Disambig grey.svg Nota: Não confundir com Zona económica especial.

Uma zona fraca é uma região isolada e delimitada dentro de um país, geralmente situada em um porto ou em suas adjacências, onde entram mercadorias nacionais ou estrangeiras sem se sujeitar às tarifas alfandegárias normais. O objetivo consiste em estimular as trocas comerciais, em certos casos para acelerar o desenvolvimento regional. São lugares onde o governo estimula a criação de empresas e indústrias com o abaixo dos impostos e ajudando com o capital financeiro.

Algumas zonas econômicas especiais são chamadas de "free ports". Às vezes, elas historicamente foram dotados de regulamentos aduaneiros favoráveis, como o porto livre de Trieste. Nos últimos anos, o sistema portuário gratuito foi acusado de facilitar a criminalidade artística internacional, permitindo que as obras de arte roubadas permaneçam não detectadas no armazenamento há décadas.[1]

ExemplosEditar

BielorrússiaEditar

MéxicoEditar

BrasilEditar

BulgáriaEditar

ChinaEditar

  • Hong Kong
  • Macau
  • Distrito de Pundong
  • Xiamem
  • Shantou
  • Shenzen
  • Zhuhai
  • Província de Hainan

ChileEditar

Coreia do SulEditar

Emirados Árabes UnidosEditar

EspanhaEditar

  • Barcelona
  • Vigo
  • Cádiz
  • Gran Canaria

FrançaEditar

GeórgiaEditar

IrãoEditar

MalásiaEditar

PanamáEditar

PortugalEditar

Reino UnidoEditar

RússiaEditar

UcrâniaEditar

Ver tambémEditar

Referências

  1. "Experts identify top six scandals amid boom in art crime" The Art Newspaper, 1 July 2015 [1]
  Este artigo sobre economia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.