Adobe Acrobat é um software desenvolvido pela Adobe, que permite a conversão de documentos de diversos formatos em um arquivo de formato PDF (Portable Document Format). O Software Adobe Acrobat proporciona a capacidade de converter o documento de maneira fiel ao original independente do seu conteúdo. Para visualizar estes tipos de documentos, a Adobe disponibiliza gratuitamente o software para leitura (Adobe Reader) independente do sistema operacional e dispositivo (hardware).[1][2]

Adobe Acrobat
Desenvolvedor Adobe Inc.
Plataforma Multiplataforma
Lançamento 15 de junho de 1993 (30 anos)
Versão estável 2022.002.20191 ((12 de outubro de 2022; há 16 meses))
Versão em teste [+/-]
Idioma(s) Multilíngue
Sistema operacional Multiplataforma
Gênero(s) Criador/editor de PDF
Licença Licença comercial
Estado do desenvolvimento Corrente
Página oficial https://get.adobe.com/br/reader/

Está disponivel em quatro edições:[3][4]

  • Adobe Acrobat Elements, para quem apenas pretenda transformar documentos de outros formatos em documentos PDF;
  • Adobe Acrobat Standard, para quem faça documentos PDF a partir do scanner;
  • Adobe Acrobat Professional, para quem pretenda fazer formulários a partir do programa da suite Adobe Designer;
  • Adobe Acrobat 3D, para quem pretenda fazer documentos com imagens em 3D.

As edições estão ordenadas da mais básica, em cima, para a mais avançada, em baixo. Todas as versões abaixo de uma outra têm as funcionalidades que a acima tem e outras.[5][6]

Formatos de arquivo suportados editar

A tabela abaixo contém alguns dos formatos de arquivo suportados que podem ser abertos ou acessados no Adobe Acrobat.[7]

File format Extension
Acrobat Data File ACRODATA
Acrobat Forms Data Format FDF
Adobe Illustrator File AI
Acrobat Index File PDX
Acrobat Job Definition File JDF
Acrobat Language Plug-in LNG
Acrobat MIME Encoded Job

Definition File

MJD
Acrobat Plug-in ACROPLUGIN
Acrobat Plug-in API
Acrobat Security Settings File ACROBATSECURITYSETTINGS
Acrobat Sequence File SEQU
Acrobat XFDF File XFDF
Adobe Color Separations Table AST
Adobe Dictionary Data File ENV
Adobe Joboptions File JOBOPTIONS
Adobe Linguistic Library Data File LEX
Adobe MARS File MARS
Adobe Portable Document Format

File

PDF
Adobe Profile File APF
Apple QuickTime Movie MOV
Design Web Format File DWF
Drawing Exchange Format File DXF
Encapsulated PostScript Format File EPSF
Flash MP4 Video File F4V
Flash Video File FLV
Hypertext Markup Language HTM, HTML
iTunes Video File M4V
Plain Text File TXT
PostScript File PS
PostScript Image Data File PSID
Product Representation Compact

File

PRC
Shockwave Flash Movie SWF
Universal 3D File U3D
XML Data Package XDP
XML Paper Specification File XPS

Segurança editar

Uma lista abrangente de boletins de segurança para a maioria dos produtos da Adobe e suas versões relacionadas é publicada em sua página de Boletins de segurança e avisos e em outros locais relacionados.[8][9] Em particular, o histórico detalhado de atualizações de segurança para todas as versões do Adobe Acrobat foi tornado público.[10]

Desde a versão 3.02 em diante, o Acrobat Reader inclui suporte para JavaScript. Essa funcionalidade permite que o criador de um documento PDF inclua código que é executado quando o documento é lido. Arquivos PDF maliciosos que tentam explorar vulnerabilidades de segurança podem ser vinculados a páginas da web ou distribuídos como anexos de e-mail. Embora o JavaScript seja projetado sem acesso direto ao sistema de arquivos para torná-lo "seguro", foram relatadas vulnerabilidades devido a abusos, como a distribuição de código malicioso por meio de programas Acrobat.[11] Aplicações da Adobe já haviam se tornado os alvos mais populares de ataques a software cliente durante o último trimestre de 2009.[12] A McAfee previu que o software da Adobe, especialmente o Reader e o Flash, seria o principal alvo de ataques de software no ano de 2010.[13]

Aviso de setembro de 2006 editar

Em 13 de setembro de 2006, David Kierznowski forneceu arquivos PDF de exemplo ilustrando vulnerabilidades de JavaScript. Desde pelo menos a versão 6, o JavaScript pode ser desativado usando o menu de preferências[14] e URLs incorporados que são iniciados são interceptados por uma caixa de diálogo de aviso de segurança para permitir ou bloquear o site de ativação.[15]

Aviso de fevereiro de 2009 editar

Em 19 de fevereiro de 2009, a Adobe lançou um Boletim de Segurança anunciando vulnerabilidades de JavaScript nas versões 9 e anteriores do Adobe Reader e Acrobat.[16] Como solução alternativa para esse problema, o US-CERT recomendou desativar o JavaScript nos produtos Adobe afetados, cancelar a integração com o Windows shell e navegadores da web (enquanto realizam uma versão estendida de desintegração para o Internet Explorer), desativar os serviços de indexação da Adobe e evitar todos os arquivos PDF de fontes externas.[17]

Aviso de fevereiro de 2013 editar

A Adobe identificou vulnerabilidades críticas no Adobe Reader e Acrobat XI (11.0.01 e anteriores) para Windows e Macintosh, nas versões 9.5.3 e anteriores das versões 9.x. Essas vulnerabilidades podem fazer com que o aplicativo falhe e, potencialmente, permitir que um invasor assuma o controle do sistema afetado. Houve relatos de exploração dessas vulnerabilidades para enganar usuários do Windows a clicar em um arquivo PDF malicioso entregue em uma mensagem de e-mail. A Adobe recomendou que os usuários atualizassem suas instalações do produto.[18]

Aviso de janeiro de 2016 editar

A Adobe lançou atualizações de segurança para o Adobe Acrobat e Reader para Windows e Macintosh. Essas atualizações abordam vulnerabilidades críticas que poderiam potencialmente permitir que um invasor assumisse o controle do sistema afetado.[19][20]

Referências

  1. «Adobe Acrobat PDF software | Adobe Acrobat». www.adobe.com (em inglês). Consultado em 31 de outubro de 2022 
  2. «PDF reader | Adobe Acrobat Reader». www.adobe.com (em inglês). Consultado em 31 de outubro de 2022 
  3. «Adobe - Download Adobe Acrobat Reader DC». get.adobe.com. Consultado em 31 de outubro de 2022 
  4. Heller, Martin (9 de abril de 2015). «Review: Adobe Acrobat polishes its act». InfoWorld (em inglês). Consultado em 31 de outubro de 2022 
  5. Frank, Blair Hanley (13 de outubro de 2015). «Adobe teams up with Dropbox as part of Document Cloud upgrades». InfoWorld (em inglês). Consultado em 31 de outubro de 2022 
  6. «Adobe PDF Security Issues: Acrobat Vulnerabilities, PDF & Ebook Cracks». Locklizard (em inglês). Consultado em 31 de outubro de 2022 
  7. «Visão Geral do Adobe Acrobat DC 2019 e Tipos de Arquivo Suportados». fileinfo.com. Consultado em 21 de abril de 2021 
  8. «Boletins de Segurança e Avisos». adobe.com. Adobe Systems 
  9. «Questões de Segurança do Adobe PDF, Vulnerabilidades do Acrobat, Rupturas do PDF». Locklizard 
  10. «Boletins de Segurança e Avisos - Adobe Acrobat». adobe.com. Adobe Systems 
  11. Brockmeier, Joe (30 de março de 2005). «Recursos inesperados no Acrobat 7». LWN.net. Eklektix. Consultado em 20 de fevereiro de 2009 
  12. «Relatório de Ameaças McAfee: Quarto Trimestre de 2009» (PDF). McAfee Avert Labs. Fevereiro de 2010. p. 16. Consultado em 9 de maio de 2010. Arquivado do original (PDF) em 15 de fevereiro de 2010 
  13. «Previsões de Ameaças para 2010» (PDF). McAfee Labs. Dezembro de 2009. p. 2. Consultado em 9 de maio de 2010. Arquivado do original (PDF) em 2 de junho de 2010 
  14. Naraine, Ryan (28 de abril de 2009). «Adobe: Turn off JavaScript in PDF Reader». ZDNet. CBS Interactive 
  15. Naraine, Ryan (15 de setembro de 2006). «Hacker Descobre Portas Traseiras em PDFs da Adobe». eWeek. Ziff Davis Enterprise Holdings Inc. Consultado em 5 de agosto de 2011. David Kierznowski, um especialista em testes de penetração especializado em testes de aplicativos da web, lançou código de prova de conceito e arquivos PDF adulterados para demonstrar como o programa Adobe Reader poderia ser usado para iniciar ataques sem nenhuma ação do usuário. [ligação inativa]
  16. «Atualizações de segurança disponíveis para as versões 9 e anteriores do Adobe Reader e Acrobat». adobe.com. Adobe Systems. 19 de fevereiro de 2009. Consultado em 11 de agosto de 2013 
  17. «Nota de Vulnerabilidade VU#905281». US-CERT. 20 de fevereiro de 2009. Consultado em 20 de fevereiro de 2009. Arquivado do original em 23 de fevereiro de 2009 
  18. «Aviso de Segurança para Adobe Reader e Acrobat». Adobe Systems 
  19. «Aviso de Segurança para Adobe Reader e Acrobat». Adobe Systems 
  20. «Adobe Lança Atualizações de Segurança para Acrobat, Reader e Digital Editions». United States Computer Emergency Readiness Team 
  Este artigo sobre um programa de computador da Adobe é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Adobe Acrobat