Wikipédia:Esplanada/propostas/Prazo para anulação de votos de fantoches (27fev2012)

Com as recentes descobertas de sock/meat, alguns acham que o limite de 180 dias para se anular votos (ref) não traz vantagens para a wiki, preferindo que esse limite seja removido.

Abro a discussão sobre o ponto. É vontade da comunidade remover esse limite, ampliá-lo de 6 para 9 ou 12 meses ou manter como está? Ou diminui-lo (sei lá né, tem maluco pra tudo)? Rjclaudio msg 13h38min de 27 de fevereiro de 2012 (UTC)

Eu não vejo justificação plausível para haver um limite. Suponho que seja uma cópia do modelo de prescrição do sistema judicial, mas os pressupostos que levam à sua existência no mundo real não existem aqui. Se uma votação foi aldrabada, tanto é prejudicial no dia seguinte como dez anos depois. Porque motivo se há-de manter situações que não se identificam com a comunidade? Polyethylen (discussão) 14h08min de 27 de fevereiro de 2012 (UTC)
Symbol declined.svg Discordo da remoção do limite no caso das PE's (em votações gerais, tudo bem). Admitindo que uma página foi mantida numa votação que ocorreu há mais de seis meses, já pode ser aberta uma nova PE caso necessário. Caso tenha sido eliminada, a restrição é ainda menor, visto que pode ser recriada a qualquer altura com conteúdo diferente (leia-se melhor) do que o eliminado, cabendo nova PE caso necessário. Convém também lembrar que nas PE o que se vota é o conteúdo atual do verbete. Uma página marginalmente mantida há mais de seis meses pode perfeitamente ter sido melhorada entretanto, e se votada agora a sua manutenção pode ser incontroversa. Ou seja, corremos o risco de estar a eliminar artigos atualmente satisfatórios apenas porque em tempos uma votação com base numa revisão antiga (que pode já nem ter nada a ver com o conteúdo atual) a sua manutenção foi forçada por votos de socks. O que ponho em causa não é portanto a legitimidade da manutenção de uma página mantida com votos inválidos, mas sim a legitimidade de estarmos a apagar muito à posteriori artigos com base em votações que se pronunciaram sobre uma versão antiga do artigo.
Daí a imposição de um limite, no caso 6 meses, que foi o decidido em tempos, provavelmente devido à questão do prazo para criação de uma nova PE; após mais de seis meses é mais razoável criar uma nova votação, caso necessário, do que andar a "caçar" velhos votos de socks. EuTugamsg 15h59min de 27 de fevereiro de 2012 (UTC)

Symbol comment vote.svg Comentário Os argumentos do EuTuga parecem muito sólidos em teoria, mas ou a minha percepção (assumidamente pouco objetiva) está completamente errada ou a percentagem dos artigos "melhorados" que sobreviveram a PE's não (quase) unânimes deve ser inferior a 5%, na melhor das hipóteses, por isso impedir liminarmente a recontagem de votos é compensar o crime. --Stegop (discussão) 16h41min de 27 de fevereiro de 2012 (UTC)

Para votações gerais concordam em anular o voto? Independente do tempo? E a anulação significa aplicar automaticamente (e imediatamente) a opção que teria sido vencedora, ou alguma consulta a comunidade? Isso teria efeito retroativo, ou só a partir da mudança? Digo, um voto q fez com q o adm fosse desnomeado (ou q tivesse aumentando ou reduzido algum pré-requisito, como o absenteísmo) o adm teria de novo as ferramentas?
Para PEs mantidas q seriam eliminadas sem os socks, qualquer um é livre para recolocá-las em votação caso considere q elas estão desrespeitando as regras da comunidade, mas aí é necessário ter um argumento válido para criar a PE e não apenas "estou enviando para PE pq a última votação seria eliminada se não fosse os socks". Pras PEs eliminadas, não sei qual seria o procedimento, já q a maior parte dos usuários não teria nem acesso ao conteúdo dessas páginas, recriar elas pode ser trabalhoso, pra esses casos até concordo em recriar e enviar para PE novamente.
Rjclaudio msg 17h26min de 27 de fevereiro de 2012 (UTC)
(conflito de edição)
Se um artigo se aguentou mais de seis meses irregularmente o crime já compensou durante esse tempo, e nada vai mudar esse facto. Mas ao fim de seis meses já pode ser votado de novo, pelo que não há motivo para continuar a compensar: se for votado e a comunidade decidir pela eliminação, problema resolvido; caso contrário, se a comunidade decidir manter a página, então eliminá-la com base na anulação de votos de socks em votações anteriores iria na verdade contra a vontade da comunidade. Daí os seis meses; antes disso a comunidade não se pode pronunciar sobre a eliminação, e o crime efetivamente compensa durante esse período, pelo que é a altura em que faz sentido anular votos irregulares e corrigir o resultado das votações.
Preferiria muito mais que se recomendasse a recolocação em PE dos artigos cuja manutenção/eliminação foi decidida numa votação burlada por socks há mais de seis meses do que aplicar cegamente o resultado "corrigido" de uma votação tão antiga. Para além de limitar a percentagem de artigos "melhorados" em risco, pois quanto mais tempo passa maior será o seu número (teoricamente), acho que é mais eficiente do que andar a procurar/anular votos em votações arquivadas. EuTugamsg 17h30min de 27 de fevereiro de 2012 (UTC)
Não é preciso saber o conteúdo das páginas eliminadas, apenas da votação, pois é por aí que se percebe se foi ou não "mal eliminada". EuTugamsg 17h31min de 27 de fevereiro de 2012 (UTC)
Concordo em recomendar recolocar em PE (pedindo o restauro + PE das q foram eliminadas só por causa do sock). Recomendar, e não obrigar, e não aplicar cegamente o novo resultado. Rjclaudio msg 17h33min de 27 de fevereiro de 2012 (UTC)
  • Sou favorável a que haja um limite e, para as votações acima deste, que um argumentação construtiva seja apresentada. Se ela for convincente, que se possa sim anular os votos. Onde seria um lugar para apresentar essa argumentação? Em PEs no caso de páginas mantidas (ou inconclusivas) indevidamente, mas onde no caso das apagadas? Em "PA/PR"? E se for uma votação mesmo (PDA, política etc.), como viabilizar? Esplanada? José Luiz disc 22h55min de 29 de fevereiro de 2012 (UTC)

Eu entendo perfeitamente o argumento sobre não anular os votos de PEs com mais de 180 dias, mas sobre votações gerais? Sobre PDAs? Qual a vantagem para o projeto? Chico Venancio (discussão) 22h59min de 29 de fevereiro de 2012 (UTC)

Ressaltando que eu entendo e refleti muito sobre a opinião do EuTuga. De fato não pode ser "automático": mas se uma boa reflexão for apresentada - e deve haver onde fazê-lo - a anulação deve ser permitida. Sobre as votações, é fácil: imagine que se proíbam as ESRs. Passados seis meses, descobre-se que o fizeram com socks. O que faremos? Reverter seis meses de ESR? José Luiz disc 23h05min de 29 de fevereiro de 2012 (UTC)
Acho que o certo é que qualquer página cuja votação tenha sido contaminada por sock puppets torna-se inválida, com prazo infinito, de forma que qualquer um pode abrir uma nova votação. Ou seja, começaria do zero, ignorando os votos válidos e os votos dos socks. Albmont (discussão) 22h13min de 10 de abril de 2012 (UTC)