A Cor do Seu Destino

filme de 1986 dirigido por Jorge Durán
A cor do seu destino
 Brasil
1986 •  104 min 
Direção Jorge Durán
Produção Empresa Brasileira de Filmes
Roteiro Jorge Durán
José Joffily
Nelson Nadotti
Elenco Norma Bengell
Guilherme Fontes
Júlia Lemmertz
Andréa Beltrão
Chico Diaz
Bebel Gilberto
Gênero drama
Idioma português

A Cor do Seu Destino é um filme brasileiro de 1986, do gênero drama, dirigido por Jorge Durán e com roteiro de José Joffily. O filme aborda a vida de Paulo, interpretado por Guilherme Fontes, e de seus pais chilenos no Rio de Janeiro, onde exilaram-se após sofrerem repressão da Ditadura militar chilena. A produção foi agraciada com diversos prêmios, inclusive do Festival de Brasília e do Festival de Havana.[1][2]

EnredoEditar

Interpretado pelo ator Guilherme Fontes, o personagem Paulo chegou ao Brasil quando tinha seis anos de idade. Seus pais, Laura e Victor, interpretados respectivamente por Norma Bengell e Chico Diaz, deixaram seu país de origem, o Chile, em virtude da repressão promovida pela Ditadura militar instalada naquele país. No Brasil, estabeleceram-se no Rio de Janeiro.[2][1]

Durante sua adolescência, Paulo era um rapaz nervoso, solitário e mal-humorado. Encontrava tranquilidade nas pinturas e desenhos que fazia. Também encontra amparo em sua namorada Helena, interpretada por Andréa Beltrão. No entanto, o envolvimento dela com um professor torna Paulo ainda mais tenso e angustiado.[2][1]

Paulo possui poucas lembranças do Chile. Passa a conhecer melhor seu país natal com a chegada de sua prima, Patrícia, interpretada por Júlia Lemmertz. Patrícia lhe conta suas experiências com a repressão, sempre utilizando a língua nativa, espanhol. Paulo eventualmente desenvolve um desejo incontrolável de voltar para o Chile. Em um protesto no consulado chileno, Paulo acaba sendo confundido com um terrorista e é alvejado.[2][1]

ElencoEditar

 
Norma Bengell deu vida à Laura, mãe do personagem principal

O filme teve em seu elenco os seguintes atores:[1]

PremiaçõesEditar

O filme recebeu as seguintes premiações:[1]

Melhor filme;
Melhor roteiro para Durán, Jorge, Nadotti, Nelson e Joffily, José;
Melhor diretor para Durán, Jorge;
Melhor atriz coadjuvante para Lemmertz, Júlia;
Melhor ator coadjuvante para Dias, Chico;
Prêmio da Crítica Internacional
Melhor longa metragem
Melhor filme
Melhor filme
Prêmio Caiman Barbudo
Prêmio Especial do Júri
Melhor fotografia
Melhor música
Melhor cartaz
Melhor filme
Prêmio Margarida de Prata

Referências

  1. a b c d e f «A COR DO SEU DESTINO». Governo Federal do Brasil. Cinemateca Brasileira. 2007. Consultado em 2 de agosto de 2020 
  2. a b c d «A Cor do Seu Destino». Enciclopédia Itaú Cultural. 26 de junho de 2020. Consultado em 2 de agosto de 2020