Abrir menu principal
Como ler uma infocaixa de taxonomiaXaxim
Dicksonia sellowiana em uma floresta na Região sul do Brasil
Dicksonia sellowiana em uma floresta na Região sul do Brasil
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Monilophyta
Classe: Pteridopsida
Ordem: Cyatheales
Família: Dicksoniaceae
Género: Dicksonia
Espécie: D. sellowiana
Nome binomial
Dicksonia sellowiana
Hook., 1844
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Xaxim (desambiguação).

O termo xaxim pode se referir a certas pteridófitas (avencas ou samambaias) arborescentes, ou ainda, ao tronco destas, o qual pode ser serrado em pequenos segmentos que são utilizados como substrato para o crescimento de outras plantas, geralmente epífitas como orquídeas. A espécie mais conhecida destas plantas é a Dicksonia sellowiana, da família das dicksoniáceas, nativa da Mata Atlântica e América Central (especialmente dos estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, no Brasil). O xaxim também é conhecido pelo nome de sambambaiaçu, termo originário da língua tupi que significa "samambaia grande" [1]. Devido a sua beleza, praticidade e diferenciais a exploração do seu caule para fabricação de vasos se tornou bastante comum, bem como sua utilização em projetos de jardins e construções. O modismo do uso do xaxim, como suporte para orquídeas e bromélias, também surgiu por ser muito mais barato do que um vaso de barro.

Essas atividades levaram o xaxim a entrar na lista das espécies ameaçadas de extinção do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). Isso porque, além da exploração desenfreada, ao retirar a planta de seu habitat natural e plantar em lugares inadequados, ela morre rapidamente, diminuindo a população da espécie e aumentando o risco de seu desaparecimento.

DescriçãoEditar

O tronco (cáudice) é constituído por um caule ereto, cilíndrico, envolvido e sustentado por uma massa de raízes adventícias (que se desenvolvem a partir do caule e não da raiz embrionária), a qual é usada de suporte para o cultivo de outras plantas. Possui frondes bipenadas de até 2 metros. Devido à extração desenfreada do cáudice, a espécie está ameaçada de extinção e sua extração está proibida em todo o Brasil. O xaxim é uma planta do grupo das pteridófitas, assim como as avencas, cavalinhas e a samambaia.

Influência na Toponímia BrasileiraEditar

A cidade catarinense de Xaxim recebeu esse nome em homenagem à planta.

O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Xaxim

Referências

  1. FERREIRA, A. B. H. Novo dicionário da língua portuguesa. 2ª edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 1 543.

Ligações externasEditar