Vains of Jenna

Vains of Jenna foi uma banda de hard rock/glam metal formada em Falkenberg, Suécia, em janeiro de 2005. Eles se mudaram para Los Angeles, Califórnia, no ano seguinte, e encerraram as atividades em 2012.[1]

Vains of Jenna
Vains of Jenna em 2008.
Informação geral
Origem Falkenberg
País  Suécia
Gênero(s) Hard rock
Glam metal
Período em atividade 2005 - 2012
Gravadora(s) RLS
Raw Noise Records
Filthy Note
Cleopatra Records
Fontana Distribution
Ferret Music
Integrantes JP White
Jesse Forte
Nicki Kin
Jacki Stone
Ex-integrantes Lizzy DeVine
Joel Eliasson
Anton Sevholt

HistóriaEditar

Vains of Jenna foi formada por quatro jovens da Suécia. Suas influências comuns incluem Mötley Crüe, Guns N' Roses, Rolling Stones, Aerosmith, Nirvana, e Hanoi Rocks. Naquele tempo, os dois mais novos integrantes da banda tinham 18 anos. Juntos, o grupo auto-produziu vários demos, incluindo um cover dos Rolling Stones para Jumpin' Jack Flash, que lançou através do seu site para download gratuito.

É lançado logo a seguir o EP "Baby's Got A Secret", que captura a atenção de Stevie Rachelle, o proprietário do site Metal Sludge. Rachelle tornou-se empresário da banda, e depois de visitar o Reino Unido, o grupo se mudou para a Califórnia. Vains of Jenna fez seu primeiro show no Estados Unidos no famoso Whiskey A Go Go, em Hollywood. A banda excursionou pela costa, e em muitos casos não eles não tinham idade suficiente para se apresentar nos bares, que exigiam idade mínima de 21 anos.

A banda gravou algumas demos, que foram produzidas pelo ex-guitarrista do Guns N' Roses, Gilby Clarke. A banda realziou uma tour pela leste americana em julho de 2006. Tiveram artigos nas revistas Spin, Metal Edge, Revolver, Blender e Hustler. Eles também se apresentaram em programas de TV, como Jackass 24, na MTV. O álbum de estreia da banda, Lit Up/Let Down, foi lançado nas lojas em 24 de outubro de 2006.

Uma vez que a banda White Lion tinha que cair fora da turnê de 2007, com Poison e Ratt, o Vains Of Jenna assumiu seu lugar. Eles rodaram os E.U.A. como banda de apoio e, em seguida, passou a figurar no Viva La Bands Tour, juntamente com Cradle of Filth e Gwar, no outono de 2007.

No final de 2008 e início de 2009, a banda se apresentou pela Europa, incluindo Reino Unido, Itália, Escócia, Dinamarca e Suécia. Em seguida, retornaram aos Estados Unidos para gravar um novo álbum. O novo disco foi produzido por Brent Woods. Ela incluiu uma cover de "Refugee", de Tom Petty, entre outras canções. A banda lançou uma nova canção no iTunes, intitulada "Gheriron", em julho de 2009. Em 15 de setembro, Vains of Jenna lançou seu segundo álbum, "The Art of Telling Lies". A banda filmou um vídeo para de "Gheriron", e um segundo vídeo com o diretor Noah Shulman (Kings of Leon), em Nova York, para o single "Mind Pollution", em janeiro de 2010.

Logo após o lançamento do disco, o vocalista e guitarrista Lizzy DeVine saiu da banda, dizendo que quando uma coisa não era mais divertida, tinha que deixar de fazê-la. Ele dá lugar ao novo vocal, Jesse Forte. No começo de 2012, a banda anuncia seu fim, pois o vocalista Jesse Forte saiu devido ao convite para cantar na banda de George Lynch, o Lynch Mob. O resto dos integrantes retornaram à Suécia, e ainda não se sabe do futuro profissional deles.

MembrosEditar

Última formação
Membros fundador
  • Lizzy DeVine - Vocal e Guitarra

DiscografiaEditar

ÁlbunsEditar

  • The Demos (2005)
  • Lit Up/Let Down (2006)
  • The Art of Telling Lies (2009)
  • Reverse Tripped (2011)

EPs e singlesEditar

  • Noone's Gonna Do It for You (2005)
  • Baby's Got a Secret (2005)
  • Get It On (2009)
  • Enemy in Me (2009)
  • Everydody Loves You When You're Dead (2009)
  • We Can Never Die (2010)

Referências

  1. All Music. «Vains of Jenna - Biography by Marisa Brown». Consultado em 8 de fevereiro de 2020 

Ligações externasEditar

   Este artigo sobre uma banda ou grupo musical da Suécia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.