Waldyr Ramos Borges

advogado brasileiro
Waldyr Ramos Borges
Nascimento 13 de julho de 1915
São Francisco de Assis
Morte 30 de junho de 1968 (52 anos)
Montevidéu
Nacionalidade brasileiro
Cidadania Brasil
Ocupação advogado

Waldyr Ramos Borges (São Francisco de Assis, 13 de julho de 1915Montevidéu, 30 de junho de 1968) foi um advogado e ministro brasileiro.[1]

Foi ministro interino da Fazenda, de 16 a 20 de março de 1964, no governo João Goulart.

Na segunda metade da década de 1930, enquanto membro da Federação dos Estudantes Universitários de Porto Alegre, publicou o estudo ‘Situação Econômica do Estudante’, propondo o lançamento de uma campanha no sentido da fundação de mais Casas do Estudante, então já formadas em alguns Estados (Pernambuco, Ceará, Paraíba e Espírito Santo).[2] Foi o primeiro presidente oficial da União Nacional dos Estudantes (UNE), eleito em 22 de dezembro de 1938, no II Congresso Nacional dos Estudantes, no Rio de Janeiro. 

Waldyr Borges morreu em Montevidéu, em um almoço na casa de Darcy Ribeiro e Berta, na Rambla Republica del Perú, quando conversavam sobre a situação política brasileira junto ao ex-presidente da Republica, João Goulart, de quem era fiel amigo e procurador.. 

Teve um infarte fulminante ao final do almoço, quando bebia um cafezinho. 

Seu corpo foi transladado ao Brasil depois de três dias e muitas dificuldades burocraticas. 

Referências

  1. Biografia na página do Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil (CPDOC)
  2. Paulo. «O PCB e a fundação da UNE». pcb.org.br. Consultado em 15 de agosto de 2015 

Ligações externasEditar


Precedido por
Ney Neves Galvão
Ministro da Fazenda do Brasil
1964
Sucedido por
Ney Neves Galvão


  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.