Abrir menu principal

al-Baidawi
Nome completo Abdalá ibn Omar al-Baidawi
Nascimento século XIII
Fars
Morte c. 1286
Tabriz
Nacionalidade persa
Ocupação crítico, teólogo
Religião sunita

Abdalá ibn Omar al-Baidawi (em árabe: عبدالله بن عمر البيضاوي), também conhecido como Baidawi, (Fars, século XIII — Tabriz, c. 1286) foi um crítico e teólogo muçulmano.

VidaEditar

Baidawi nasceu em Fars, onde seu pai era juiz supremo, no tempo do governante atabegue Abu Bakr ibn Sa'd (1226-1260). Ele próprio tornou-se juiz em Xiraz, e morreu em Tabriz por volta de 1286. Muitos comentários foram escritos sobre suas obras. Foi também o autor de vários tratados teológicos.[1]

Seu principal trabalho é o comentário sobre o Alcorão intitulado "Segredos da Revelação e Segredos da Interpretação" (Anwār at-tanzīl wa-asrār at-taʾwīl). Este trabalho é em grande parte uma edição condensada e modificada do tafsir al-Kashshaaf de al-Zamakhshari. Este trabalho, que demonstra grande aprendizado, está carregado de pontos de vista filosóficos da doutrina mutazilita, que al-Baidawi tentou alterar, às vezes os refutando e, outras vezes, omitindo-os.[2][1]

Para os muçulmanos ortodoxos, ele é considerado um comentário de referência e quase sagrado, embora não esteja completo em seu tratamento de qualquer ramo do conhecimento teológico ou linguístico de que trata, e nem sempre é exato.[1][3]

Notas

  1. a b c Griffithes Wheeler Thatcher. «Baiḍāwī». Encyclopædia Britannica (em inglês). 3 1911 ed. Cambridge: Cambridge University Press. 214 páginas 
  2. H. A. R. Gibb, J. H. Kramers, E. Levi-Provencal, J. Schacht (1986). Encyclopaedia of Islam (New Edition). I (A-B). Leiden, Países Baixos: Brill. p. 1129. ISBN 9004081143 
  3. Theodor Nöldeke (1860). Geschichte des Qorâns. Göttingen: Dieterichschen Buchlandung. 29 páginas 

Referências

  • Carl Brockelmann, Geschichte der arabischen Litteratur (Weimar, 1898), vol. i. pp. 416–418.
  • J. Robson: al-Baydawi, em: Encyclopaedia of Islam. New Edition, Leiden