Alfréd Haar

matemático húngaro

Alfréd Haar (Budapeste, 11 de outubro de 1885Szeged, 16 de março de 1933) foi um matemático húngaro.[1]

Alfréd Haar
Medida de Haar, Transformada de Haar
Nascimento 11 de outubro de 1885
Budapeste
Morte 16 de março de 1933 (47 anos)
Szeged
Sepultamento Cemitério judaico da Rua Kozma
Nacionalidade húngaro
Cidadania Hungria
Alma mater Universidade de Göttingen
Ocupação matemático, professor(a) universitário(a)
Empregador Franz Joseph University, Universidade de Göttingen, Universidade de Szeged
Orientador(es) David Hilbert
Campo(s) matemática
Tese 1909: Zur Theorie der orthogonalen Funktionensysteme
Obras destacadas transformada de Haar, medida de Haar
Causa da morte cancro do estômago

VidaEditar

Haar nasceu em uma família judia húngara em Budapeste em 11 de outubro de 1885, filho de Ignác Haar e Emma Fuchs. Formou-se em 1903 na escola secundária Fasori Evangélikus Gimnázium, onde foi aluno de László Rátz. Ele começou seus estudos universitários em Budapeste, depois indo para Göttingen, lendo Matemática e Ciências. Entre os muitos professores famosos por quem foi ensinado, ele poderia contar Loránd Eötvös, József Kürschák, Constantin Carathéodory, David Hilbert, Felix Christian Klein e Ernst Zermelo.[2]

Durante os anos do ensino médio, ele colaborou com a revista matemática para alunos do ensino médio Középiskolai Matematikai Lapok, e venceu a competição nacional de matemática Eötvös Loránd. Ele se matriculou na Universidade Técnica de Budapeste como aluno de Engenharia Química, mas no mesmo ano mudou-se para a Universidade de Budapeste e, após um ano, para a Universidade de Göttingen. Sua pesquisa de doutorado foi supervisionada por Hilbert graduando-se em junho de 1909. Sua tese de 49 páginas estuda sistemas de funções Sturm-Liouville e funções esféricas, introduzindo os agora amplamente usados ​​sistemas ortogonais Haar. No mesmo ano, ele se habilitou para se tornar um professor particular da universidade.[3]

Em 1912, a Universidade Franz Joseph em Kolozsvár, Áustria-Hungria (agora Cluj-Napoca na Romênia) convidou-o junto com Gyula Farkas e Frigyes Riesz para ingressar como docente, e ele se tornou o professor de 'Quatíticos'. Várias de suas anotações de palestras da época tornaram-se livros consagrados mais tarde. Após o Tratado de Trianon, que cedeu a Transilvânia à Romênia, a universidade teve de se mudar para Szeged, a cidade mais próxima dentro das novas fronteiras, onde ele, com Riesz, estabeleceu o Centro de Matemática e o primeiro periódico matemático húngaro reconhecido internacionalmente, o Acta Scientiarum Mathematicarum.[4]

Um de seus alunos de doutorado na Universidade de Szeged foi Béla Szőkefalvi-Nagy.

Haar morreu de câncer no estômago em 16 de março de 1933.

PublicaçõesEditar

Referências

  1. Alfréd Haar (em inglês) no Mathematics Genealogy Project
  2. Transcending Tradition: Jewish Mathematicians in German Speaking Academic Culture, Birgit Bergmann, (Springer 2012), page 63
  3. «Katalog der Deutschen Nationalbibliothek». portal.dnb.de. Consultado em 7 de outubro de 2021 
  4. «Alfréd Haar - Biography». Maths History (em inglês). Consultado em 7 de outubro de 2021 

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre um(a) matemático(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.