Universidade de Rojava

Universidade de Rojava (em curdo: Zanîngeha Rojava, em árabe: جامعة روجآفا, em siríaco: ܒܝܬ ܨܘܒܐ ܕܪܘܓܐܦܐ) é uma universidade não reconhecida na Síria.

Universidade de Rojava
Fundação 2016
Localização Al-Qamishli, Al Hasakah, Síria[1]
Página oficial Página oficial

A universidade foi fundada em julho de 2016 com currículos de medicina, engenharia, ciências, artes e humanidades. Além disso, a universidade oferece programas de educação primária e literatura curda.[2][3] A universidade mantém parceria com a Universidade de Paris VIII em Saint-Denis, França e com o California Institute of Integral Studies em São Francisco. Em agosto, a universidade abriu inscrições para alunos no ano letivo de 2016–2017.[4] Uma cerimônia de abertura foi realizada em 20 de novembro de 2016.[5]

A partir de outubro de 2017, seu segundo ano acadêmico, a universidade acrescentou um programa de jineologia.[6] 711 alunos frequentam a universidade de artes liberais, jineologia, petroquímica, agricultura, artes plásticas e pedagogia com cursos ministrados em curdo (a língua de ensino principal), árabe e inglês.[7] Em 2019, a universidade também lançou um programa para mulheres aprenderem a superar o sexismo dentro da família e da sociedade.[8]

Devido à Operação Ramo de Oliveira, muitos alunos da Universidade de Afrin foram transferidos para a Universidade de Rojava para continuar seus estudos.[9]

Ao visitar a universidade, David Graeber disse que "a ideia da universidade tal como me foi apresentada é muito revigorante".[10]

Em 2020, a universidade mudou alguns de seus cursos para online devido à pandemia de COVID-19.[11]

Referências

  1. «University of Rojava». University of Rojava (em inglês). Consultado em 31 de outubro de 2020 
  2. «'University of Rojava' to be opened». Firat News Agency (em inglês). 4 de julho de 2016. Consultado em 31 de janeiro de 2020. Cópia arquivada em 19 de outubro de 2017 
  3. Arafat, Hisham (17 de abril de 2017). «Kurds establish university in Rojava amid Syrian instability». Kurdistan24 (em inglês). Consultado em 31 de outubro de 2020. Cópia arquivada em 18 de julho de 2018 
  4. «Rojava university seeks to eliminate constraints on education in Syria's Kurdish region». ARA News (em inglês). 15 de agosto de 2016. Consultado em 31 de outubro de 2020 
  5. «First university of Rojava opens in Qamishlo». Firat News Agency (em inglês). 20 de novembro de 2016. Consultado em 31 de outubro de 2020. Cópia arquivada em 24 de novembro de 2016 
  6. «The University of Rojava starts Jineology programme». Firat News Agency (em inglês). 14 de outubro de 2017. Consultado em 31 de outubro de 2020. Cópia arquivada em 3 de agosto de 2018 
  7. «University of Rojava: its faculties students, teachers' number». Hawar News Agency (em inglês). 7 de dezembro de 2017. Consultado em 31 de outubro de 2020. Cópia arquivada em 10 de fevereiro de 2018 
  8. sta (14 de outubro de 2019). «Amid ongoing regional strife, Kurdish women battle for equal rights at home». The Times of Israel (em inglês). Consultado em 31 de outubro de 2020 
  9. «Afrin University students continuing their studies at Rojava's University». Hawar News Agency. 29 de junho de 2018. Consultado em 31 de outubro de 2020. Cópia arquivada em 3 de agosto de 2018 
  10. «"The education system of Rojava is a rebirth"». www.anfenglish.com. 27 de abril de 2018. Consultado em 31 de outubro de 2020. Cópia arquivada em 10 de agosto de 2018 
  11. Arafat, Hisham (13 de abril de 2020). «Kurdistan Syrian Kurdish administration starts online education during anti-coronavirus curfew». Kurdistan24. Consultado em 31 de outubro de 2020 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre instituição de ensino superior é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.