Abrir menu principal
Ygor Coelho de Oliveira
Nome nativo Ygor Coelho
Nascimento 24 de novembro de 1996 (22 anos)
Rio de Janeiro
Cidadania Brasil
Ocupação jogador de badminton

Ygor Coelho de Oliveira (Rio de Janeiro, 24 de novembro de 1996) é um jogador de badminton brasileiro. Foi o primeiro atleta brasileiro a disputar a modalidade numa edição olímpica.[1]

Em novembro de 2017, ele alcançou a 32º posição do ranking da modalidade. Com isso, ele se tornou o primeiro brasileiro a figurar no top 50 do ranking mundial da Federação Internacional de badminton.[2]

Trajetória esportivaEditar

Começou aos 3 anos, na Associação Miratus, ONG fundada pelo pai Sebastião Dias de Oliveira para ensinar badminton às crianças da comunidade da Chacrinha.[3][4]

Junto a Lohaynny Vicente, foram os primeiros e dois únicos representantes do badminton brasileiro a participar dos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio.[5]

Em 2017, ele conquistou o título pan-americano, em Havana, Cuba. Com isso, ele se tornou o primeiro brasileiro a ganhar o torneio continental.[6]

Principais conquistas[4]Editar

  • Hexacampeão pan-americano júnior em 2006, 2007, 2008, 2010, 2012 e 2013
  • Campeão do Aberto de São Paulo em 2015
  • Vice-campeão no Aberto da Guatemala e 2015
  • Campeão do torneio de Porto Rico em 2014
  • 3º colocado (individual e duplas) no torneio do Chile
  • 3º colocado no Aberto de Santo Domingo em 2015
  • Campeão Pan-americano - 2017

Referências

  1. Olimpianos - Atletas olímpicos Brasileiros: YGOR COELHO DE OLIVEIRA Acessado em 5 de fevereiro de 2017
  2. globoesporte.globo.com/ Inédito para o Brasil: Ygor Coelho entra no top 50 do ranking mundial de badminton
  3. Miratus.org - A Chacrinha Acessado em 5 de fevereiro de 2017
  4. a b COB - Rio 2016 - Atletas - YGOR COELHO DE OLIVEIRA Acessado em 5 de fevereiro de 2017
  5. Brasil 2016 - Ygor Coelho e Lohaynny Vicente serão os representantes do Brasil no badminton (28/04/2016) Acessado em 5 de fevereiro de 2017
  6. globoesporte.globo.com/ Ygor Coelho bate cubano, é campeão pan-americano e deve entrar no top 50