Muçulmano

adepto da religião do Islã

Muçulmano é todo o indivíduo que pratica o Islã, uma religião monoteísta centrada na vida e nos ensinamentos de profeta Maomé, que teria recebido revelações do Arcanjo Gabriel.[21] Além disso, os muçulmanos também dão ênfase aos dogmas da oração, jejum no mês de Ramadã, peregrinação em Meca e o estudo do Alcorão. Islamismo, Islão (português europeu) ou islã (português brasileiro) (em árabe: إسلام; transl.: Islām), é uma religião abraâmica monoteísta articulada pelo Alcorão, um texto considerado pelos seus seguidores como a palavra literal de Deus (Alá, em árabe: الله; transl.: Allāh), e pelos ensinamentos e exemplos normativos (a chamada suna, parte do hádice) de Maomé, considerado pelos fiéis como o último profeta de Deus. Um adepto do islamismo é chamado de muçulmano.

Muçulmanos
População total

c. 1,9 mil milhões[1]
(25% toda a população global)Aumento[2][3][4]
(A nível mundial, 2020 Pew Research Center)

Regiões com população significativa
Indonésia [5]
Paquistão [6]
Bangladesh [7]
Nigeria [8]
Egipto [9]
Iran [10]
Turkey [11]
Algeria [12]
China [13]
Línguas
Árabe (também Sagrada), Persian, Urdu, Indonésio, Bengali,[14] outras Línguas do sul da Ásia, Línguas da Africa, Línguas do Sudeste Asiático, Línguas Turcas, ILínguas iranianas, Albanês and other Muslim world languages[15][16][17][18]
Religiões
80–90% Islã sunita
10–20% Islã xiita[19]
~1% Ahmadiyya
~1% Outras tradições islâmicas (Ibadi Islam, Quranism, etc.)[20]
Muçulmanos na Mesquita Azul, em Istambul, Turquia.

Os muçulmanos acreditam que Deus é único e incomparável e o propósito da existência é adorá-Lo. Eles também acreditam que o islã é a versão completa e universal de uma fé primordial que foi revelada em muitas épocas e lugares anteriores, incluindo por meio de Abraão, Moisés e Jesus, que eles consideram profetas. Os seguidores do islã afirmam que as mensagens e revelações anteriores foram parcialmente alteradas ou corrompidas ao longo do tempo, mas consideram o Alcorão (ou Corão) como uma versão inalterada da revelação final de Deus. Os conceitos e as práticas religiosas incluem os cinco pilares do islã, que são conceitos e atos básicos e obrigatórios de culto, e a prática da lei islâmica, que atinge praticamente todos os aspectos da vida e da sociedade, fornecendo orientação sobre temas variados, como sistema bancário e bem-estar, à guerra e ao meio ambiente.

Muçulmanos.

A maioria dos muçulmanos pertence a uma das duas principais denominações; com 80% a 90% sendo sunitas e 10% a 20% sendo xiitas. Cerca de 13% de muçulmanos vivem na Indonésia, o maior país muçulmano do mundo. 25% vivem no Sul da Ásia, 20% no Oriente Médio, 2% na Ásia Central, 4% nos restantes países do Sudeste Asiático e 15% na África Subsaariana. Comunidades islâmicas significativas também são encontradas na China, na Rússia e em partes da Europa. Comunidades convertidas e de imigrantes são encontradas em quase todas as partes do mundo (veja: muçulmanos por país). Com cerca de 1,41-1,57 bilhão de muçulmanos, compreendendo cerca de 21-23% da população mundial, o islão é a segunda maior religião e uma das que mais crescem no mundo. Contudo, estes dados devem ser aceitos com alguma reserva, dado que, por motivos óbvios, não existem estatísticas fiáveis sobre o número de muçulmanos que abandonam a religião.

Etimologia editar

A palavra muçulmano deriva do árabe, verbo "aslama", designando "submetido a Deus". O vocábulo pode ter penetrado no português a partir do castelhano, sendo provável que essa língua o tenha tomado do italiano ou do francês, línguas nas quais o vocábulo surge em 1619 e 1657, respectivamente.

Ver também editar

Referências

  1. «Religion Information Data Explorer | GRF». www.globalreligiousfutures.org. Consultado em 13 de outubro de 2022 
  2. «Mapping the Global Muslim Population». Pew Research Center's Religion & Public Life Project. 7 de outubro de 2009 
  3. «Muslim Population By Country 2021». World Population Review. Consultado em 22 de julho de 2021. Cópia arquivada em 6 de dezembro de 2020 
  4. Lipka, Michael, and Conrad Hackett. [2015] 6 April 2017. "Why Muslims are the world's fastest-growing religious group Arquivado em 2018-09-11 no Wayback Machine" (data analysis). Fact Tank. US: Pew Research Center.
  5. «Penduduk Menurut Wilayah dan Agama yang Dianut» [Population by Region and Religion] (PDF). Sensus Penduduk 2018. Jakarta, Indonesia: Badan Pusat Statistik. 15 de maio de 2018. Consultado em 3 de setembro de 2020. Cópia arquivada (PDF) em 28 de julho de 2021. Religion is belief in Almighty God that must be possessed by every human being. Religion can be divided into Muslim, Christian (Protestant), Catholic, Hindu, Buddhist, Hu Khong Chu, and Other Religions.  Muslim 231,069,932 (86.7), Christian (Protestant)20,246,267 (7.6), Catholic 8,325,339 (3.12), Hindu 4,646,357 (1.74), Buddhist 2,062,150 (0.72), Confucianism 71,999 (0.03), Other Religions/no answer 112,792 (0.04), Total 266,534,836
  6. «Sailent features of final results census-2017» (PDF). Pakistan Bureau of Statistics. Consultado em 9 de agosto de 2021. Arquivado do original (PDF) em 29 de agosto de 2021 
  7. «The Future of the Global Muslim Population». Pew Research Center's Religion & Public Life Project (em inglês). 15 de janeiro de 2011. Consultado em 24 de maio de 2017. Cópia arquivada em 24 de maio de 2017 
  8. «The World Factbook». Consultado em 31 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 9 de janeiro de 2021 
  9. «The World Factbook». Consultado em 31 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 4 de janeiro de 2021 
  10. «The World Factbook». Consultado em 31 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 8 de fevereiro de 2021 
  11. «The World Factbook». Consultado em 31 de dezembro de 2017. Arquivado do original em 10 de janeiro de 2021 
  12. United Nations High Commissioner for Refugees. «Refworld - 2010 Report on International Religious Freedom - China (includes Tibet, Hong Kong, Macau)». Refworld. Consultado em 14 de fevereiro de 2015. Cópia arquivada em 17 de outubro de 2012 
  13. Hammond, Kelly (15 de janeiro de 2021). «The Terrible 'Sinicization' of Islam in China». New Lines Magazine (em inglês). Consultado em 6 de março de 2022 
  14. Khan, Muhammad Mojlum (2013). The Muslim Heritage of Bengal: The Lives, Thoughts and Achievements of Great Muslim Scholars, Writers and Reformers of Bangladesh and West Bengal. England: Kube Publishing. p. 2. Bengali-speaking Muslims... one of the largest linguistic groups... second only to the Arabs 
  15. Talbot & Singh 2009, p. 27, footnote 3.
  16. Grim, Brian J.; Johnson, Todd M. (2013). Chapter 1: Global Religious Populations, 1910–2010 (PDF) (Relatório). Wiley. p. 22. Consultado em 10 de março de 2017. Arquivado do original (PDF) em 20 de outubro de 2013 
  17. «What are the top 200 most spoken languages?». Ethnologue (em inglês). 3 de outubro de 2018. Consultado em 7 de dezembro de 2019. Cópia arquivada em 12 de janeiro de 2013 
  18. Al-Jallad, Ahmad (30 de maio de 2011). «Polygenesis in the Arabic Dialects» (em inglês). Cópia arquivada em 15 de agosto de 2016 
  19. «Religions». The World Factbook. Central Intelligence Agency. Consultado em 25 de agosto de 2010. Arquivado do original em 27 de março de 2010. Sunni Islam accounts for over 75% of the world's Muslim population... Shia Islam represents 10–20% of Muslims worldwide... 
  20. «Chapter 1: Religious Affiliation». The World's Muslims: Unity and Diversity. Pew Research Center's Religion & Public Life Project. 9 de agosto de 2012. Consultado em 4 de setembro de 2013. Cópia arquivada em 26 de dezembro de 2016 
  21. «Muslim». oxforddictionaries.com. Consultado em 5 de setembro de 2014 

Ligações externas editar

  Este artigo sobre o islão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.