Wiki Loves Pride

Campanha LGBT+ da Wikimedia

Wiki Loves Pride é uma campanha para melhorar o conteúdo relacionado a LGBT na Wikipedia e em outros projetos do movimento Wikimedia.

Wiki Loves Pride
Fundação 2014
Propósito Maratona de edição
Sítio oficial Wiki Loves Pride
Participantes do Wiki Loves Pride no National Museum of American History em Washington, D.C., em 2015
Participantes da Wiki Loves Pride no Pride Info Center, Belgrado (2018)

Descrição editar

Wiki Loves Pride (ou Wiki Ama o Orgulho) é uma campanha para melhorar o conteúdo relacionado a LGBT na Wikipedia e em outros projetos do movimento Wikimedia. O projeto visa criar novas entradas de enciclopédia e melhorar a cobertura existente de eventos LGBT notáveis, pessoas,[1] e lugares,[2] e maratonas de edição foram organizadas para facilitar a colaboração de editores interessados.[3] Além da criação de conteúdo, os participantes trabalharam para traduzir artigos em outras línguas e fotografar paradas do orgulho e outros eventos.[2] A "celebração do orgulho" concentra-se em junho e outubro, "tradicionalmente os meses em que as comunidades lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros (LGBT) em todo o mundo celebram a cultura e a história LGBT".[3]

História editar

A campanha foi lançada com o apoio da Fundação Wikimedia em 2014. As atividades foram realizadas em pelo menos uma dúzia de cidades nos Estados Unidos, bem como em Bangalor e Nova Deli, na Índia.[4] O fundador da organização LGBT Queerala organizou uma maratona de edições em Cochim em 2015,[5] com suporte do capítulo da Wikimedia da Índia; os participantes criaram mais de uma dúzia de novas entradas para a Wikipédia em malaiala.[6] Em 2019, 80 eventos foram organizados em 18 países; uma dúzia de eventos Wiki Loves Pride foram hospedados em bibliotecas, principalmente nos EUA e incluindo a biblioteca da Universidade Bucknell[7] e a Biblioteca Central de Minneapolis. Bibliotecários anfitriões "ajudaram a configurar o espaço, localizar recursos para melhorar os artigos da Wikipedia, ajudaram com citações e, às vezes, apenas vieram para se editar e orientar novatos".[2]

Os eventos também foram sediados pelo Metropolitan Museum of Art,[8] Museu de Arte Moderna,[9][10] Biblioteca Pública de Nova Iorque,[11] e a Nova Southeastern University.[12]

Referências

  1. Lapowsky, Issie (5 de março de 2015). «Meet the Editors Fighting Racism and Sexism on Wikipedia» [Conheça os editores que lutam contra o racismo e o sexismo na Wikipedia]. Wired (em inglês). Consultado em 22 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 14 de novembro de 2015 
  2. a b c Wexelbaum, Rachel (1 de maio de 2019). «Chapter 5: Coming Out of the Closet: Librarian Advocacy to Advance LGBTQ+ Wikipedia Engagement» [Capítulo 5: Saindo do armário: Advocacia do bibliotecário para promover o envolvimento LGBTQ+ na Wikipedia]. LGBTQ+ Librarianship in the 21st Century: Emerging Directions of Advocacy and Community Engagement in Diverse Information Environments [Biblioteconomia LGBTQ+ no século 21: direções emergentes da advocacia e engajamento comunitário em ambientes de informação diversos] (em inglês). [S.l.]: Emerald Group Publishing. p. 120. ISBN 9781787564756. Consultado em 22 de novembro de 2021 
  3. a b Milliken, Alice (7 de julho de 2014). «Wikipedia holds Pride 'edit-a-thons' to improve LGBT-related content» [Wikipedia oferece "maratonas de edição" do Orgulho para melhorar o conteúdo relacionado a LGBT]. PinkNews (em inglês). Consultado em 22 de novembro de 2021 
  4. «Wikipedia Holds Wiki Loves Pride Event» [Wikipédia Realiza Evento Wiki Loves Pride]. Rainbow Round Table (American Library Association) (em inglês). 10 de julho de 2014. Consultado em 22 de novembro de 2021 
  5. Sharma, Ayushi (10 de dezembro de 2019). «An inclusive classroom» [Uma sala de aula inclusiva]. The Pioneer (em inglês). Consultado em 22 de novembro de 2021 
  6. «Wiki Loves Pride and LGBT Edit-a-thon» [Wiki Loves Pride e a maratona de edição LGBT]. Queerala (em inglês). 2 de abril de 2015. Consultado em 22 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 2 de março de 2021 
  7. Weaver, Madison (20 de outubro de 2016). «Librarians work to make Wikipedia more inclusive with 'Wiki Loves Pride' event» [Os bibliotecários trabalham para tornar a Wikipedia mais inclusiva com o evento "Wiki Loves Pride"]. The Bucknellian (em inglês). Universidade Bucknell. Consultado em 22 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 2 de março de 2021 
  8. «The Met x Wikipedia: Wiki Loves Pride». Metropolitan Museum of Art (em inglês). Consultado em 22 de novembro de 2021 
  9. Nguyen, Michael D. (2 de setembro de 2015). «Wikipedia Entries on Asian-American Art Get Update With Edit-A-Thon» [Artigos da Wikipedia sobre arte asiático-americana: Atualize-se com o maratona de edições]. NBC News (em inglês). Consultado em 22 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 15 de agosto de 2020. Em junho, o MoMA organizou uma maratona de edições no "Wiki Loves Pride" com foco em artistas LGBT. 
  10. «2017 Wikipedia Edit-a-thon: Wiki Loves Pride» [Maratona de edições de 2017: Wiki Loves Pride]. Museu de Arte Moderna (em inglês). 22 de junho de 2017. Consultado em 22 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 2 de março de 2021 
  11. «Wikipedia: Wiki Loves Pride 2014». Biblioteca Pública de Nova Iorque (em inglês). 21 de junho de 2014. Consultado em 22 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 2 de março de 2021 
  12. «Wikipedia Editathon Resources» [Recursos da Edição do Wikipédia]. NSU (em inglês). 21 de abril de 2021. Consultado em 22 de novembro de 2021 

Bibliografia editar

Ligações externas editar

  Media relacionados com Wiki Loves Pride no Wikimedia Commons