jorge Melo (Lingüiça) 1991–1993 [8]
Marino dos Santos (Tio Marino) 1994 [8]
Juarez Gutierrez de Souza 1995–2000 [9]
Cláudia Gutierrez 2001–2002 [7]
Juarez Gutierrez de Souza 2003–2006 [7]
Toninho Sabão 2007 [7]
Comissão 2008 [7]
Juarez Gutierrez de Souza 2009–2012 [7]
Cleber Tavares 2013–2017 [10][11]
Jorge Corrêa 2018 – Atualmente [4]

DiretoresEditar

Ano Diretor de Carnaval Ref.
1991-1994 Adalberto Soares [12]
1995 Ismar Silveira
1996 Nilson Nejair “Neja”
1997-1998 Luiz Carlos Amorim
1999 Jean Boesch
2000 Juarez Gutierrez de Souza [1]
2014 Luis Henrique Cardoso [13]
2015 [14]
Ano Diretor de harmonia Ref.
1991 Adão França [15]
1993 Marcelo Garcia “Pastel”
1994 Nilson Nejair “Neja”
1995 Aryzinho Rodrigues
1996 Odacir Silva “Mug” e Carlos Alberto “Cabeto”
1997-1998 Odacir Silva “Mug”
1999 Sandro Sampa
2000 Odacir Silva “Mug” [1]
2014 Luis Henrique Cardoso [13]
Ano Mestre de bateria Ref.
1990 Plauto Alcântara [16]
1991 Valdir de Souza "Macaco"
1992 Marcelo Garcia "Pastel"
1993 Antonio Carlos “Sarrinho”
1994–1999 Marcelo Garcia "Pastel"
2000 Mestre Nenê [17]
2001 Mestre Nem
2002 Mestre Patê
2014 Mestre Chiquinho [13]
2015-2016 Sandro Gravador [14]
2017-2018 Mestre Estêvão
2019 Mestre Joubert [18]
2020 Mestre Kaubi [4]

Casal de Mestre-sala e Porta-bandeiraEditar

Ano Nome Ref.
1990 Cláudio Macedo e Iara Rosa [19]
1991 José Crescêncio "Betinho" e Rosane de Cássia
1992 José Luiz Vitório e Iara Rosa
1993 José Laurenciano "Lalá" e Iara Rosa
1994 José Laurenciano "Lalá" e Márcia Bittencourt
1995 José Laurenciano "Lalá" e Iara Rosa
1996-1997 José Laurenciano "Lalá" e Kátia Mendes
1998 Luiz Roberto e Iara Silva
1999 Luiz Augusto "Guto" e Kátia Mendes
2000 Luiz Augusto "Guto" e Flávia Carvalho [20]
2001 Caio e Flávia Carvalho
2007-2009 Tiago Nascimento e Fernanda Costa [21]
2010 João Boff e Rosicler Padilha [22]
2011 Alexandre e Gisele
2012 João Boff e Cintia [23]
2013 Willian e Andreísa [10]
2014 Willian e Kelly [13]
2015-2016 Adriano Silveira e Natiely Silveira [14]
2019 Andrei e Juliana [24]
2020 Willian Alves e Simone Ribeiro [25]

CarnavaisEditar

Unidos de Vila Isabel
Ano Colocação Grupo Enredo Carnavalesco Intérprete Ref.
1983 4.º lugar Cordões de Sociedade As lindas festas do Rio Grande – Festa da Uva. Marisa dos Santos [26][27]
1984 Vice-campeã Cordões de Sociedade A chegada da Família Real.
1985 Campeã Cordões de Sociedade Se a Família Real chegasse ao Brasil – 177 anos depois Porto Alex e Zé Ivo [26]
1986 Campeã Cordões de Sociedade Jamais pensei que fosse assim agora eu sei.
1987 Campeã Cordões de Sociedade Quem viu, viu, Quem não viu jamais verá!
1988 Vice-campeã II Eu acreditei, eu mereço!!
1989 Vice-campeã II Brasil criança, de Cinderela a He-Man. Zé Ivo [26]
1990 8.º lugar 1A Machado de Assis Djalma do Alegrete Candanda [28][29]
1991 5.º lugar 1B A utilidade do dedo. Leandro Conceição Paulinho Durão [28][26]
1992 3.º lugar 1B De quem são estes ventos? Sérgio Pinto [28]
1993 9.º lugar 1B Bocage, o poeta popular – Viva a sacanagem no Planalto Central. Sérgio Pinto [28]
1994 7.º lugar II Das mágoas da Vila aos bares da vida. Sérgio Pinto Aryzinho [28]
1995 4.º lugar II Do esplendor de um sonho, o brilho negro da estrela da liberdade. Dirson Catani Aryzinho [28]
1996 4.º lugar Intermediário B A criação da África negra no pampa gaúcho. Fabiano de Almeida e Dirson Catani Aryzinho [28]
1997 Campeã Intermediário B Sou louco por ti, amor. (Os cavalheiros dos amores incessantes.) Sérgio Pinto Aryzinho [28][30]
1998 Campeã Intermediário A O Portal do Universo é a Vila Isabel. Sérgio Pinto Aryzinho [28][31]
1999 6.º lugar Especial De Verissimo a Verissimo e suas obras. Juarez Gutierres Aryzinho [28][32]
2000 4.º lugar Especial São Lourenço – O despertar da arte Guarani. Alvino Machado Aryzinho [1][33]
2001 5.º lugar Especial Gramado: Cultura e turismo – Suíça Brasileira. Juarez Gutierres Aryzinho [34][35]
2002 Vice-campeã Especial Tarô – Viagem mística da Vila Isabel. Jonessy Nunes Aryzinho [36][37]
2003 7.º lugar Especial A Vila Isabel canta e samba Maria da Boca do Monte. Jonessy Nunes Aryzinho [38][39]
2004 6.º lugar A Fênix e o Templo do Sol. Jonessy Nunes Aryzinho [40][41]
2005 Vice-campeã A É Samba, é festa, é comemoração: São 25 Anos de paixão. Comissão de Carnaval Aryzinho [42]
2006 Campeã A A máscara e a serpente – Uma lenda da tribo Tucunas. Aryzinho [43][44]
2007 5.º lugar Especial De um sonho de liberdade, surge um grito pela igualdade, A Vila Isabel diz não a discriminação Comissão de Carnaval Aryzinho [45][46]
2008 7.º lugar Especial Mi Buenos Aires querida. A Vila é portenha na avenida. Comissão de Carnaval Aryzinho [47][48]
2009 7.º lugar Especial Os Diamantes de Madagáscar Jonessy Nunes Aryzinho [49][50][51]
2010 7.º lugar Especial Mato Grosso do Sul... Caminhos e Emoções de um Paraíso Brasileiro Jonessy Nunes Aryzinho [52][53][54]
2011 6.º lugar Especial O Pólo é a química perfeita da Vila Isabel Sandro Rauly Aryzinho [55][56][57][58]
2012 5.º lugar Especial "Ibia Mon" – minha história, minha raiz. Sandro Rauly Aryzinho [23][59][60][61][23][62]
2013 9.º lugar Especial O Sentimento Não Termina Sandro Rauly Alexandre Belo [10][63][64]
2014 8.º lugar Especial A História das Roupas na Passarela da Alegria Sandro Rauly Márcio Medina [65][66][13][67]
2015 7.º lugar Especial De São Sebastião... Cidade Maravilhosa: Rio, 450 Anos de História! Sandro Rauly Anderson Luis [68][14][69]
2016 10.º lugar Especial Brava Gente Brasileira: As Mãos que Alimentam a Nação Brasileira! Comissão de Carnaval Anderson Luis [3][70]
As escolas da Série Prata não desfilaram em 2017.[71]
Desfile cancelado em 2018.[72][73]
2019 Vice-campeã Série Prata No Caminho do Brilho das Estrelas Sandro Rauly Leandro SB [74][75]
2020 3.º lugar Série Prata Yabás! As Glórias da Vila Leandro SB [76][4][77]
Desfile cancelado em 2021.[78]

TítulosEditar

Títulos da Unidos de Vila Isabel
Grupo Títulos Anos
  Intermediário A
(Atual Série Prata)
2 1998, 2006
  Intermediário B
(Atual Série Bronze)
1 1997
  Cordões de Sociedade 3 1985, 1986, 1987

PrêmiosEditar

Estandarte de Ouro
  • 2008: Melhor interprete – Arizinho[79]
  • 2012: Melhor interprete – Arizinho[80]
  • 2014: Passista masculino e passista feminino.[81]
  • 2016: Passista feminino.[82]

Referências

  1. a b c d e «Carnaval 2000 – Unidos de Vila Isabel». Prefeitura de Porto Alegre. Consultado em 3 de abril de 2011. Cópia arquivada em 18 de fevereiro de 2003 
  2. «Perfil das escolas do Grupo A de Porto Alegre». Correio do Povo. 7 de fevereiro de 2002. Consultado em 2 de novembro de 2011 
  3. a b Aline Custódio (28 de janeiro de 2016). «Unidos de Vila Isabel prestará homenagem aos homens do campo». Porto Alegre: Grupo RBS. Diário Gaúcho (em Língua portuguesa). 16 (4913). 11 páginas. Consultado em 28 de janeiro de 2016 
  4. a b c d «Carnaval 2020 - Ficha técnica das escolas de samba da série prata». Carnaval Sul. Consultado em 29 de fevereiro de 2020 
  5. «Grupo Especial». Consultado em 4 de abril de 2009. Arquivado do original em 30 de janeiro de 2009 
  6. «Categoria Especial». AECPARS. Consultado em 20 de setembro de 2008. Arquivado do original em 30 de janeiro de 2009 
  7. a b c d e f g h i «30 anos de vitórias da Unidos de Vila Isabel». Vila Santa Isabel. Consultado em 28 de abril de 2017 
  8. a b c Sandra Maia (2000). Escolas de Samba e Tribos do Carnaval de Porto Alegre (PDF). Porto Alegre: Prefeitura Municipal de Porto Alegre/SMC. p. 155. Consultado em 4 de abril de 2017 
  9. Sandra Maia (2000). Escolas de Samba e Tribos do Carnaval de Porto Alegre (PDF). Porto Alegre: Prefeitura Municipal de Porto Alegre/SMC. p. 155. Consultado em 28 de abril de 2017 
  10. a b c Waskow, Denise (11 de janeiro de 2013). «Unidos de Vila Isabel é o Tricolor na avenida». Porto Alegre. Diário Gaúcho. 3 páginas. Consultado em 11 de janeiro de 2013 
  11. «Cleber Tavares é reeleito na Vila Isabel». Setor 1rs. Consultado em 28 de abril de 2017 
  12. Sandra Maia (2000). Escolas de Samba e Tribos do Carnaval de Porto Alegre (PDF). Porto Alegre: Prefeitura Municipal de Porto Alegre/SMC. p. 155. Consultado em 28 de abril de 2017 
  13. a b c d e «Unidos de Vila Isabel». Diário Gaúcho. Consultado em 13 de janeiro de 2014 
  14. a b c d Renato Dornelles (28 de janeiro de 2015). «Vila Isabel acariocada». Porto Alegre: Grupo RBS. Diário Gaúcho (em Língua portuguesa). 15 (4602). 6 páginas. Consultado em 28 de janeiro de 2015 
  15. Sandra Maia (2000). Escolas de Samba e Tribos do Carnaval de Porto Alegre (PDF). Porto Alegre: Prefeitura Municipal de Porto Alegre/SMC. p. 155. Consultado em 28 de abril de 2017 
  16. Sandra Maia (2000). Escolas de Samba e Tribos do Carnaval de Porto Alegre (PDF). Porto Alegre: Prefeitura Municipal de Porto Alegre/SMC. p. 155. Consultado em 28 de abril de 2017 
  17. «CARNAVAL 2000». Prefeitura de Porto Alegre. Consultado em 13 de janeiro de 2016 
  18. «Brilhou a Prata da Casa». Confraria da Folia. Consultado em 19 de fevereiro de 2019 
  19. Sandra Maia (2000). Escolas de Samba e Tribos do Carnaval de Porto Alegre (PDF). Porto Alegre: Prefeitura Municipal de Porto Alegre/SMC. p. 155. Consultado em 28 de abril de 2017 
  20. «CARNAVAL 2000». Prefeitura de Porto Alegre. Consultado em 22 de fevereiro de 2019 
  21. «Carnaval 2009 - VILA ISABEL». Clic rbs. Consultado em 22 de fevereiro de 2019 
  22. «A preferida dos atores e modelos». Diario Gaucho. Consultado em 22 de fevereiro de 2019 
  23. a b c «Unidos de Vila Isabel conta a história dos 270 anos do município de Viamão». G1. 14 de janeiro de 2012. Consultado em 14 de janeiro de 2012 
  24. «Brilhou a Prata da Casa». Confraria da Folia. Consultado em 19 de fevereiro de 2019 
  25. «Vila Isabel e Fidalgos anunciam novos casais de mestre sala e porta bandeira». Carnaval Sul. Consultado em 6 de fevereiro de 2020 
  26. a b c d «30 anos de vitórias da Unidos de Vila Isabel». Vila Santa Isabel. Consultado em 19 de janeiro de 2016 
  27. «História 1982/1985». unidosdevilaisabel. Consultado em 27 de abril de 2017 
  28. a b c d e f g h i j Sandra Maia (2001). Escolas de Samba e Tribos do Carnaval de Porto Alegre (PDF). PDF. [S.l.]: Prefeitura Municipal de Porto Alegre/SMC. p. 151 a 155. 156 páginas. Consultado em 20 de setembro de 2008 
  29. «Candanda». Sambario. Consultado em 12 de janeiro de 2016 
  30. «UNIDOS DE VILA ISABEL-CARNAVAL/1997». Arizinho. Consultado em 19 de janeiro de 2016 
  31. «CARNAVAL 98». Prefeitura de Porto Alegre. Consultado em 14 de janeiro de 2016 
  32. «LP 1999». Porto na Folia. Consultado em 30 de janeiro de 2016 
  33. «CARNAVAL 2000». Prefeitura de Porto Alegre. Consultado em 13 de janeiro de 2016 
  34. «Escolas». Correio do Povo. 21 de fevereiro de 2001. Consultado em 21 de março de 2014 
  35. «CD 2001». Porto na Folia. Consultado em 30 de janeiro de 2016 
  36. «Unidos de Vila Isabel». Prefeitura de Porto Alegre. Consultado em 21 de março de 2014. Cópia arquivada em 17 de fevereiro de 2002 
  37. «CARNAVAL 2002». Prefeitura de Porto Alegre. Consultado em 14 de janeiro de 2016 
  38. «Novidade na passarela do samba». Correio do Povo. 10 de novembro de 2002. Consultado em 30 de outubro de 2011 
  39. «CD 2003». Porto na Folia. Consultado em 30 de janeiro de 2016 
  40. «Grupo A». Correio do Povo. 23 de fevereiro de 2004. Consultado em 2 de novembro de 2011. Arquivado do original em 29 de fevereiro de 2004 
  41. «Vila Isabel-2004». Carnaval Sul. Consultado em 3 de dezembro de 2016 
  42. «Vila Isabel-2005». Carnaval Sul. Consultado em 3 de dezembro de 2016 
  43. «Vencedoras dos grupos A e B mostram porque mereceram títulos». Prefeitura de Porto Alegre. 5 de março de 2006. Consultado em 2 de novembro de 2011 
  44. «CD 2006». Porto na Folia. Consultado em 30 de janeiro de 2016 
  45. «Unidos de Vila Isabel». Prefeitura Municipal de Porto Alegre. 19 de janeiro de 2007. Consultado em 2 de novembro de 2011. Arquivado do original em 10 de junho de 2007 
  46. «Unidos de Vila Isabel diz não à discriminação». Prefeitura de Porto Alegre. Consultado em 17 de janeiro de 2016 
  47. «A Vila Isabel foi portenha na avenida». Prefeitura Municipal de Porto Alegre. Consultado em 30 de outubro de 2011 
  48. «Entregues estandartes do Carnaval». Correio do Povo. Consultado em 17 de janeiro de 2016 
  49. «Entidades Filiadas». AECPARS. 5 de novembro de 2009. Consultado em 2 de abril de 2011. Arquivado do original em 30 de janeiro de 2009 
  50. «Alegoria e evolução prejudicam os Bambas». Correio do Povo. 23 de fevereiro de 2009. Consultado em 2 de novembro de 2011 
  51. «Vila Isabel leva diamantes de Madagascar à avenida». Prefeitura de Porto Alegre. Consultado em 17 de janeiro de 2016 
  52. «Unidos de Vila Isabel apresenta as belezas do Pantanal». Prefeitura de Porto Alegre. 9 de fevereiro de 2010. Consultado em 9 de fevereiro de 2010 
  53. «Unidos de Vila Isabel mostra os encantos do Mato Grosso do Sul». Zero Hora. 4 de fevereiro de 2010. Consultado em 2 de novembro de 2011 
  54. «A preferida dos atores e modelos». Diario Gaucho. Consultado em 17 de janeiro de 2016 
  55. «Unidos de Vila Isabel é bem mais do que uma visitante no Carnaval de Porto Alegre». Porto Alegre: Grupo RBS. Diário Gaúcho (em Língua portuguesa). 11 (3370). 6 páginas. 12 de fevereiro de 2011. Consultado em 12 de fevereiro de 2011 
  56. «O que balançará o Porto Seco». Diário Gaúcho. 26 de novembro de 2010. Consultado em 27 de novembro de 2010 
  57. «Unidos de Vila Isabel traz alegorias interativas». Prefeitura de Porto Alegre. 2 de março de 2011. Consultado em 2 de março de 2011 
  58. «Pólo Petroquímico é tema dos Unidos de Vila Isabel». PMPA. Consultado em 17 de janeiro de 2016 
  59. Guilherme Not (22 de julho de 2011). «Presidente da Vila Isabel apresenta tema enredo». Prefeitura Municipal de Viamão. Consultado em 26 de julho de 2011 
  60. Roberta Schuler (6 de fevereiro de 2012). «Carnaval 2012: Vila Isabel canta seu município». Porto Alegre: Grupo RBS. Diário Gaúcho (em português). 12 (3677). 4 páginas. Consultado em 6 de fevereiro de 2012 
  61. Álvaro Luiz Oliveira Teixeira (12 de fevereiro de 2012). «Unidos de Vila Isabel homenageia Viamão». Prefeitura de Porto Alegre. Consultado em 12 de fevereiro de 2012 
  62. «Viamão é todo da Vila Isabel em 2012 !!!». AECPARS. Consultado em 8 de agosto de 2011 
  63. Freitas, Caetanno (16 de janeiro de 2013). «Unidos de Vila Isabel conta história de estádios do Grêmio no Porto Seco». G1. Consultado em 16 de janeiro de 2013 
  64. «Unidos de Vila Isabel homenageia história gremista». PMPA. Consultado em 17 de janeiro de 2016 
  65. Daniel Bittencourt (5 de fevereiro de 2014). «Vila Isabel falará do simbolismo das roupas e quer 'vestir' o Porto Seco». G1. Consultado em 5 de fevereiro de 2014 
  66. Caetanno Freitas (4 de março de 2014). «Por um décimo, Imperadores do Samba vencem em Porto Alegre». G1. Consultado em 4 de março de 2014 
  67. «Unidos de Vila Isabel mostra a história das roupas na avenida». Prefeitura de Porto Alegre. Consultado em 17 de janeiro de 2016 
  68. «Unidos de Vila Isabel – Enredo: De São Sebastião... Cidade Maravilhosa: Rio, 450 Anos de História!». Samba Sul. Consultado em 8 de janeiro de 2015 
  69. «Imperadores do Samba é campeã do carnaval de Porto Alegre». Correio do Povo. 17 de fevereiro de 2015. Consultado em 17 de fevereiro de 2015. Arquivado do original em 17 de fevereiro de 2015 
  70. «A grande campeã do carnaval 2016 é Imperatriz Dona Leopoldina». LIESPA. 8 de fevereiro de 2016. Consultado em 8 de fevereiro de 2016. Arquivado do original em 26 de fevereiro de 2016 
  71. «Desfiles da Série Prata do Carnaval de Porto Alegre são cancelados». Correio do Povo. Consultado em 8 de abril de 2017 
  72. «Desfile de Carnaval é cancelado em Porto Alegre Correio do Povo». Correio do Povo. Consultado em 2 de abril de 2018 
  73. «Carnaval de Porto Alegre é cancelado mais uma vez». GauchaZh. Consultado em 2 de abril de 2018 
  74. «Brilhou a Prata da Casa». Confraria da Folia. Consultado em 19 de fevereiro de 2019 
  75. Bueller, Christian (17 de março de 2019). «Imperadores do Samba é campeã do Carnaval de Porto Alegre». Correio do Povo. Consultado em 17 de março de 2019. Cópia arquivada em 17 de março de 2019 
  76. «Série Prata em movimento». Confraria da Folia. 9 de julho de 2019. Consultado em 10 de julho de 2019 
  77. Jessica Hübler e Gabriel Guedes (8 de março de 2020). «Fidalgos e Aristocratas é campeã da Série A e desfilará na elite do Carnaval de Porto Alegre». Correio do Povo. Consultado em 8 de março de 2020 
  78. «Porto Alegre cancela Carnaval em 2021 por causa da pandemia de Covid-19». Correio do Povo. Consultado em 24 de janeiro de 2021 
  79. «Entregues estandartes do Carnaval». Correio do Povo. 14 de abril de 2008. Consultado em 19 de março de 2010 
  80. «Estandarte de Ouro é entregue aos melhores do Carnaval de Porto Alegre». G1. 1 de maio de 2012. Consultado em 1 de maio de 2012 
  81. Luciano Medina Martins e Vanessa Oppelt Conte (1 de maio de 2014). «Estandarte de Ouro reuniu 1,2 mil carnavalescos». Prefeitura de Porto Alegre. Consultado em 1 de maio de 2014 
  82. «Estandarte de Ouro 2016, os vencedores». LIESPA. 11 de abril de 2016. Consultado em 11 de abril de 2016. Arquivado do original em 11 de abril de 2016 

Ligações externasEditar