Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde setembro de 2018). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Virgin Records
Atividade Música e entretenimento
Gênero Vários
Fundação 1972 (como Virgin Records and Tapes)
1986 (Virgin Records America)
Fundador(es) Richard Branson
Simon Draper
Nik Powell
Tom Newman
Destino Ativa nos Estados Unidos como um selo Capitol Music; operações britânicas de EMI, Mercury & Virgin foram fundidas para criação de Virgin EMI (Todos os selos citados são distribuídos por Universal Music Group e tem investimentos de Vivendi)
Locais Londres
Hollywood
Proprietário(s) Universal Music Group
Website oficial Site oficial

Virgin Records é uma gravadora musical britânica fundada pelo empreendedor inglês Richard Branson, Simon Draper, e Nik Powell em 1972. A empresa teve sucesso mundial com artistas como Roy Orbison, Devo, Genesis, Keith Richards, Janet Jackson, The Human League, Culture Club, Simple Minds, Lenny Kravitz, dc Talk, The Smashing Pumpkins, Mike Oldfield, Spice Girls e outros.[1]

Venda à EMI e fusão com a CapitolEditar

Foi posteriormente vendida à EMI Records em 1992. As suas operações americanas foram fundidas com a Capitol Records em 2007 sendo criado o Capitol Music Group. A Universal Music reformulou o seu organograma no Reino Unido e criou a Virgin EMI Records, que absorveu a Mercury Records e a Virgin; bem como assumiu a distribuição da Island-Def Jam Records. Assim a Virgin-EMI Records é o principal braço da Universal Music no Reino Unido, e passa ter a distribuição internacional da Universal Music.

Referências

  1. Virgin: A History of Virgin Records by Terry Southern, URL acessado 6 Julho 2011.
  Este artigo sobre uma gravadora é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.