102,3 FM

estação de rádio brasileira de Porto Alegre, RS
(Redirecionado de 102.3 FM)
Disambig grey.svg Nota: Para a atual rádio Itapema FM, que agora é sediada em Florianópolis (Santa Catarina), veja Itapema FM.
102.3 FM
Rádio Itapema FM de Porto Alegre Ltda.
País  Brasil
Frequência(s) FM 102,3 MHz
Sede Bandeira de Porto Alegre.svg Porto Alegre, RS
Slogan A melhor playlist do rádio
Fundação 25 de setembro de 1983 (36 anos)
Fundador Maurício Sirotsky Sobrinho
Pertence a Grupo RBS
Proprietário(s) Eduardo Sirotsky Melzer
Antigo(s) proprietário(s)
Formato Emissora comercial
Gênero Entretenimento e Música
Faixa etária Público de 30 a 75 anos
Idioma (em português brasileiro)
Prefixo ZYD 566
Nome(s) anterior(es)
  • Club Metrópole FM (1975 - 1983)
  • Itapema FM (1982-1993, 2003-2016)
  • Gaúcha FM (1993-1998)
  • 102 FM (1998-2003)
Emissoras irmãs
Cobertura Grande Porto Alegre e áreas próximas
Coord. do transmissor 30° 4' 47.8" S 51° 10' 59.1" O
Dados técnicos Potência: 35 kW
Classe: E2
RDS: Sim
Webcast Ouça ao vivo
Página oficial 1023.clicrbs.com.br

102.3 FM é uma emissora de rádio brasileira sediada em Porto Alegre, capital do estado do Rio Grande do Sul. Opera no dial FM, na frequência 102,3 MHz, e pertence ao Grupo RBS. Seus estúdios estão na sede da Zero Hora no bairro Azenha[1], e seus transmissores estão no Morro da Polícia.

HistóriaEditar

A Rádio Club Metrópole FM foi adquirida pela RBS e transformada em Itapema FM em 25 de setembro de 1983 pelo Grupo RBS, operando na frequência 102,3 MHz. Inicialmente priorizava a MPB e adotava o slogan "Som Brasil Bonito", com locução exclusivamente feminina. A emissora estava em desvantagem na audiência para a sua principal concorrente da época, à Bandeirantes FM 99,3 MHz. Com a contratação do radialista Júlio Fürst para gerenciá-la, mudou sua programação em 1990 e o nome para Nova Itapema FM. A música internacional entrou no playlist da rádio e a locução masculina. Em 1993, com a entrada da Antena 1 89,5 MHz no mercado local, acirrando a disputa pelo segmento adulto, a rádio passou a adotar o nome Gaúcha FM, tentando atrair um pouco do prestígio da co-irmã Gaúcha AM. Alguns profissionais da AM ganharam espaço na emissora e o espaço jornalístico foi ampliado. No final dos anos 90 novamente uma mudança no nome, primeiramente Gaúcha 102 FM e depois apenas 102 FM. Em 2003, volta a se chamar Itapema FM, e passa a ter uma programação do gênero adult contemporary. No segundo semestre de 2012, deixou de operar no interior do Rio Grande do Sul, dando lugar a afiliadas próprias da Rádio Gaúcha em Caxias do Sul e Santa Maria.[2][3]

No ano de 2016, após a aquisição das mídias catarinenses do Grupo RBS pelo Grupo NC,[4] a Itapema FM deixou de transmitir em rede com as emissoras de Florianópolis e Joinville, e passou a se chamar 102.3 FM. A emissora também estreou novos programas, comandados por comunicadores da emissora e também da Rede Atlântida, bem como mescla clássicos de várias gerações com sucessos recentes.

Desde o dia 7 de junho de 2017, os estúdios da emissora estão funcionando no Prédio da Zero Hora, na Avenida Ipiranga, 1075.[1]

Referências

  1. a b «Rádios do Grupo RBS iniciam transição para prédio da Avenida Ipiranga». Consultado em 10 de junho de 2017. Arquivado do original em 15 de junho de 2017 
  2. «Rádio Gaúcha anuncia emissora na região da Serra». Consultado em 28 de agosto de 2012. Arquivado do original em 16 de fevereiro de 2015 
  3. «Rádio Gaúcha terá emissora em Santa Maria». Consultado em 30 de junho de 2012. Arquivado do original em 16 de fevereiro de 2015 
  4. Carlos Massaro; Daniel Starck; Roberto Sagebin (7 de março de 2016). «Em comunicado, Grupo RBS confirma venda das operações de mídia em Santa Catarina». TudoRádio.com. Consultado em 23 de fevereiro de 2017 

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre Rádio é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.