Alexandre de Maria

futebolista brasileiro

Alexandre de Maria (Votorantim, 19 de junho de 1904Santos, 17 de março de 1968), conhecido na Itália como Alessandro De Maria ou Alejandro Demaría,[1] foi um futebolista ítalo-brasileiro, ídolo do Corinthians e da Lazio.

Alexandre de Maria
Alexandre de Maria
Equipe do Corinthians no Campeonato Paulista de 1930.
Da esquerda para a direita (Em pé): Tuffy, Nerino Gallanti, Grané, Guimarães, Del Debbio e Munhoz.
(Agachados): Filó, Neco, Peres, Rato e De Maria
Informações pessoais
Nome completo Alexandre De Maria
Data de nasc. 19 de junho de 1904
Local de nasc. Votorantim São Paulo SP, Brasil Brasil
Nacionalidade Brasil Itália Ítalo-brasileiro
Falecido em 17 de março de 1968 (63 anos)
Local da morte Bandeira da cidade de São Paulo.svg São Paulo, Brasil Brasil
Apelido De Maria
Informações profissionais
Posição ponta-esquerda
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
19?? - 19??
1928 - 1931
1931 - 1935
1935 - 1936
Brasil Independência
Brasil Corinthians
Itália Lazio
Brasil Corinthians
00???000(??)
00118 000(95)
00103 000(29)
00118 000(95)
Seleção nacional
?? - ??
1932-1934
Brasil Brasil
Flag of Italy.svg Itália

HistóriaEditar

CorinthiansEditar

Tinha uma altura privilegiada (1,90 metros), incomum para um ponta-esquerda. A cada petardo que desferia de longa distância, ele rolava no chão, como maneira de compensar o desequilíbrio. Veio do pequeno Independência, da capital, para o Corinthians.

No Corinthians De Maria se tornou ídolo, formando uma famosa ala esquerda com o meia Rato. Foi o autor do primeiro gol do Parque São Jorge, logo aos 29 segundos do amistoso de inauguração do estádio contra o América do Rio de Janeiro (2x2, 22 de julho de 1928).

De Maria também foi responsável por um dos gols do título de Campeão dos Campeões contra o Vasco da Gama, na vitória por 3-2 em 1930. O Timão ganharia de virada após estar perdendo por 2-0 em São Januário. De Maria faria o primeiro gol da virada e que, após o balançar das redes de Peres e Gambinha, daria o título ao Corinthians.[2]

LazioEditar

Em 1932 De Maria embarcou rumo a Itália junto com os Corintianos Del Debbio, Filó e Rato para defender a Lazio, que na época era treinada por outro grande ídolo Corintiano, o Sr. Amílcar Barbuy.[3] De Maria e Rato (conhecido na Itália como Castelli) foram os responsáveis pela primeira vitória da Lazio contra a arquirrival Roma, jogo esse disputado em 23 de outubro de 1932. De Maria também foi o primeiro jogador da Lazio a marcar "tripletta" no Derby di Roma. A partida foi disputada em 11 de março de 1934, e ele liderou os Biancocelesti em um empate sensacional, 3-3, após estar perdendo por 3-0.[4] No total, De Maria marcou 5 gols no Derby di Roma (dois a menos do que Silvio Piola, autor de 7 gols) sendo assim o segundo maior artilheiro da Lazio no clássico romano.

Em algumas publicações, seu nome aparece ao lado de Filó na lista dos campeões mundiais pela Seleção Italiana em 1934. Trata-se, porém, de um engano histórico: aquele é o argentino Attilio Demaría. O corinthiano De Maria defendeu apenas a Seleção Italiana B e voltou ao Corinthians, onde encerrou a sua carreira como futebolista em 1936.

TítulosEditar

CorinthiansEditar

Referências