Wikipédia:Esplanada/geral/Exageros nos pré-requisitos (13jul2011)

Direito ao votoEditar

É um exagero que seja necessário 300 edições no domínio principal para poder votar, o número deveria ser entre 80 a 150 edições.

Ninux2000 (discussão) 17h05min de 13 de julho de 2011 (UTC)

  • Foi uma decisão da comunidade, para modificar é necessário que a comunidade decida. Não acho muito não.-- Jo Lorib ->d 15h58min de 14 de julho de 2011 (UTC)
  • Votei pelas 300 edições porque era o máximo que tinha. A quantidade não substitui a qualidade, mas isso pode ser que diminua a quantidade de socks, não dos "profissionais" dedicados, claro, mas dos engraçadinhos que gostam de bagunçar votações. As 300 edições demonstram ainda uma melhoria nos conhecimentos do novato sobre o domínio principal, alma da Wikipédia. Sds! - Dehsim? 17h53min de 14 de julho de 2011 (UTC)
  • Eu também sou a favor de apertar ainda mais os critérios para quem pode votar, e não baixa-los. 300 edições não é exagero nenhum.--- Darwin Ahoy! 07h38min de 15 de julho de 2011 (UTC)
  • Também acho que 300 edições não é nenhum tipo de exagero.Apertar mais apenas se estiver provado que não está sendo suficiente as 300 edições. Pedroca cerebral Fala-Faço 02h31min de 18 de julho de 2011 (UTC)
Apertar parece ser o termo certo. Como previsto, a subida de critérios numerários teve efeito zero. Apenas impede que pessoas bem intencionadas participem imediatamente nas discussões do projecto. GoEThe (discussão) 08h35min de 18 de julho de 2011 (UTC)
Qualquer um pode participar nas discussões do projecto, isso é só para votações. Se não for votação o critério é "venha tudo, novatos, meats e mais o IP e a prima dele", e não tenho nenhum problema com isso. Monsieur le Quintinois continua fazendo a festa numa série de discussões aqui, e isso não me tira o sono, até porque ele às vezes até tem boas ideias. Já em votações, que são decididas pela força bruta e não com o cérebro, há que ter outros critérios.--- Darwin Ahoy! 14h41min de 18 de julho de 2011 (UTC)
Enquanto a grande maioria das decisões importantes por aqui for por "votação", aumentar requisitos apenas alarga o fosso entre a comunidade e o "senado". GoEThe (discussão) 15h12min de 18 de julho de 2011 (UTC)
E a outra alternativa é voltar ao regabofe de antigamente, em que Madeirenses e Quintinenses rapidamente conseguiam as 100 edições nos socks e desatavam a votar por aí fora. Agora ao menos têm de trabalhar o triplo para isso, já é um avanço.--- Darwin Ahoy! 15h28min de 18 de julho de 2011 (UTC)

Acho que o problema é mesmo haverem votações. Acho ainda que o aumento de edições para se poder votar foi um retrocesso na Wikipédia, Lijealso (discussão) 19h12min de 28 de julho de 2011 (UTC)

  • Poderia haver um robô que sugerisse aos que tem direito ao voto que acompanhassem Esplanada/Anúncios, desse modo haveria maior participação nas votações.--Raimundo57br (discussão) 15h05min de 15 de março de 2012 (UTC)
  • Considero 300 um número bem razoável e se foi definido por uma decisão da comunidade não vejo porque alterá-lo. --Antonio Prates (discussão) 00h49min de 30 de maio de 2012 (UTC)

Concessão das ferramentas administrativasEditar

Já que o título deste tópico é bem genérico, acho aceitável e pertinente reabri-lo para discutirmos mais um dos "pré-requisitos baseados em quantidade de edições" que existem aqui na Wikipédia (e não existe em outras, diga-se de passagem):

  • Exigir 2000 edições no domínio principal é o melhor critério para decidir quais pedidos de administração são válidos e quais não são?

Pelos comentários que surgiram aqui, talvez não seja o mais adequado. Então gostaria que isso fosse (re)discutido, para vermos se não há um critério que cumpra melhor o objetivo (qual?) que se pretende alcançar com essa restrição.

Em termos gerais, acho válido levar em conta que em N edições (qualquer que seja o N), pode haver vários tipos de coisas:

  • Reversões de vandalismos (relevante ao conceder ferramentas de reversor/eliminador?)
  • Edições automatizadas com scripts pessoais, AWB, pywikipedia, etc... (relevante ao conceder a flag de "robô")
  • Contribuições com o conteúdo das páginas por meio da revisão da redação, da tradução de texto de outras wikis, da pesquisa de mais informações, da inclusão de referências, etc...
  • Múltiplas edições consecutivas (válidas) que talvez seriam feitas de uma vez só se fosse usado o "mostrar a previsão"
  • Categorização (com HotCat ou não)
  • Inclusão de predefinições (esboço, revisão, falta de fontes, etc... - com ou sem FastButtons)
  • ...

Embora todas essas formas de edições sejam válidas, se uma regra especificar que se olhe apenas para o valor de N, o seu cumprimento parece implicar que se desconsidere o tipo de edição que está no pacote. Por outro lado, se se exigir que se olhe a qualidade, a avaliação passa a ser mais subjetiva, por depender dos critérios pessoais que cada um tem para avaliar a qualidade de algo.

Alguém teria uma alternativa?

Helder 14h31min de 15 de março de 2012 (UTC)

Gostaria de acrescentar que lembro de certa ocasião que um editor (não lembro o nome) tinha pouco mais de seis meses de registro e assim que atingiu o N solicitou as ferramentas sendo completamente recusada pela comunidade pois ele era completamente desconhecido da maioria. Como alternativa é muito melhor olhar o seu histórico, mesmo que não seja através de critérios específicos, e avaliá-lo através de perguntas. A primeira pergunta é porque deseja ser administrador pois isso define o que deve-se buscar no seu histórico de contribuições.OTAVIO1981 (discussão) 14h51min de 15 de março de 2012 (UTC)
Estas restrições de tempo/edições são simplesmente pré-requisitos, a atribuição do estatuto é sempre decidida pela comunidade com base na análise do histórico, motivo pelo qual não faltam por aí editores que cumprem os pré-requisitos mas nunca foram eleitos porque a comunidade não confia neles o suficiente para isso.
Não concordam com os pré-requisitos atuais? Podemos discutir uma revisão dos mesmos, mas note-se que estas restrições foram decididas pela comunidade em duas votações altamente participadas e polémicas em 2008 (Wikipédia:Votações/Condições para administração na Wikipédia-pt e Wikipédia:Votações/Condições para administração na Wikipédia-pt (retificadora)) e não foram criadas por acaso. Aconselho a leitura das respetivas discussões a quem não as acompanhou. EuTugamsg 20h01min de 15 de março de 2012 (UTC)

Julgo que chegou a altura desta comunidade reflectir seriamente sobre se os pré-requisitos estabelecidos ainda servem bem a Wikipédia. Acho importante perceber, como o EuTuga disse, as razões que levaram à implementação das regras para que eventuais mudanças sejam duradouras e benéficas tanto a curto como a longo prazo. GoEThe (discussão) 23h52min de 16 de março de 2012 (UTC)

  • Enquanto o PDA que descumpre as regras estiver aberto, considero qualquer discussão sobre a mudança dos critérios casuísta e oportunista. Fabiano msg 01h12min de 17 de março de 2012 (UTC)
    Algumas coisas que não compreendo:
    • Como é que fazer centenas de edições de uma hora para a outra (só para atingir uma cota de edições) torna um editor magicamente mais confiável ou menos oportunista?
    • O que o número "2000" tem de tão especial? Me custa acreditar que ele seja um número assim tão mágico a ponto de servir para decidir por si só a validade de uma proposta. Se um editor tivesse 1999 edições a proposta também deveria ser fechada, é isso? E se fossem 1999,5 (isto é, se uma das tantas edições tiver sido revertida parcialmente), também? E se forem 2001 e duas delas forem problemáticas?
    • Deve-se mesmo assumir que cada um dos votantes conferirá pelo menos umas 50 edições do editor para atestar a sua validade, e que dois votantes distintos olharão subconjuntos (de 50 edições) disjuntos? Se não, sempre haverá nas 2000 edições cuja validade não poderá ser atestada durante as votações, fazendo com que o número de dígitos significativos do tal número mágico (2000) seja um pouco menor do que ele pareça ser... Não estaria faltando uma clara especificação de qual é a margem de erro do sistema utilizado para se medir o número de edições que deve servir para validar os pedidos?
    • Qual a lógica de se seguir precisamente uma regra imprecisa como essa?
    Helder 12h49min de 19 de março de 2012 (UTC)
Pelo rigor frio da regra, Helder, um editor pode realizar 2000 vandalismos e abrir um PdA. É curioso como tomam à letra este regra ao mesmo tempo que violam o espírito desta mesma regra.OTAVIO1981 (discussão) 13h22min de 19 de março de 2012 (UTC)
Citação: OTAVIO1981 escreveu: «Pelo rigor frio da regra, Helder, um editor pode realizar 2000 vandalismos e abrir um PdA.» Falso, um editor que tem como único propósito vandalizar é bloqueado em infinito como conta de ataque. Fabiano msg 00h52min de 20 de março de 2012 (UTC)
Pelo rigor frio da regra, não interessa o mérito do que foi feito nestas 2000 edições mas sim atingir o número mágico. Mas continua curioso como tomam à letra este regra ao mesmo tempo que violam o espírito desta mesma regra.OTAVIO1981 (discussão) 11h25min de 20 de março de 2012 (UTC)
  • Pelo rigor da regra ele não chegaria a 2000 edições por que seria bloqueado, então a comparação não tem fundamento. Fabiano msg 21h49min de 20 de março de 2012 (UTC)

Se se dessem ao trabalho de ler as discussões que indiquei, percebiam de onde veio a imposição de pré-requisitos. Mas essa nem é a questão. As regras não estão escritas em pedra, e podem ser alteradas se a comunidade assim o decidir. Não podemos é não cumprir as regras em vigor porque não concordamos com elas. Boas ou más, enquanto valerem são para cumprir. EuTugamsg 00h32min de 21 de março de 2012 (UTC)

Só por curiosidade, alguém que tenha acompanhado mais discussões no projeto poderia indicar alguns casos em que WP:IGNORE foi aplicada com sucesso, para tentar deduzir o que essa regra quer dizer? Pois parece ser bem diferente do que explicam aqui. Helder 03h52min de 21 de março de 2012 (UTC)
O estatuto de adm do Salebot e do Gibreco. Fora isso ... WP:V? (brincadeira), não lembro de mais nenhum caso de Ignore.
As poucas vezes q ouço citarem o Ignore é para contornar uma regra para uma situação q já havia sido discutida durante a criação da regra e por isso, ao meu ver, não se poderia ignorar. Se a comunidade já discutiu aquilo e criou a regra com base nessa discussão, discutir um Ignore seria discutir uma nova redação da regra e não uma exceção ao caso em particular.
Ignore é mais para situações q não haviam sido pensadas na época, como esse pré-requisito de adm x um adm q seria útil ao projeto mas q não tem essas edições, Ou pq surgiu novos recursos, se amanhã aparecesse uma ferramenta de bloqueio seletivo por domínio, mesmo se não estivesse na PB seria correto usar esse recurso ao invés de aplicar o filtro.
Talvez Ignore seja, ignorar a letra da regar, seguir o espírito dela. O q estiver fora do espírito da regra mesmo estando dentro da letra da regra não estaria coberto pela regra e poderia ignorar ela. Podemos ignorar a letra mas ignorar o espírito para um caso específico seria dizer q a regra está errada no seu princípio básico e q aí mereceria uma boa discussão ao invés de Ignore.
Como a regra é aplicada nas outras wikis?
Rjclaudio msg 04h15min de 21 de março de 2012 (UTC)