Vestida para Matar

Vestida para Matar
Vestida para Matar
 Estados Unidos
1980 •  cor •  105 min 
Direção Brian De Palma
Roteiro Brian De Palma
Elenco Michael Caine
Angie Dickinson
Nancy Allen
Género
Idioma inglês
Orçamento US$ 6,5 milhões[1]
Receita US$ 31.899.000[1]

Dressed to Kill (prt/bra: Vestida para Matar)[2][3] é um filme estadunidense de 1980, dos gêneros suspense e policial, dirigido por Brian de Palma.[3]

SinopseEditar

Kate Miller (Angie Dickinson) uma mãe dona de casa sexualmente frustada tem a fantasia de estupro enquanto seu marido está se barbeando. Ela conversa com o seu psiquiatra Dr. Robert Elliott (Michael Caine), sobre o patético desempenho na cama. Depois disso, vai à um museu, e tenta um flerte com um homem desconhecido, deixando cair uma luva sua, sem sucesso. Mas, ao vê-lo num táxi, com sua luva, eles começam a se beijar e depois transam e continuam na casa dele. Quando Kate sai da casa dele, ela escreve um bilhete dizendo que a noite foi muito boa, mas encontra um certificado médico dizendo que ele tem uma doença venérea, Kate sai do apartamento preocupada, e quando está descendo, se lembra que se esqueceu de sua aliança de casamento no apartamento dele. Quando a porta do elevador abre, uma mulher mata Kate a navalhadas. Quando a meretriz, Liz Blake (Nancy Allen) está a pegar o elevador, encontra Kate quase morta, e, quando tenta ajudá-la, ela vê a assassina, e ela deixa cair a navalha e Liz tem tempo de pegá-la. Com consequência de ter presenciado o assassinato, a assassina tenta, implacavelmente matar Liz e, além disso, um policial acusa Liz de ter assassinado Kate, e tem a ajuda de Peter (Keith Gordon) filho de Kate.

ElencoEditar

Referências

  1. a b «Dressed to Kill (1980)» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 26 de abril de 2013 
  2. «Vestida para Matar». no CineCartaz (Portugal) 
  3. a b Vestida para Matar no CinePlayers (Brasil)
  Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço relacionado ao Projeto Entretenimento. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.