Abrir menu principal

Vilosidade intestinal

As vilosidades intestinais, assim como as microvilosidades no intestino delgado, têm a função de aumentar a absorção dos nutrientes após a digestão. Elas são as dobras dos intestinos.

A superfície das vilosidades tem uma área de 12 cm² e das microvilosidades 240 cm².

Esquema das vilosidades de modo resumido.

A absorçãoEditar

A partir do duodeno, o quimo é conduzido por movimentos peristálticos através de todo o intestino delgado, Nesse percurso o organismo vai absorvendo minerais, vitaminas e produtos da digestão do amido, do açúcar e da cana, das proteínas e dos lipídios.O duodeno além da absorção tem a função de transformação química do quimo através das substâncias de dois ductos que "desembocam" na papila maior:ducto colédoco e ducto pancreático.Estes ductos são provenientes do fígado(colédoco) e do pâncreas(pancreático).Respectivamente,liberam no duodeno as seguintes substâncias:bile(responsável pela quebra das grandes moléculas de gorduras em menores, aumentando a superfície de contato) e o suco pancreático (responsável pela transformação química de lipídeos,carboidratos e proteínas).

A parede do interna do intestino é repleta de rugas, chamadas de vilosidades. Uma ampliação delas ao microscópio revela que são formadas por células cuja superfície tem inúmeras pequenas estruturas toda "enrugada". O intestino delgado é a víscera mais extensa do corpo(cerca de seis metros). As vilosidades intestinais e microvilosidades aumentam a área de contato com o intestino e também a velocidade de absorção dos alimentos. Os capilares sanguíneos e a linfa estão nessas vilosidades para absorver os nutrientes. A linfa absorve os lipidos e os capilares sanguineos absorvem os prótidos, os minerais, as vitaminas e os glicidos. As fibras e a água continuam ao longo do tubo digestivo onde no cólon a água é absorvida.

FunçãoEditar

As vilosidades e os microvilos aumentam a área de absorção intestinal em aproximadamente 30 vezes e 600 vezes, respectivamente, proporcionando absorção excepcionalmente eficiente de nutrientes no lúmen.[1]