Afonso Teles da Silva, 3.º alcaide de Campo Maior

D. Afonso Teles da Silva (c. 1440 - 1503[1]), 3.º Alcaide de Campo Maior e de Ouguela, foi um nobre português do século XV.

Afonso Teles da Silva
Alcaide-mor de Campo Maior e Ouguela
Nascimento c. 1440
Morte 1503 (63 anos)
Pai D. Rui Gomes da Silva, 1.º Alcaide de Campo Maior
Mãe D. Isabel de Meneses
Ocupação Fidalgo, Militar

BiografiaEditar

Era filho de Rui Gomes da Silva, 1.º alcaide de Campo Maior (1391 - 1449)[2] com D. Isabel de Menezes (casaram no ano de 1422[3]), filha natural de D. Pedro de Menezes, 1.º Conde de Vila Real.

Não era o filho primogênito, mas acabou por herdar a casa e senhorios de seu pai por morte de seu irmão mais velho,[4] Pero ou Pedro Gomes da Silva, 2.º alcaide de Campo Maior, sem descendência.

Descendia dos Silvas[5] pelo lado paterno e dos Teles de Menezes[6] pelo lado materno - duas das linhagens mais antigas do noroeste da Península Ibérica. Teve influentes relações familiares na corte da época, pois um dos seus irmãos, D. Diogo da Silva, foi elevado a Conde de Portalegre em 1496[7] e um outro, Fernão Gomes da Silva, foi Alcaide-mor de Alpalhão.[8] Uma de suas irmãs foi Santa Beatriz da Silva.

Além disso, os seus cunhados foram figuras destacadas, contando-se entre eles João Rodrigues Ribeiro, 3.º senhor de Figueiró e Pedrógão,[9] Álvaro de Sousa, senhor de Miranda e Alcaide-mor de Arronches,[10] Gil de Magalhães, senhor da terra da Nóbrega,[11] D. Martinho de Ataíde, 2.º conde de Atouguia e D. João de Azevedo, bispo do Porto.

Recebeu de D. Afonso V a mercê da Alcaidaria-mor de Campo Maior e Ouguela em 29 de abril de 1463[12] (onde aparece com o nome de Afonso Teles de Meneses, que também usou) e é referido como exercendo esses cargos, já como membro do Conselho do Rei, em 20 de janeiro de 1472. As mercês foram-lhe novamente confirmadas em 29.08.1478,[12] em Évora, por carta de D. Afonso V, com a faculdade delas passarem, por sucessão, a seu filho maior.[13]

Serviu no Norte de África como fronteiro de seu tio, o conde D. Duarte de Meneses e, num período de ausência deste, como governador de Arzila em 1460-61.[14]

Faleceu antes de 24 de março de 1503, data da mercê de D. Manuel I que nomeou seu filho Rui Gomes Alcaide de Campo Maior e Ouguela, "com todas as rendas, foros, direitos, tributos e liberdades que pertencem a essa Alcaidaria, tal como tinha seu pai, Afonso Teles, falecido".[1]

Casamento e descendênciaEditar

Casou com D. Joana de Azevedo,[15] da linhagem dos Malafaias, senhores de Belas. Era filha de Luís Gonçalves Malafaia, vedor da Fazenda[16] e irmã de D. João de Azevedo, bispo do Porto e de D. Filipa de Azevedo, condessa de Atouguia. Sua avó materna era da casa dos Silvas, senhores de Vagos, sendo assim D. Joana e Afonso Teles parentes em 4.º grau.[17]

Seu filho primogênito, D. Rui Gomes da Silva, foi 4.º alcaide de Campo Maior por mercê de 24.03.1503,[18] havendo casado com Urraca de Moura. Deste enlace provieram dois ramos de Silvas: o que continuou com a alcaidaria de Campo Maior, a qual veio a passar por sucessão em linha feminina para os Lobo da Silveira e depois para os Alcáçova Carneiro[19] (cuja representação está na descendência de D. Maria de Alcáçova Carneiro, filha do 7.º Alcaide); e o dos morgados de Xévora, que passou por sucessão para os Melos, alcaides de Elvas e condes de S. Lourenço.[20]

BibliografiaEditar

  • Gayo, Felgueiras. Nobiliário das Famílias de Portugal. Volume IX. Carvalhos de Basto, 2.ª Edição. Braga, 1989
  • Salazar y Castro, Luis de, "Historia Genealogica de La Casa de Silva", Parte II, Madrid, 1685, pp. 103 - 107.

Referências

  1. a b ANTT, Chancelaria de D. Manuel I, liv. 19, 12 - 66 https://digitarq.arquivos.pt/details?id=3867402
  2. Freire, Anselmo Braamcamp, “Brasões da Sala de Sintra”, Livro Segundo, Coimbra, Imprensa da Universidade (1921), p. 18 https://archive.org/details/brasesdasalade00braa/page/18
  3. Freire, Anselmo Braamcamp, op. cit., p. 18
  4. Freire, Anselmo Braamcamp, op. cit., p. 19
  5. Freire, Anselmo Braamcamp, op. cit., pp. 3 - 4
  6. Freire, Anselmo Braamcamp, op. cit. (Livro Primeiro), p. 104 https://archive.org/details/brasesdasalade01braauoft/page/104
  7. Freire, Anselmo Braamcamp, op. cit., p. 23
  8. Freire, Anselmo Braamcamp, op. cit., p. 20
  9. Freire, Anselmo Braamcamp, op. cit., p. 20
  10. Freire, Anselmo Braamcamp, op. cit., p. 20
  11. Freire, Anselmo Braamcamp, op. cit., p. 20
  12. a b «Carta de confirmação de D. João II da mercê feita por D. Afonso V a Afonso Teles de Meneses da alcaidaria-mor de Campo Maior e Ouguela - Arquivo Nacional da Torre do Tombo - DigitArq». digitarq.arquivos.pt. Consultado em 7 de fevereiro de 2020 
  13. Freire, Anselmo Braamcamp, op. cit., p. 19
  14. Freire, Anselmo Braamcamp, op. cit., p. 19
  15. Freire, Anselmo Braamcamp, op. cit., p. 19
  16. Freire, Anselmo Braamcamp, op. cit., p. 19
  17. Salazar y Castro, Luis de (1685). Historia genealogica de la casa de Silva, Parte I: (em espanhol). Madrid: [s.n.] p. 105. D. Joana de Azevedo [era neta] de D. Joana Gomes da Silva (...), irmã de João Gomes da Silva, 2.º senhor da Casa de Vagos, por cuja linha tinham Afonso Teles e D. Joana de Azevedo parentesco no quarto grau 
  18. «Rui Gomes da Silva, fidalgo da Casa d'el-Rei, é nomeado alcaide-mor dos castelos e vilas de Campo Maior e Ouguela com todas as rendas, foros, direitos, tributos e liberdades que pertencem a essa alcaidaria, tal como tinha seu pai, Afonso Teles, falecido. - Arquivo Nacional da Torre do Tombo - DigitArq». digitarq.arquivos.pt. Consultado em 29 de outubro de 2019 
  19. Freire, Anselmo Braamcamp, op. cit., p. 19
  20. Freire, Anselmo Braamcamp, op. cit., p. 19