Abrir menu principal
Alexandre de Morais
Outros nomes Brigadeiro Alexandre de Morais
Nascimento
Avô, Oliveira do Hospital
Nacionalidade português
Ocupação Militar, escritor e jornalista
Cargo Instrutor, crítico militar
Serviço militar
Patente Brigadeiro

Alexandre de Morais, igualmente conhecido como Brigadeiro Alexandre de Morais, (Avô, Oliveira do Hospital) foi um militar, escritor e jornalista português.

Índice

BiografiaEditar

Vida pessoalEditar

Nasceu na localidade de Avô, no Concelho de Oliveira do Hospital, distrito de Coimbra.[1]

Carreira militar e profissionalEditar

Assentou praça no Regimento de Infantaria n.º 23, e estudou posteriormente na antiga Escola de Guerra, tendo recebido a promoção a alferes em Novembro de 1915.[1] Participou com o Corpo Expedicionário Português em França.[1] Foi promovido a tenente em 1918, capitão em 1922, major em 1940, a tenente-coronel em 1945, e a brigadeiro em Fevereiro de 1953.[1]

Serviu, igualmente, no Estado da Índia Portuguesa, foi instrutor na Escola Prática de Infantaria, na patente de capitão, e prestou serviço, por diversas vezes, na Direcção da Arma de Infantaria.[1] Combateu, integrado na 8.ª Divisão de Campanha, contra a Monarquia do Norte.[1]

Foi nomeado como crítico militar na Emissora Nacional, durante a Guerra Civil Espanhola e a Segunda Guerra Mundial, contribuiu na elaboração de vários Regulamentos Militares, realizou diversas conferências e colaborou em vários jornais como o Diário da Manhã, O Século, o Anglo-Portuguese News e o O Século Ilustrado.[1]

Em 1954, começou a colaborar no periódico Gazeta dos Caminhos de Ferro; nesse ano, tinha a posição de vogal na Comissão do Domínio Público Marítimo.[1]

Obras publicadasEditar

Alexandre de Morais publicou:[1]

  • A Guerra Civil de Espanha
  • Manual da Mocidade Portuguesa
  • A Rússia na Guerra (1941)
  • O Japão na Guerra
  • Crónicas Militares
  • Comentários da Guerra
  • Cartilha do Soldado
  • O Brasil de Hoje (2 vols.)
  • A Campanha da Filândia
  • A Campanha da Polónia
  • Manual do Legionário
  • O Poder Militar dos Estados
  • Organização do Terreno

Prémios e distinçõesEditar

Recebeu as Medalhas de Ouro de Comportamento Exemplar, Bons Serviços com palma, Mérito Militar, Vitória, Campanha de França e a Medalha do Rei por serviços prestados à Liberdade (Reino Unido).

No que respeita a Ordens portuguesas, Alexandre de Morais foi feito:

Em termos de Ordens estrangeiras foi feito:

Referências

  1. a b c d e f g h i j k l m p. 367 inclui foto. «Novos colaboradores da «Gazeta dos Caminhos de Ferro»» (PDF). Disponibilizado pela Hemeroteca Municipal de Lisboa. Gazeta dos Caminhos de Ferro. 66 (1585): 367, 368. 1 de Janeiro de 1954. Consultado em 23 de Março de 2014 
  2. a b c d «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Alexandre de Morais". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 25 de maio de 2014 
  Este artigo sobre tópicos militares é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.