Xicas da Silva

Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre o grupo musical. Para outros significados, veja Xica da Silva.

Xicas da Silva é um grupo musical de percussão exclusivamente feminino de Minas Gerais, Brasil.

Foi criado em 2003 em Belo Horizonte e é o primeiro do gênero em todo estado de Minas Gerais.[1]

As Xicas já se apresentaram com nomes como Milton Nascimento, Gilvan de Oliveira, Vanessa da Mata, Daniela Mercury e o Grupo Tambolelê.[2]

CaracterísticasEditar

O grupo Xicas da Silva foi criado em 2003 por participantes do projeto Meninas e Mulheres, do Centro Cultural Tambolelê, e lideranças como Sérgio Pererê e Santone Lobato Silva.[1]

O nome do grupo é uma referência a Chica da Silva e o grupo, formado por 20 mulheres, é formado por donas de casa e universitárias, negras e brancas, ricas e pobres, "assim como são as 'Xicas' brasileiras".[1][2]

Ao ser formado exclusicamente por mulheres, a proposta não é levantar uma bandeira feminista, mas, sim, promover o resgate e a afirmação da cultura popular brasileira a partir da participação da mulher.[3]

Tem como proposta a afirmação da cultura popular brasileira ao estabelecer um repertório que reúne cirandas, rodas, congados, lundus, o canto das lavadeiras,[1] moçambique, marcha-grave, moçambique serra-abaixo e folias.[3] Nas músicas, há referências a Nossa Senhora do Rosário, à história escravista e a outras devoções.[4]

O grupo utiliza instrumentos como o fuxico, um tambor feito de cerâmica e couro de vaca originário do Tocantins. Há a inserção de caixas de folia e o patangome, típicos de Minas Gerais, e um instrumento de origem árabe, o derbak. O resultado é uma mistura de som de tambor e de prato, agudo e grave ao mesmo tempo.[1]

Referências

  1. a b c d e Oliveira, Junia. (6 de junho de 2010). Grupo de percussão formado só por mulheres anima o domingo em BH, acesso em 10 de junho de 2010
  2. a b Prefeitura de Belo Horizonte. (1 de junho de 2010). Tambores mágicos do grupo Xicas da Silva agitam o domingo no MHAB, acesso em 10 de junho de 2010
  3. a b Universidade Federal de Minas Gerais. (23 de agosto de 2005). Grupo Xicas da Silva se apresenta na abertura do 5º Contifes, acesso em 10 de junho de 2010
  4. Pereira, Valnei et al. Centro Cultural Tambolelê: arte, cultura e cidadania como iniciativa do terceiro setor em Belo Horizonte. FAU-USP, acesso em 10 de junho de 2010