Aliança (Pernambuco)

município do Estado de Pernambuco, Brasil

Aliança é um município brasileiro do estado de Pernambuco. Localiza-se a uma latitude 07º36'12" sul e a uma longitude 35º13'51" oeste, estando a uma altitude de 123 metros. De acordo com estimativas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), sua população era de 38 248 habitantes em 2014.[2]

Aliança
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Aliança
Bandeira
Brasão de armas de Aliança
Brasão de armas
Hino
Gentílico aliancense
Localização
Localização de Aliança em Pernambuco
Localização de Aliança em Pernambuco
Localização de Aliança em Pernambuco
Aliança está localizado em: Brasil
Aliança
Localização de Aliança no Brasil
Mapa
Mapa de Aliança
Coordenadas 7° 36' 10" S 35° 13' 51" O
País Brasil
Unidade federativa Pernambuco
Municípios limítrofes Norte: Ferreiros e Itambé; Sul: Nazaré da Mata e Tracunhaém; Leste: Condado; e Oeste: Vicência e Timbaúba.
Distância até a capital 81,4 km
História
Fundação 11 de setembro de 1928 (95 anos)
Administração
Prefeito(a) Xisto Lourenço de Freitas Neto (PSD, 2021 – 2024)
Características geográficas
Área total [1] 272,728 km²
População total (IBGE/2014[2]) 38 248 hab.
Densidade 140,2 hab./km²
Clima Tropical (As')
Altitude 123 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2010[3]) 0,604 médio
PIB (IBGE/2012[4]) R$ 200 054 mil
PIB per capita (IBGE/2012[4]) R$ 5 341,91
Sítio http://www.alianca.pe.gov.br/ (Prefeitura)

Origem do Nome

editar

No ano de 1862, chegou ao povoado da Chã dos Bodes (atual Aliança) o Frei Caetano de Messina, OFM Cap, designado para fazer algumas missões. O religioso ficou impressionado com a união da população que se juntou e mais tarde construiu a Capela de Nossa Senhora do Rosário. Em uma das sua várias homilias, o sacerdote proferiu a seguinte frase: "Isso é que é uma verdadeira aliança", sugerindo depois o nome de Aliança para o lugar.[5]

História

editar

O povoamento iniciou-se no século XIX por três irmãos muito unidos. A construção de uma capela de taipa aglutinou a população no povoado.

Pelo Decreto Estadual 142 de 30 de maio de 1891, o Distrito de Paz de Aliança se uniu aos de Angélicas e Vicência, e, sob esta denominação, foi elevada à condição de Vila.[6]

A Lei Estadual 72 de 16 de maio de 1895 revogou o Decreto Estadual 142, voltando Aliança à condição de Distrito.[6]

O distrito foi elevado à condição de vila pela lei estadual 991, de 1 de julho de 1909, ainda ligada ao município de Nazaré.[7]

O município foi criado pela Lei Estadual 1931 de 11 de setembro de 1928, iniciando suas atividades administrativas próprias em 1 de janeiro de 1929.[6]

Pela divisão administrativa de 1933, o município era constituído de 4 distritos: Aliança, Lagoa Seca, Nossa Senhora do Ó e Lapa.[7]

Em 1938, pelo decreto-lei estadual 92, o distrito de Nossa Senhora do Ó passo a ser chamado Tupaoca[7] e, pelo decreto-lei estadual 235, o distrito de Lagoa Seca passou a ser denominado Upatininga.[7] O decreto-lei estadual 952, de 1943, mudou o nome do distrito de Lapa para Macujê.[7]

Assim, pela divisão territorial de 1960, os 4 distritos que constituem Aliança são: Aliança, Macujê, Tupaoca e Upatininga.[7]

Os dados contidos em livros históricos da biblioteca municipal do Recife, contam que o território do município de Aliança desenvolveu-se por si só, e não foi desmembrado dos municípios de Goiana e Nazaré da Mata.

Geografia

editar

O município da Aliança está localizado na mesorregião Mata e na Microrregião Mata Setentrional do Estado de Pernambuco, limitando-se a norte com Ferreiros e Itambé, a sul com Nazaré da Mata, a leste com Condado, e a oeste com Timbaúba e Vicência. A área municipal ocupa 266,46 km² e representa 0,27 % do Estado de Pernambuco. Está inserido na Folha SUDENE de Limoeiro na escala 1:100.000.

Tem como distritos Macujê, Tupaóca, Upatininga, Caueiras e Chã do Esconso. O acesso é feito pela PE-005, BR-408, e PE-062.

O município de Aliança está localizado no planalto da Borborema; há várias serras de altitudes medianas. O município apresenta também peneplanos conhecidos como chãs. O relevo é movimentado, com vales profundos e estreitos dissecados. Os solos variam com as altitudes:

  • Nas superfícies suave onduladas a onduladas: observa-se tanto os planossolos, medianamente profundos, fortemente drenados, ácidos a moderadamente ácidos e fertilidade natural média, quanto os Podzólicos, que são profundos, textura argilosa, e fertilidade natural média a alta.
  • Nas Elevacões: observa-se os solos litólicos, rasos, textura argilosa e fertilidade natural média.
  • Nos Vales dos rios e riachos: verifica-se a ocorrência de Planossolos, medianamente profundos, imperfeitamente drenados, textura média/argilosa, moderadamente ácidos, fertilidade natural alta e problemas de sais.

Observam-se ainda afloramentos de rochas.

O município de Aliança está inserido geologicamente na Província Borborema, constituído principalmente pelos litotipos dos complexos Salgadinho e Vertentes, granitóides indiscriminados e pelo Grupo Barreiras. Os terrenos são preponderadamente pré-cambrianos, proterozóicos (ciclo Tranzamazônico e mais jovens) com forte presença de gnaisses, granitos e xistos incluídos no sistema de dobramentos Pajeú-Paraíba.

A vegetação nativa é própria da zona da mata nordestina, composta por Florestas Subcaducifólia e Caducifólia.

O município de Aliança encontra-se inserido nos domínios da bacia hidrográfica do Rio Goiana, mas a cidade é cortada pelo Rio Siriji que nasce na cidade de São Vicente Férrer no Agreste pernambucano.

Filhos ilustres

editar

Referências

  1. IBGE. «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02) 
  2. a b «Estimativa Populacional 2014». Estimativa Populacional 2014. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Agosto de 2014. Consultado em 29 de agosto de 2014 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 1 de outubro de 2013 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2012». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2014 
  5. «História - Prefeitura Municipal de Aliança - PE». alianca.pe.gov.br. Consultado em 7 de janeiro de 2024 
  6. a b c CEHM-FIAM. Calendário Oficial de Datas Históricas dos Municípios do Interior de Pernambuco. Recife: Centro de Estudos de História Municipal,1994.
  7. a b c d e f «IBGE - cidades». www1.ibge.gov.br 
  Este artigo sobre municípios do estado de Pernambuco é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.