Abrir menu principal
Adriana Lunardi
Nascimento 1964 (55 anos)
Xaxim
Cidadania Brasil
Alma mater Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Ocupação escritora

Adriana Lunardi (Xaxim, 1964) é uma escritora e roteirista brasileira.[1]

Seu primeiro livro, As Meninas da Torre Helsinque (1996), recebeu o prêmio Fumproarte (1996), na categoria autor/a revelação, e o prêmio Açorianos de Literatura (1997), na categoria melhor livro de contos.[2] Em 2002, com a bolsa para escritores da Fundação Biblioteca Nacional, lançou a coletânea de contos Vésperas, que foi indicado ao prêmio Jabuti (2003).[2] Em 2007, publicou o romance Corpo Estranho, que foi indicado ao 5.º Prêmio Passo Fundo Zaffari e Bourbon de Literatura no mesmo ano.[2] Também participou das antologias O livro das mulheres (1999), 25 mulheres que estão fazendo a nova literatura brasileira (2002) e Contos sobre tela (2005).[2] Seu romance A vendedora de fósforos (2011) foi finalista do Prêmio São Paulo de Literatura de 2012.[3]

Em 1985, graduou-se em Comunicação Social pela Universidade Federal de Santa Maria.[1] Possui mestrado em literatura brasileira pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ). Em 2012 e 2013 ministrou uma oficina de criação literária para jovens autores no programa Escritor-Visitante da UERJ.

Publicou a novela A longa estrada dos ossos, destinada ao público jovem, em 2014. Naquele ano, recebeu o Prêmio Icatu de Artes.

É coautora, com Max Mallmann, da série de TV Ilha de Ferro.

Lista de obrasEditar

ContosEditar

  • 1996 - As Meninas da Torre Helsinque
  • 2002 - Vésperas

RomancesEditar

  • 2006 - Corpo Estranho
  • 2011 - A Vendedora de Fósforos
  • 2014 - A longa estradas dos ossos (jovens)

AntologiasEditar

Referências

  1. a b «Adriana Lunardi - Enciclopédia Itaú Cultural». Enciclopédia Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural. ISBN 978-85-7979-060-7. Consultado em 17 de setembro de 2018 
  2. a b c d Costa, Deise Bastos da (2010). Figurações da mulher-artista nos contos de Adriana Lunardi (Dissertação). Universidade Federal do Rio Grande (FURG). Consultado em 17 de setembro de 2018 
  3. «Michel Laub e Luiz Ruffato são finalistas do Prêmio São Paulo de Literatura». Folha de S.Paulo. 2 de agosto de 2012. Consultado em 6 de abril de 2013 

Ligações externasEditar