Abrir menu principal
Francisco de Paula Bastos, em gravura de 1875.

Francisco de Paula Bastos, o Visconde de Bastos, (11 de Junho de 1793Angra do Heroísmo, Ilha Terceira, Açores, Portugal, 2 de Setembro de 1881) foi um nobre, militar e político português.

BiografiaEditar

Foi 76.º governador de Cabo Verde de 1842 a 1845. Recebeu o título de visconde do rei Luís I de Portugal por decreto de 18 de maio de 1863. Foi um dos vultos que batalhou pela independência e liberdades de Portugal.

Combateu na Guerra Peninsular, foi condecorado com a Cruz N.° 3, foi ferido em Nivelle, foi um dos mais valentes cooperadores da grande obra do Duque de Bragança.

Emigrando pela Galiza, foi para Plymouth, dali saiu para a ilha Terceira, onde chegou a 7 de Março de 1829.

Soldado da liberdade, sob as ordens Conde de Vila Flor, tomou parte na contenda do dia 11 de Agosto de 1829. A sua farda de General, foi ornada por medalhas que provavam a sua bravura nas lutas da liberdade e da independência.

Referências

  • Memória da Visita Régia à Ilha Terceira, escrito por Alfredo Luís Campos. Imprensa Municipal, Angra do Heroísmo, 1903.
Precedido por
João de Fontes Pereira de Melo
Governador de Cabo Verde
18421845
Sucedido por
José Miguel de Noronha
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.