O Aki (安芸?) foi um navio couraçado pré-dreadnought operado pela Marinha Imperial Japonesa e a segunda embarcação da Classe Satsuma, depois do Satsuma. Sua construção começou em março de 1906 no Arsenal Naval de Kure e foi lançado ao mar em abril do ano seguinte, sendo comissionado na frota japonesa em março de 1911.[1] Era armado com uma bateria principal de quatro canhões de 305 milímetros e doze canhões de 254 milímetros,[2][3] tinha um deslocamento de mais de 22 mil toneladas[2] e conseguia alcançar uma velocidade máxima de vinte nós.[3]

Aki
 Japão
Operador Marinha Imperial Japonesa
Fabricante Arsenal Naval de Kure
Homônimo Província de Aki
Batimento de quilha 15 de março de 1906
Lançamento 14 de abril de 1907
Comissionamento 11 de março de 1911
Descomissionamento 1923
Destino Afundado como alvo de tiro
em 2 de setembro de 1924
Características gerais
Tipo de navio Couraçado pré-dreadnought
Classe Satsuma
Deslocamento 22 150 t
Maquinário 2 turbinas a vapor
15 caldeiras
Comprimento 150 m
Boca 25,5 m
Calado 8,4
Propulsão 2 hélices
- 24 000 cv (17 700 kW)
Velocidade 20 nós (37 km/h)
Autonomia 9 100 milhas náuticas a 10 nós
(16 900 km a 19 km/h)
Armamento 4 canhões de 305 mm
12 canhões de 254 mm
8 canhões de 120 mm
12 canhões de 76 mm
5 tubos de torpedo de 457 mm
Blindagem Cinturão: 102 a 229 mm
Convés: 51 a 76 mm
Torres de artilharia: 178 a 229 mm
Torre de comando: 152 mm
Casamatas: 152 mm
Tripulação 931

O Aki teve uma carreira tranquila e sem incidentes. Ele foi o primeiro couraçado japonês equipado com turbinas a vapor no lugar de motores de tripla-expansão, decisão esta que adiou em meses sua entrada em serviço.[4] Ele não participou de combates na Primeira Guerra Mundial e passou a duração inteira do conflito como parte da 1ª Esquadra de Couraçados.[3] A embarcação foi desarmada em 1922 para cumprir os termos do Tratado Naval de Washington e removida do registro naval em 1923,[5] sendo afundado em setembro do ano seguinte como alvo de tiro.[6]

Referências editar

Bibliografia editar

  • Gibbs, Jay; Tamura, Toshio (1982). «Question 51/80». Warship International. XIX (2). ISSN 0043-0374 
  • Itani, Jiro; Lengerer, Hans; Rehm-Takahara, Tomoko (1992). «Japan's Proto-Battlecruisers: The Tsukuba and Kurama Classes». In: Gardiner, Robert. Warship 1992. Londres: Conway Maritime Press. ISBN 0-85177-603-5 
  • Jentschura, Hansgeorg; Jung, Dieter; Mickel, Peter (1977). Warships of the Imperial Japanese Navy, 1869–1945. Annapolis: United States Naval Institute. ISBN 0-87021-893-X 
  • Preston, Antony (1972). Battleships of World War I: An Illustrated Encyclopedia of the Battleships of All Nations 1914–1918. Nova Iorque: Galahad Books. ISBN 0-88365-300-1 
  • Silverstone, Paul H. (1984). Directory of the World's Capital Ships. Nova Iorque: Hippocrene Books. ISBN 0-88254-979-0 

Ligações externas editar

  Este artigo sobre tópicos navais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.