Útero
Illu female pelvis.jpg
1. Ligamento redondo
2. Ovário
3. Cavidade uterina
4. Tuba intestinal do útero
5. Pelvis vesical (voltada para a bexiga)
6. Fundo do útero
7. Corpo do útero
8. Palmate folds of cervical canal
9. Canal cervical
10. Lábio posterior
11. Cervical os (external)
12. Istmo do útero
13. Porção supravaginal do cérvix
14. Porção vaginal do cérvix
15. Lábio anterior
16. Cérvix
Gray pág.1258
Vascularização artéria ovariana, artéria uterina, helicine branches of uterine artery
Drenagem linfática corpo e cérvix para linfonodos ilíacos internos, fundo para linfonodos inguinais superficiais
Precursor Ducto mülleriano
MeSH Uterus

O útero é um dos órgãos do aparelho reprodutor nas fêmeas da maioria dos mamíferos, incluindo os humanos.[1] Durante uma gravidez, o útero se expande e o feto se desenvolve em seu interior. É também responsável pela expulsão do feto, através de contrações, no momento do parto. Uma de suas extremidades, o cérvix, abre-se na vagina; a outra é conectada às duas tubas uterinas (de Falópio).

O programa europeu espera desenvolver um útero artificial na próxima década.[2]

FunçãoEditar

A principal função do útero é receber embriões que se implantam no endométrio, além de desenvolver vasos sanguíneos exclusivamente para esta função. O embrião, se desenvolve em feto e evolui até o nascimento do bebê. Devido a barreiras anatômicas como a pelve, o útero é empurrado parcialmente para dentro do abdômen devido a sua expansão durante a gravidez.

Anatomia do útero humanoEditar

SituaçãoEditar

O útero está localizado no interior da pelve imediatamente dorsal (e de alguma maneira rostral) trompa à bexiga urinária e ventral ao reto. Quando não está em estado de gravidez, seu tamanho em humanos é de alguns centímetros de diâmetro.

RegiõesEditar

De fora para dentro, as camadas até o útero são:

CamadasEditar

As camadas do útero, da mais interna para a mais externa, são as seguintes:

Camada Descrição
endométrio camada vascularizada (ciclo menstrual)
miométrio (camada muscular) O útero consiste principalmente de tecido muscular liso, conhecido como miométrio.
perimétrio (camada serosa) O tecido frouxo que o envolve é chamado de perimétrio.
peritônio O útero é envolvido pelo peritônio.

Principais ligamentosEditar

O útero é mantido em seu lugar por diversos ligamentos peritoneais, dos quais os seguintes são os mais importantes (existem dois de cada):

Nome Origem Inserção
ligamento largo do útero (mesométrio) laterais do útero paredes e assoalho da pelve
ligamento redondo do útero ângulo lateral do útero (corno uterino) lábios maiores
ligamento ovariano (ou "ligamento próprio do ovário") superfície lateral do útero ovários
Ligamento tranverso do colo colo do útero e fórnice da vagina paredes laterais da pelve

PosiçãoEditar

 
Feto com 40 semanas de idade gestacional.

Classicamente, o útero é descrito como estando direccionado em ante-verso-flexão. Ante-flexão é a projecção do corpo sobre o colo para a frente, formando um ângulo. Ante-versão é a projecção do corpo para a frente do eixo da cavidade pélvica e do colo para trás desse mesmo eixo transversal. Esta é a posição clássica, contudo, ela é bastante variável, uma vez que a sua direcção depende da pressão das outras vísceras abdominais, bem como da posição do indivíduo. A posição clássica, aliás, só se verifica quando, tanto a ampola rectal como a bexiga se encontram praticamente esvaziadas. Caso contrário, o seu enchimento provoca uma diminuição da anteversão.

PatologiaEditar

Alguns estados patológicos incluem:

Transplante de úteroEditar

o primeiro nascimento após um transplante de útero aconteceu na Suécia em 2014. Até 2021, já aconteceram cerca de 20 nascimentos após um transplante de útero em todo o mundo.[3]

Imagens adicionaisEditar

Ver tambémEditar

Referências

  1. Santos, Vanessa Sardinha dos. «Útero». Escola Kids. UOL. Consultado em 24 de julho de 2019 
  2. «World's first artificial womb for humans». Tech Explorist (em inglês). 17 de outubro de 2019. Consultado em 17 de outubro de 2019 
  3. «First baby born after uterus transplant in France» 

Ligações externasEditar