Abrir menu principal

Aerolloyd Iguassu S.A. foi uma companhia aérea com sede na cidade de Curitiba[1][2].

HistóriaEditar

Fundada nos primeiros meses do ano de 1933[1][2], a Aerolloyd Iguassu era de propriedade de uma das maiores empresas paranaense do século XX, a Matte Leão (razão social, Leão Júnior S.A.), começando a operar (viagem inaugural) em 20 de julho de 1933[1] na rota Curitiba - São Paulo, com saídas do Aeroporto do Bacacheri[2], o primeiro da cidade (o Aeroporto Afonso Pena só seria construído em 1944).

Após alguns anos, a empresa fechou um contrato com o Departamento de Aeronáutica Civil (departamento ligado ao então Ministério da Viação e Obras Públicas) para operar voos ao estado de Santa Catarina, ligando Curitiba as cidades de Joinville, Florianópolis e Itajaí[3][4].

Operando, inicialmente, com duas aeronaves Klemm KI 31 A (prefixos: PP-IAA e PP-IAB)[1], em 1934 a frota da Iguassu foi ampliada com a aquisição de três aeronaves modelo Stinson Reliant da fabricante Stinson Aircraft Company.[5].

Em meios a dificuldades técnicas (falta de pilotos experientes, rotas com mudanças climáticas frequentes, ocasionando cancelamento de viagens, e falta de mecânicos especializados) e o seu custo operacional não sendo coberto pelas receitas, a empresa Matte Leão vendeu para a Vasp toda a estrutura operacional e os contratos[6] de rotas e a Aerolloyd Iguassu deixou de existir a partir de 28 de outubro de 1939[1].

Referências

  1. a b c d e «Aerolloyd Iguassú (Brasil)». Site Aviação Brasil. 26 de junho de 2008. Consultado em 8 de setembro de 2012 [ligação inativa]
  2. a b c «Voando pelo passado». Nostalgia (Jornal Gazeta do Povo). 27 de novembro de 2011. Consultado em 8 de setembro de 2012 
  3. «Decreto - Concede permissão á sociedade anonima brasileira Aerolloyd lguassú S. A., para extabelecer tráfego aereo no territorio nacional.». Senado Federal (Subsecretaria de Informações). 30 de junho de 1933. Consultado em 8 de setembro de 2012. Arquivado do original em 15 de julho de 2014 
  4. «Termos de Contrato - Departamento de Aeronáutica Civil». Site JusBrasil(Diários Oficiais). 1937. Consultado em 8 de setembro de 2012 
  5. Pereira, Aldo (1987). Breve História da Aviação Comercial Brasileira. Rio de Janeiro: Europa. p. 278 
  6. «Decreto - Autoriza o Aerolloyd Iguassú S. A a transferir à Viação Aérea São Paulo S. A. (VASP) o seu contrato para execução das Linhas aéreas Curitiba-São Paulo e Curitiba Florianópolis.». Senado Federal (Subsecretaria de Informações). 28 de outubro de 1939. Consultado em 8 de setembro de 2012. Arquivado do original em 15 de julho de 2014 
  Este artigo sobre aviação, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.