Abrir menu principal
Alta Estação
What`s Up? (Título internacional)[1]
Hola, ¿qué tal? (ES)

Informação geral
Formato Telenovela
Gênero Comédia romântica
Duração 30 minutos
Criador(es) Margareth Boury
País de origem  Brasil
Idioma original português
Produção
Diretor(es) João Camargo
Câmera Multicâmera
Roteirista(s) Ana Jansen
Claudio Simões
Ingrid Zavarezzi
Renata Dias Gomes
Elenco
Tema de abertura "Vida em Jogo", Supersonico
Empresa(s) de produção RecordTV
Localização Rio de Janeiro, RJ
Exibição
Emissora de televisão original Brasil RecordTV
Formato de exibição 480i (SDTV)
Transmissão original 17 de outubro de 20061 de junho de 2007
N.º de episódios 162

Alta Estação é uma telenovela juvenil brasileira produzida e exibida pela RecordTV entre 17 de outubro de 2006 e 1 de junho de 2007 com 162 capítulos, substituindo a faixa de horários dedicada ao jornalismo com o SP Record e sendo substituída pela apresentação da telenovela colombiana Zorro: A Espada e a Rosa.[2] A trama foi a única exibida no horário como "novela das seis" e também a única produzida para o terceiro horário de novelas inéditas da emissora, o qual não foi dado continuidade após seu fim.[3] Foi a 6ª novela exibida pela emissora desde a retomada da dramaturgia em 2004. Foi escrita por Margareth Boury, com colaboração de Ana Jansen, Claudio Simões, Ingrid Zavarezzi e Renata Dias Gomes, tendo direção geral de João Camargo.[4]

O grupo de seis amigos que protagonizaram a trama era formado por Ariela Massotti, Daniel Aguiar, Vergniaud Mendes, Andreia Horta, Guilherme Boury e Lana Rodes.[4]

ProduçãoEditar

 
As gravações externas ocorreram na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Originalmente a trama se chamaria E Aí?, porém o nome foi considerado confuso e alterado para Alta Estação para expressar o espírito jovem da história e que percorreria os meses do verão.[5] A novela foi a primeira que teve na equipe Renata Dias Gomes, neta dos autores Dias Gomes e Janete Clair, tendo ela trabalhado como colaboradora de texto após ser indicada por Tiago Santiago para a direção da emissora, que descobriu que ela queria iniciar a carreira na televisão.[5] A história foi aprovada em maio e começou a ser produzida em agosto, após a Copa do Mundo, abrindo o terceiro horário de novelas da casa como "novela das seis", o qual não continuou.[5]

Margareth Boury inspirou-se nos seriados estadunidenses Friends, Felicity e The O.C. para compor a história, focando nos dilemas e problemas da juventude e baseando-se em um grupo de amigos como protagonistas e não apenas em um casal, como comumente utilizado em novelas: "Parti do princípio dos seis amigos e como eu amo Friends foi natural. A novela não têm protagonistas, não tem vilão ou vilã, todos terão seus lados bons e ruins. Relato histórias que podem acontecer na casa de qualquer pessoa jovem ou que conviva com eles."[6] O início, com a protagonista chegando na Universidade onde estuda seu amor de verão e descobrindo que ele é um totalmente diferente do que ela conheceu, foi inspirado no filme Grease.[6] Por ser inspirado no formato de seriado, a novela teve seu tempo de duração de apenas 30 minutos diários.[6] Cada capítulo foi orçado em R$ 75 mil.[6]

Escolha do elencoEditar

Para a protagonista, a emissora buscou uma atriz iniciante, fazendo testes com cerca de 20 garotas até Ariela Massotti ser escolhida.[7] Rodrigo Hilbert chegou a ser confirmado no papel do protagonista Eduardo, porém o ator desistiu um mês antes da estreia quando a Rede Globo cobriu a oferta com uma renovação de contrato, sendo substituído por Daniel Aguiar.[8] Lana Rodes fez os testes para Flávia logo após ser eliminada do talent show Ídolos e foi escolhida exatamente por ser também cantora, uma vez que a personagem seguia este caminho.[9] Letícia Colin inicialmente interpretaria Clara, porém a atriz foi considerada jovem demais – uma vez que tinha apenas dezesseis anos – e remanejada para um dos papeis centrais de Luz do Sol.[10]

Mesmo sendo filho da autora e tendo feito Prova de Amor, Guilherme Boury teve que passar por testes par a integrar o elenco com outros iniciantes.[11] O ator quebrou a perna dias antes do início das gravações e o roteiro teve que ser adaptado para que o personagem começasse a história também como se já estivesse machucado, aparecendo com a perna engessada nos dez primeiros capítulos, não precisando assim atrasar sua entrada na trama.[11] Foi a primeira telenovela de Bruno Gissoni e Gregório Duvivier, que se tornariam mais conhecidos anos depois, um como estrela de diversas telenovelas da Rede Globo e o outro pelo canal Porta dos Fundos, respectivamente.[12]

EnredoEditar

Mesmo a contragosto dos pais, Bárbara (Ariela Massotti) se muda de Diamantina para o Rio de Janeiro para estudar biologia e reencontrar Eduardo (Daniel Aguiar), com quem viveu um amor de verão quando ele passou férias em sua cidade. Porém, ela descobre que o rapaz é totalmente diferente do que conheceu, um mulherengo que não valoriza nenhuma mulher, nem mesmo a namorada Taíssa (Nathalia Rodrigues), a quem sempre trai. Decidida a amadurecer e se virar sozinha, Bárbara consegue um emprego e vai morar com a estudante de psicologia Renata (Andreia Horta), que é toda "certinha" e cheia de TOCs, e a estudante de música Flávia (Lana Rodes), que é desorganizada e sexualmente liberal. Já Eduardo mora com Caio (Guilherme Boury), um estudante de artes cênicas atrapalhado e bem humorado, sendo vizinhos e melhores amigos de Ricardo (Vergniaud Mendes), também estudante de biologia.

Ricardo se apaixona por Bárbara, criando um triângulo amoroso com Eduardo e estremecendo a amizade deles, enquanto Caio e Renata, mesmo sendo totalmente opostos, passam a viver um cômico romance "amor e ódio". Além disso, Taíssa descobre que Eduardo a trai e vai morar com as meninas, se tornando grande amiga de Bárbara. Ainda há as venenosas Clara (Larissa Machado), interessada em Caio, Bruna (Mirella Payola), que atrapalha Ricardo e Bárbara, e Mariana (Marinna Lopes), que inferniza a vida de todos. Na segunda fase novos personagens são incorporados, como João Pedro (Mauricio Ribeiro), um jovem com problemas de alcoolismo e o único capaz de despertar interesse em Flávia, além do triângulo amoroso entre Ana Lúcia (Cássia Linhares), Pepeu (Felipe Cardoso) e o Gustavo (João Vitti), tio de Eduardo – enquanto este também se envolve com a mãe de Flávia, Lalá (Cláudia Alencar).

A partir da premissa, a trama segue os dilemas e as diversas situações envolvendo as responsabilidades, os amores, a vida sexual frenética e todo o medo que a juventude engloba.

ElencoEditar

Ator Personagem
Ariela Massotti Barbara Carvalho ()
Daniel Aguiar Eduardo Pereira Teles (Edu)
Vergniaud Mendes Ricardo Garcia
Andreia Horta Renata Lima (Tatá)
Guilherme Boury Caio Campos
Lana Rodes Flávia Vianna
Mauricio Ribeiro João Pedro Fagundes (JP)
Nathalia Rodrigues Taíssa Gadelha
Cássia Linhares Ana Lúcia Castro
Felipe Cardoso Pedro Ivo Fagundes (Pepeu)
João Vitti Gustavo Pereira Teles
Rocco Pitanga Lucas
Cláudia Alencar Laila Vianna (Lalá)
Marinna Lopes Mariana Lins (Mari)
Larissa Machado Clara de Albuquerque Bragança
Mirella Payola Bruna
Ângelo B. Samuel Estrada
Fábio Lago Zenildo das Dores (Zen)
Eliete Cigarini Bianca Carvalho
Roberto Pirillo Olavo Carvalho
Carmen Frenzel Regina
André Mattos William
Camilo Bevilacqua Arthur Campos
Cíntia Moneratt Denise Lins (Bonitona)
Raquel Fabbri Maria Cristina Araújo (Cris)
Gregório Duvivier Umberto
Bruno Gissoni Kiko
Matheus Costa Tiago
Lucas Cotrim Vinícius Campos
Rhani Seda Fernanda Campos
Ana Luiza França Kalu

Participações especiaisEditar

Ator Personagem
André Bankoff Júlio
Marcus Mello Marcos Vianna
Peter Brandão Hugo Sales das Dores (Guinho)
Norma Bengell Yolanda Sales
Lica Oliveira Janice Sales
Victor Hugo Apresentador do debate
Jorge Pontual César
Cintia Rosa Heloísa
Débora Gomez Raíssa Cavalcanti
Fany Georguleas Júlia Oliveira
Louise D'Tuani Aline
Caco Baresi Delegado Mota
Priscilla Rozenbaum Professora de Caio
Andréa Leal Carolina
Carol Galvão Vivi
Léo Fuchs André
Rejane de Moraes Julieta
Daniela Pinto Isa

AudiênciaEditar

O primeiro capítulo teve média de 8 pontos, e picos de 10.[13] No dia 4 de dezembro de 2006, a trama marcou 9 pontos, a maior média desde a estreia.[14] Seu maior índice foi de 14 pontos.[15] O último capítulo teve média de 9 pontos.

MúsicaEditar

Alta Estação
Trilha sonora de Vários artistas
Lançamento 24 de novembro de 2006
Duração 42:02
Idioma(s) Português
Formato(s)
Gravadora(s) Radar Records

Alta Estação é uma trilha sonora condizente à novela de mesmo título, tendo sido lançado em 24 de novembro de 2006.[16]

Lista de faixas
N.º TítuloMúsicaPersonagem tema Duração
1. "Vida em Jogo"  SupersonicoAbertura 3:43
2. "Herói"  VegaRicardo 3:25
3. "Se Ainda Sou Como Eu"  Paulo SoveralEduardo 3:31
4. "Só Nos Resta Viver"  Caio MesquitaGeral 3:16
5. "Dó de Mim"  Vânia AbreuBárbara 3:42
6. "Versos de Amor"  Margareth MenezesRenata e Caio 3:20
7. "Meu Controle Ausente"  RotorFlávia 3:47
8. "Amanhã"  PlaygroundTaíssa 3:47
9. "Como uma Luva"  BLITZBárbara e Eduardo 3:45
10. "Linha do Horizonte"  AzimuthGeral 3:45
11. "Fato Consumado"  Karla SabahGeral 3:20
12. "Sinceramente"  Cachorro GrandeBárbara e Ricardo 3:24
13. "Perdas e Ganhos"  LiahRenata 3:15
14. "Mesmo que Seja Eu"  Cidade NegraZen 3:31
Outras canções não incluídas na trilha sonora

Referências

  1. «What`s Up?». Record TV Network. Consultado em 6 de julho de 2014. Arquivado do original em 18 de junho de 2014 
  2. Mikevis, Dayanne (28 de maio de 2007). «Novela "latina" rouba espaço de "Alta Estação" na Record». Folha.com. Consultado em 2 de abril de 2013 
  3. «Record negocia cotas da novela Alta Estação». Propmark. 9 de outubro de 2006. Consultado em 2 de abril de 2013. Arquivado do original em 10 de agosto de 2014 
  4. a b «"Alta Estação" volta ao ar na Record em Portugal». Na Telinha. 11 de fevereiro de 2013. Consultado em 2 de abril de 2013. Arquivado do original em 3 de março de 2016 
  5. a b c «Neta de Janete Clair e Dias Gomes estréia como novelista, na Record». O Fuxico. Consultado em 3 de dezembro de 2017 
  6. a b c d Marques, Camila (12 de outubro de 2006). «Inspirada em "Friends", Record estréia "Alta Estação" de olho na Globo». Folha.com. Consultado em 2 de abril de 2013 
  7. «Juvenil da Record, "Alta Estação" define casal protagonista». Folha de S.Paulo. Consultado em 2 de dezembro de 2019 
  8. «Rodrigo Hilbert desiste de novela da Record». O Fuxico. Consultado em 3 de dezembro de 2017 
  9. «Saiba mais sobre os seis protagonistas de "Alta Estação"». Folha de S.Paulo. Consultado em 3 de dezembro de 2017 
  10. «"Páginas da Vida": Irmã Lavínia abandona vida religiosa». UOL. Consultado em 3 de dezembro de 2017 
  11. a b «Novela teen da Record é inspirada em "Friends", diz diretor». Terra. Consultado em 3 de dezembro de 2017 
  12. «Alta Estação: Renata prepara Caio para debate». O Fuxico. Consultado em 2 de dezembro de 2019 
  13. «Resultado da estréia de Alta Estação deixa equipe eufórica». O Fuxico. 18 de outubro de 2006. Consultado em 2 de outubro de 2015 
  14. «Ibope: Alta Estação registra maior média». Estrelando. 5 de dezembro de 2006. Consultado em 2 de outubro de 2015 
  15. «Elenco de 'Alta Estação' grava em ritmo de despedida». Terra. Consultado em 3 de dezembro de 2017 
  16. «Página do CD no teledramaturgia». Teledramaturgia.com.br. Consultado em 2 de dezembro de 2017 

Ligações externasEditar