Abrir menu principal
Vlad V
Príncipe da Valáquia
Reinado 26 de Janeiro de 1510– 23 de Janeiro de 1512
Consorte Anca
Antecessor(a) Mircea IV l
Sucessor(a) Neagoe Bassarabe
Dinastia Bassarabe
Nascimento 1488
  Valáquia
Morte 23 de janeiro de 1512
  Bucareste
Enterro Mosteiro Dealu
Filho(s) legítima
Vlad VI
Dragoșina
ilegítima
Dragomiro
Pai Vlad, o Monge

Vlad V, cognominado O Jovem (1488 - 23 de Janeiro de 1512) foi Príncipe da Valáquia a partir de 26 de Janeiro de 1510.

Índice

BiografiaEditar

Primeiros anos e luta pelo tronoEditar

Vlad (também chamado Vlăduț) nasceu em 1488, sendo filho de Vlad, o Monge.

Vlad começa a ser mais documentado a partir do reinado de Mihnea, o Mau, quando os boiardos, sobreviventes às crueldades deste, pediram ao Sultão que intercedesse a favor dele. Sentindo o perigo da sucessão, Mihnea colocou no trono o seu filho Mircea Miloș, e refugiou-se em Sibiu. A batalha final dá-se em fevereiro de 1510, em Codmeana. O resultado foi desfavorável para o lado de Mircea, que foi deposto, fugindo com a família para junto do pai. Durante a sua fuga, Vlad subiu ao trono valaquiano. Desta forma, o trono voltou para as mãos da linhagem de Radu o Grande.

Governo e morteEditar

No primeiro ano de governo, no Império Otomano, o Príncipe Selim(mais tarde Sultão) revolta-se contra o seu pai, Bajazeto II. Para sair da tutela otomana, Vlad quis reforçar as suas relações com o Reino da Hungria. Assim, como confirma um documento dessa data, a 17 de Agosto de 1511 reconhece como seu suserano Vladislau II da Hungria, que lhe prometeu apoio num possível conflito com os turcos. Isto confirma a retoma do equilíbrio das relações diplomáticas na Valáquia, assegurando, pelo menos para o momento, paz nas fronteiras.

Os boiardos da família Craioveşti, no entanto, preparavam já um novo governante: Neagoe Bassarabe. Na tentativa de eliminar qualquer possível intervenção de ofensivas otomanas no Danúbio, Vlad jura de fidelidade aos turcos.

No final do reinado de Vlad, as suas relações entre o senhor e a poderosa família feudal degradavam-se cada vez mais. No contexto da luta pelo trono do Império Otomano, um exército turco de 4 a 5.000 homens, entra na Valáquia e investe Neagoe Bassarabe como Príncipe. A luta com Vlad foi travada nas proximidades de Bucareste, entre 8 e 23 de Janeiro de 1512, terminando com a derrota, a captura e a decapitação de Vlad.

O corpo foi enterrado, com pompa real, no Mosteiro Dealu, por Neagoe Bassarabe, que se arrependeu deste trágico episódio para o resto da sua vida.

Casamento e descendênciaEditar

Vlad casou-se, antes de 1508, com Anca, de quem teve:

Vlad teve também um filho ilegítimo:

BibliografiaEditar

  • A.D. Xenopol „Istoria românilor din Dacia Traiană“, vol.II, București, 1986.
  • Giurescu, Constantin C. (2007). The History of Romanians. II. București: BIC ALL. pp. 107–108. ISBN 978-973-571-709-4 
  • Academia Romana (2012). A History of Romanians. IV 2ª ed. Bucuresti: Editura Enciclopedica. ISBN 978-973-45065-2-1 

Ligações externasEditar