Abrir menu principal
Receba as nossas boas-vindas ao Portal de Pernambuco!
Este é o portal dedicado a Pernambuco. Aqui é o centro de partida para a navegação por todo o conteúdo relacionado aos mais diversos temas sobre Pernambuco. Você pode continuar como leitor, mas também pode colaborar com a Wikipédia lusófona e com o Portal de Pernambuco. De toda maneira, sinta-se à vontade para abrir um novo tópico na página de discussão sobre o portal ou sobre os artigos relativos a Pernambuco em geral.
Símbolo do Portal Pernambuco.
Bairro do Recife Antigo, no Recife.
Praia de Calhetas, no Cabo de Santo Agostinho.
Brasão da cidade do Recife, capital do estado de Pernambuco
Relógio de Garanhuns.
Parque Nacional do Catimbau, localizado nas cidades de Buíque, Ibimirim, Sertânia e Tupanatinga.
Praia dos Carneiros.
Mirante Dois Irmãos no Arquipélago de Fernando de Noronha.
Igreja Matriz de São Cosme e São Damião, a mais antiga do Brasil, em Igarassu.
Igreja de Nossa Senhora dos Prazeres dos Montes Guararapes, no Parque Histórico Nacional dos Guararapes.
Elevador panorâmico no Alto da Sé, em Olinda.
Estátua de Mãe D'Água, Iemanjá, no Rio São Francisco, em Petrolina.
São João de Caruaru sendo celebrado.
Marco Zero, no Recife.
 ver·editar LEMBRANÇA DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO - Faça 3 pedidos - PERNAMBUCO
Bandeira de Pernambuco.svg
Brasão do estado de Pernambuco.svg

Pernambuco é uma das 27 unidades federativas do Brasil. Está localizado no centro-leste da região Nordeste e tem como limites os estados da Paraíba (N), do Ceará (NO), de Alagoas (SE), da Bahia (S) e do Piauí (O), além de ser banhado pelo oceano Atlântico (L). Ocupa uma área de 98 149,119 km² (pouco menor que a Coreia do Sul). Também fazem parte do seu território os arquipélagos de Fernando de Noronha e São Pedro e São Paulo. Sua capital é a cidade do Recife e a sede administrativa é o Palácio do Campo das Princesas. O atual governador é Paulo Câmara (PSB). Pernambuco foi o primeiro núcleo econômico do Brasil, uma vez que se destacou na extração do pau-brasil (ou pau-de-pernambuco) e foi a primeira parte do país onde a cultura canavieira desenvolveu-se efetivamente. A Capitania de Pernambuco, a mais rica das capitanias durante o ciclo da cana-de-açúcar, chegou a atingir o posto de maior produtor de açúcar do mundo. O estado teve ativa participação em diversos episódios da história brasileira: foi palco das Batalhas dos Guararapes, combates decisivos na Insurreição Pernambucana e considerados a origem do Exército Brasileiro; e serviu de berço a movimentos de caráter nativista ou de ideais libertários, como a Guerra dos Mascates, a Revolução Pernambucana, a Confederação do Equador e a Revolução Praieira. Conhecido por sua ativa e rica cultura popular, o estado é berço de várias manifestações tradicionais, como o frevo e o maracatu, bem como detentor de um vasto patrimônio histórico, artístico e arquitetônico, sobretudo no que se refere ao período colonial. O estado é o sétimo mais populoso do Brasil, e possui o décimo maior PIB do país. Já sua capital, Recife, é sede da concentração urbana mais rica e populosa do Norte-Nordeste. No interior do estado, as cidades mais importantes são Caruaru e Petrolina. É conhecido pelas alcunhas de Leão do Norte, Terra do Frevo e do Maracatu, Terra Abençoada, além de Terra dos Altos Coqueiros, mencionada no hino do estado.

Ver artigo principal: Pernambuco
 ver·editar 
Nuvola filesystems services.png
Artigo em destaque
Recife - vista aérea.jpg

Recife é um município brasileiro, capital do estado de Pernambuco, localizado na Região Nordeste do país. Pertence à Mesorregião Metropolitana do Recife e à Microrregião do Recife. Com área territorial de aproximadamente 218 km², é formado por uma planície aluvial, tendo as ilhas, penínsulas e manguezais como suas principais características geográficas. A Veneza Brasileira é a quarta capital brasileira na hierarquia da gestão federal, após Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo, e possui o quarto aglomerado urbano mais populoso do Brasil, após São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. A capital pernambucana tem, num raio de 300 km, três capitais estaduais sob sua influência direta: João Pessoa (122 km), Maceió (257 km) e Natal (286 km).

Ver artigo principal: Recife
 ver·editar História
Victor Meirelles - 'Battle of Guararapes', 1879, oil on canvas, Museu Nacional de Belas Artes, Rio de Janeiro 2.jpg

As Batalhas dos Guararapes foram duas batalhas travadas no Morro dos Guararapes, situado no atual município de Jaboatão dos Guararapes, ao sul do Recife, entre as tropas invasoras holandesas e os insurretos luso-brasileiros. Por terem sido vencidas pelos luso-brasileiros, destacam-se como episódios decisivos na Insurreição Pernambucana, que culminou no término do domínio holandês no Brasil. A assinatura da rendição deu-se em 1654, no Recife, de onde partiram os últimos navios holandeses em direção à Europa.

A primeira batalha ocorreu em 19 de Abril de 1648, e a segunda em 19 de Fevereiro de 1649.

A primeira Batalha dos Guararapes é simbolicamente considerada a origem do Exército Brasileiro.

Ver artigo principal: Batalha dos Guararapes
 ver·editar Cultura
Bloco de maracatu - olinda.jpg

Maracatu é um ritmo musical, dança e ritual de sincretismo religioso com origem no estado brasileiro de Pernambuco.

Conforme o "baque" ou batida, existem dois tipos: Baque Virado (Maracatu Nação) e Baque Solto (Maracatu Rural). O primeiro, bastante comum na área metropolitana do Recife, é o mais antigo ritmo afro-brasileiro; e o segundo é característico da cidade de Nazaré da Mata (Zona da Mata Norte de Pernambuco).

O ritmo é caracterizado pelo uso predominante de instrumentos de percussão de origem africana. Intenso e frenético, teve origem nas congadas, cerimônias de coroação dos reis e rainhas da "Nação" negra. Na percussão, chama atenção os grandes tambores, chamados alfaias, que são tocados com talabartes (baquetas especiais para o instrumento). Estes dão o ritmo ou o baque da música e são acompanhados pelos taróis ou caixas, ganzás e um gonguê ou agogô.

Ver artigos principais: Maracatu Nação e Maracatu Rural
 ver·editar Pernambucanos
Mário Schenberg formatura 1936.jpg

Mário Schenberg (Recife, 2 de julho de 1914São Paulo, 10 de novembro de 1990) foi um físico, político e crítico de arte brasileiro.

Considerado o maior físico teórico do Brasil, Schenberg publicou trabalhos nas áreas de termodinâmica, mecânica quântica, mecânica estatística, relatividade geral, astrofísica e matemática. Trabalhou com José Leite Lopes e César Lattes, e foi assistente do físico ucraniano naturalizado italiano Gleb Wataghin. Colaborou com inúmeros físicos de prestígio internacional, como o russo naturalizado americano George Gamow e o astrofísico indiano Subrahmanyan Chandrasekhar. Foi presidente da Sociedade Brasileira de Física de 1979 a 1981 e diretor do Departamento de Física da Universidade de São Paulo de 1953 a 1961, onde também foi professor catedrático.

Schenberg teve ativa participação política, sendo eleito duas vezes deputado estadual de São Paulo. Em função de suas ligações com o Partido Comunista Brasileiro (PCB), foi cassado e preso mais de uma vez pela ditadura militar brasileira. Mario Schenberg também mantinha grande interesse por artes plásticas, tendo convivido com artistas brasileiros como Di Cavalcanti, Lasar Segall, José Pancetti, Mário Gruber e Cândido Portinari, e também estrangeiros, como Bruno Giorgi, Marc Chagall e Pablo Picasso. Atuou também como crítico de arte, escrevendo diversos artigos sobre artistas contemporâneos brasileiros como Alfredo Volpi, Lygia Clark e Hélio Oiticica.

Ver artigo principal: Mário Schenberg
 ver·editar Geografia
Saofrancisco.png

O rio São Francisco, também chamado de Opará, como era conhecido pelos indígenas antes da colonização, é um rio brasileiro que nasce na Serra da Canastra no estado de Minas Gerais, a aproximadamente 1200 metros de altitude, atravessa o estado da Bahia, fazendo a divisa ao norte com Pernambuco, bem como constituindo a divisa natural dos estados de Sergipe e Alagoas. Por fim, deságua no Oceano Atlântico, na região nordeste do Brasil. É chamado popularmente "Velho Chico".

Ver artigo principal: Rio São Francisco
 ver·editar Mesorregiões
 ver·editar Predefinições
 ver·editar 
Nuvola filesystems camera.png
Imagem em destaque
Forte Orange - Ilha de Itamaracá, Pernambuco, Brasil(2).jpg
Forte de Santa Cruz de Itamaracá, também conhecido como Forte Orange. Localiza-se na ilha de Itamaracá, a 50 quilômetros do Recife, no litoral norte do estado de Pernambuco, no Brasil.
 ver·editar Símbolos
Bandeira de Pernambuco.svg

A Bandeira de Pernambuco foi originada na Revolução Pernambucana de 1817, sendo oficializada em 1917, na comemoração do centenário do movimento, pelo Governador Manuel Antônio Pereira Borba.

Ver artigo principal: Bandeira do estado de Pernambuco



Brasão do estado de Pernambuco.svg

O Brasão de Pernambuco foi oficializado pelo governador Alexandre Barbosa Lima, em 1895.

Ver artigo principal: Brasão do estado de Pernambuco
 ver·editar Temas
 ver·editar 
Nuvola apps filetypes.svg
Curiosidades

Você sabia que...

 ver·editar 
Crystal Clear app desktop enhancements.png
Mais navegação e interação
 ver·editar Onde colaborar


Bandeira do Estado de Pernambuco
Pernambuco
História • Política • Geografia • Economia • Cultura • Turismo • Esportes • Portal • Imagens


 ver·editar LEMBRANÇA DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO - Faça 3 pedidos - PERNAMBUCO