Ítalo Moriconi

poeta brasileiro
(Redirecionado de Ítalo Moriconi Júnior)

Ítalo Moriconi (Rio de Janeiro, 1954) é crítico, curador literário, ensaísta, poeta, e professor da UERJ.[1][2][3][4]

Ítalo Moriconi
Nascimento 1954
Rio de Janeiro
Alma mater
Ocupação crítico, ensaísta, professor do ensino secundário

BiografiaEditar

Ítalo Moriconi, nasceu no Rio de Janeiro, em 1954, em 1960 morou em Recife até 1975, graduou-se em ciências sociais pela UNB, e voltando para o Rio de Janeiro mestrado e doutorado em letras.[5] Pós doutorado em comunicação pela UERJ. Foi diretor da Editora UERJ, assim criando a coleção Ciranda da Poesia.

Membro de conselhos editoriais de periódicos nacionais e estrangeiros. Tem mais ou menos 25 volumes publicados de crítica literária contemporânea, seguidos de antologias.[6][7][8][9][10][11][12]

Fez palestras sobre literatura brasileira e teve a participação de simpósios, na condição de convidado das instituições internacionais Madison-Wisconsin, Universidad de Buenos Aires, New York University, Sorbonne, Freie Universitat - Berlim, Northwestern University, University of Chicago. [13][14][15][16][17][18][19][20][21][22][23]

ObrasEditar

  • Ana Cristina Cesar: O Sangue de Uma Poeta (Escrita inicialmente em, 1996, para a coleção "Perfis do Rio", Selo HB -selo em parceria com a e-galaxia e a crítica editora Heloisa Buarque de Hollanda, obra relançada pela José Olympio) [24][25]
  • Como e por que ler a poesia brasileira do século XX
  • Meu fetiche [26][27]
  • Quase sertão
  • A cidade e as ruas
  • Caderno de maldito
  • Cão danado na noite
  • História do peixe

Obras organizadasEditar

Organizou antologiasEditar

  • Os cem melhores contos brasileiros do século
  • Os cem melhores poemas brasileiros do século[34]
  • Torquato Neto - Essencial[35]

PrêmioEditar

  • 2011: Prêmio Faz Diferença (venceu)[36]

Ligações externasEditar

Referências

  1. «ITALO MORICONI JR. – POESIA DOS BRASIS – RIO DE JANEIRO - www.antoniomiranda.com.br». www.antoniomiranda.com.br. Consultado em 30 de março de 2021 
  2. Moriconi, Italo (1 de janeiro de 1992). «Demarcando terrenos, alinhavando notas (para uma história da poesia recente no Brasil)». Travessia (24): 17–33. ISSN 0101-9570. Consultado em 30 de março de 2021 
  3. Veiga, Paula. «O pupilo e o 'professor de vanguarda'». Jornal da PUC. Consultado em 15 de abril de 2021 
  4. «Entrevista com Italo Moriconi». Substantivo Plural. 5 de junho de 2010. Consultado em 15 de abril de 2021 
  5. Janeiro, Por Miguel Conde Rio de. «Entrevista: Ítalo Moriconi fala sobre os estudos de Literatura e Letras». redeglobo.globo.com. Consultado em 30 de março de 2021 
  6. Moriconi, Ítalo (30 de junho de 2006). «Circuitos contemporâneos do literário (indicações de pesquisa)». Gragoatá (20). ISSN 2358-4114. Consultado em 9 de abril de 2021 
  7. Moriconi, Italo; Garramuño, Florencia (29 de dezembro de 2018). «Estudos literários: as literaturas em português no mundo». Matraga - Revista do Programa de Pós-Graduação em Letras da UERJ (45): 492–494. ISSN 2446-6905. doi:10.12957/matraga.2018.39722. Consultado em 9 de abril de 2021 
  8. Brasil, Grupo Adapta / Agência de Marketing Digital, Criação de Sites, Loja Vitual em Caruaru, Recife (9 de abril de 2021). «Crítico carioca Ítalo Moriconi conversa sobre a obra Literatura, Meu Fetiche». www.cbnrecife.com. Consultado em 9 de abril de 2021 
  9. «Italo Moriconi | Bliss não tem bis». Consultado em 9 de abril de 2021 
  10. «TEORIA, POESIA, CRITICA | A Página Distribuidora de Livros.». www.apaginadistribuidora.com.br. Consultado em 9 de abril de 2021 
  11. «Leituras #23: Destino Poesia, organizado por Ítalo Moriconi». NotaTerapia (em inglês). 20 de julho de 2016. Consultado em 9 de abril de 2021 
  12. «José Olympio lança "Destino: poesia", organizada por Italo Moriconi dos poetas da geração 70». LOID. 3 de junho de 2016. Consultado em 9 de abril de 2021 
  13. «Italo Moriconi debate "Literatura, Meu Fetiche" em live da Cepe». www.folhape.com.br. Consultado em 30 de março de 2021 
  14. «Protopunk da periferia». Quatro Cinco Um: a revista dos livros. Consultado em 30 de março de 2021 
  15. «Página Cinco - Podcast P5: Ítalo Moriconi e o fetiche por trás dos livros e da literatura». www.uol.com.br. Consultado em 30 de março de 2021 
  16. «Ítalo Moriconi: 'Já existe uma literatura da pandemia'». O Globo. 21 de março de 2021. Consultado em 30 de março de 2021 
  17. «Curso com Italo Moriconi discute poesia brasileira – Rascunho». Consultado em 30 de março de 2021 
  18. «Ítalo Moriconi: 'Já existe uma literatura da pandemia'». O Globo. 21 de março de 2021. Consultado em 8 de abril de 2021 
  19. «Curso com Italo Moriconi discute poesia brasileira – Rascunho». Consultado em 8 de abril de 2021 
  20. Livronautas. «Autor Italo Moriconi (1)». Livronautas. Consultado em 8 de abril de 2021 
  21. «Como 'A Hora da Estrela' satiriza relação entre intelectual e a população excluída - Aliás». Estadão. Consultado em 14 de abril de 2021 
  22. «Página Cinco - Podcast P5: Ítalo Moriconi e o fetiche por trás dos livros e da literatura». www.uol.com.br. Consultado em 14 de abril de 2021 
  23. «Italo Moriconi fala sobre Seminário "Os trabalhadores na literatura brasileira"». www.contee.org.br. Consultado em 14 de abril de 2021 
  24. «José Olympio lança "Destino: poesia", organizada por Italo Moriconi dos poetas da geração 70». LOID. 3 de junho de 2016. Consultado em 9 de abril de 2021 
  25. Eventos, Bh. «Notícia: Poesia de Ana Cristina César é tema de encontro do projeto Letra em Cena. Como ler...». BH Eventos. Consultado em 9 de abril de 2021 
  26. Brasil, Grupo Adapta / Agência de Marketing Digital, Criação de Sites, Loja Vitual em Caruaru, Recife (29 de março de 2021). «Crítico carioca Ítalo Moriconi conversa sobre a obra Literatura, Meu Fetiche». www.cbnrecife.com. Consultado em 30 de março de 2021 
  27. Babu*', 'Devana (5 de fevereiro de 306). «Devoção à literatura: em obra, autor explica como a arte escrita pode ser um fetiche». Diversão e Arte. Consultado em 30 de março de 2021  Verifique data em: |data= (ajuda)
  28. «Cartas inéditas de Caio F. Abreu são reunidas em duas novas publicações». Revista Cult. 9 de dezembro de 2016. Consultado em 9 de abril de 2021 
  29. «Resenha - Destino: Poesia». Poesia na Alma. Consultado em 9 de abril de 2021 
  30. «Waly Salomão - Biografia». Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira. Consultado em 9 de abril de 2021 
  31. «Memória Literária | Waly Salomão». Biblioteca Pública do Paraná. Consultado em 9 de abril de 2021 
  32. Vieira', 'José Carlos (19 de fevereiro de 208). «Crítico e ensaísta Italo Moriconi resgata escritores dos anos 1970». Acervo. Consultado em 9 de abril de 2021  Verifique data em: |data= (ajuda)
  33. «- ZUNÁI- Revista de Poesia & Debates». www.revistazunai.com. Consultado em 9 de abril de 2021 
  34. Globo, Redação Educação. «Os Cem Melhores Contos Brasileiros do Século». Educação. Consultado em 30 de março de 2021 
  35. Entretenimento, Portal Uai; Entretenimento, Portal Uai (5 de janeiro de 2018). «Torquato Neto: Essencial', antologia organizada por Ítalo Moriconi, resgata as diversas faces do inquieto tropicalista». Portal Uai Entretenimento. Consultado em 30 de março de 2021 
  36. «Confira a lista dos 17 vencedores do Faz Diferença de 2011». O Globo. Consultado em 3 de abril de 2021. Empenhado na mediação entre autores, grande público, universidade e mercado, o poeta, crítico e professor da Uerj Italo Moriconi reuniu jovens escritores em debates no Café Literário da Bienal do Livro de 2011, aproximando a literatura brasileira contemporânea dos leitores. 
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.