Abrir menu principal

Walter Frederick Gale

Nascimento: 27 de novembro de 1865 Paddington, Sydney Nova Gales do Sul Austrália;

Morte: 1 de junho de 1945 Nova Gales do Sul Austrália;

Ocupação: astrônomo banqueiro.

Walter Frederick Gale, filho de Henry Gale e Susannah Gordon. Gale foi educado na escola da casa de Paddington ( sua cidade natal), após cinco anos trabalhando em escritórios comercias e seguros, juntou-se ao banco de poupança de Nova Gale do Sul em 1888. Em 1897 foi nomeado contador na filial de Newcastle, no Gerenciador de 1914 em Newtown, no Gerenciador de 1916 no Barrack Street, Sydney e em 1917 gerente e inspetor-chefe na sede. Após aposentar-se em 1925, ele foi gerente de Hoskins Investments até 1938.

Interesse de Gale na astronomia foi estimulado por seu pai e estabelecido pelo aparecimento do grande cometa em 1882 (O Grande Cometa de 1882 formalmente designado como C/1882 R1, 1882 II ou 1882b, foi um cometa que ficou muito brilhante em setembro de 1882. Foi membro dos cometas rasantes Kreutz, uma família de cometas que passam dentro de um R☉ da fotosfera do Sol no periélio.[1][2] O cometa ficou brilhante o suficiente para ser visível ao lado do Sol durante o dia no seu periélio.[3]). Em 1884, ele construiu um telescópio com um espelho de 18 cm, o primeiro de muitos que ele possuía. Eleito fellow da Royal Astronomical Society, Londres, em 1893, naquele ano ele visitou Chile com uma expedição de eclipse do Observatório Lick. Em seguida, fazendo vários contatos de suma importância para sua longa jornada.

Na Austrália, Gale foi fundador e organizador de secretaria em 1894 do ramo de Nova Gales do Sul da Associação astronômica britânica e então secretário durante vários anos. Mais tarde, ele foi presidente por vinte anos. Ele formou o hábito de varrer o céu sobre todos os cometas independentemente, também descobriu algumas estrelas duplas que ostentam o nome dele e uma nebulosa do anel. Ele era o líder de um partido responsável por observar o eclipse de 1922 em Stanthorpe, Queensland.

Um observador assíduo dos planetas Marte, Júpiter e Saturno, Gale publicou desenhos no diário e memórias da Associação astronômica britânica. Analisou características da superfície de Marte, foi um ardente defensor da sugestão de vida no planeta. Ademais, ele afirmou que a grande atividade turbulenta na atmosfera de Júpiter deve ser evidência de uma fonte de energia interna, isto agora é reconhecido.

Gale, duas vezes, recebeu prêmios da Thomas Donovan Trust e em 1935 Jackson-Gwilt medalha da Sociedade Astronômica real 'por suas descobertas de cometas e sua obra de astronomia em Nova Gales do Sul'. Foi presidente do Conselho de visitantes do Observatório de Sydney e um administrador da biblioteca pública de New South Wales em 1913-37.

Varredura de costume de Gale do céu foi frustrada pela nuvem em 1 de junho de 1945; mais tarde naquela noite morreu em poucos minutos de um ataque do coração. Ele foi socorrido por sua esposa, Violeta Marion, com quem casou em 28 de junho de 1899 na Igreja Anglicana de St. Mary, West Maitland; tendo dois filhos e quatro filhas.

Normalista: Thais Borges

Referências